CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Fiado eletrônico: com cartões de crédito MPEs podem vender mais

A grande maioria dos consumidores não utiliza o crédito rotativo do cartão e sim o prazo que dá para efetuar o pagamento à vista

“Vocês aceitam cartão de prazo?”, deveria perguntar ao caixa da loja o cliente que deseja usar o cartão de crédito para efetuar o pagamento de suas compras. Por mais estranho que possa parecer, esta é a pergunta correta a ser feita.

Um estudo recente da consultoria britânica Lafferty mostra que o Brasil é um dos poucos países no mundo em que o cartão de crédito é mais utilizado como um meio de pagamento do que como meio de financiamento ao consumo. Certamente influenciados pelas taxas de juros – que passam dos 230% ao ano –, apenas 29% dos clientes não pagam as suas faturas no vencimento, ou seja, a grande maioria não utiliza o crédito rotativo do seu cartão e sim o prazo que ele dá para efetuar o pagamento à vista. Nos Estados Unidos, quase que a totalidade dos clientes utiliza o crédito rotativo e no México esse percentual chega a 73%.

A própria cultura de consumo do País explica este comportamento do consumidor brasileiro, já que somos adeptos do bom e velho fiado, e os cartões de prazo, ou melhor, de crédito, nos permitem essa prática com muito mais facilidade e comodismo: vou comprar agora e pagar depois. É o que costumo chamar de FIADO ELETRÔNICO.

Fim do monopólio no mercado de cartão de crédito

Mas o que isso tem a ver com o empresário de micro e pequena empresa? Ou melhor, o que isso tem a ver com os três milhões de micro e pequenas empresas que ainda não aceitam cartão de crédito em suas transações comerciais?

Esse número representativo de empresas que ainda não utilizam os benefícios proporcionados pela venda com cartões – vantagens que vão desde a possibilidade de aumentar as vendas e reduzir a inadimplência até a alternativa de fonte de capital de giro – é reflexo de uma indústria que até meados de 2010 operava em um sistema de duopólio. As duas maiores bandeiras do País (VISA e MASTERCARD) tinham contratos de exclusividade com as duas maiores credenciadoras do mercado (CIELO E REDECARD), o que forçava o empresário a ter no mínimo duas “maquininhas” no seu estabelecimento e, consequentemente, pagar os custos apresentados. Em resumo: não havia concorrência.

Felizmente, isso é coisa do passado e os efeitos da quebra da exclusividade devem ser aproveitados pelos empresários, especialmente por esse grande contingente que ainda não está no mercado de cartões de pagamento.

Dicas para MPEs adotarem o cartão de crédito como meio de pagamento

Tenha no seu radar 10 importantes dicas, antes de contratar o serviço de uma credenciadora de cartões:

1)    PESQUISE os preços e as condições praticadas pelas credenciadoras ou pela instituição financeira que oferte a maquininha do cartão;

2)    APROVEITE os benefícios decorrentes da concorrência entre os agentes deste mercado;

3)    AVALIE se uma proposta de fidelização com uma credenciadora traz benefícios para a sua empresa durante todo o período;

4)    CALCULE os custos totais para ter a maquininha, pois a redução nas taxa de administração pode representar mais economia do que a redução de aluguel;

5)    LEMBRE que uma maquininha recebe cartões da maioria das bandeiras, mas CONSIDERE que os seus clientes podem utilizar cartões com bandeiras locais ou regionais;

6)    AMPLIE os serviços oferecidos na maquininha como forma de aumentar o fluxo na sua loja: recarga de celular, vale gás etc.;

7)    INOVE utilizando o celular para a captura de vendas e para dar mobilidade aos negócios;

8)    COMPARE a melhor opção de capital de giro utilizando os recebíveis dos cartões de crédito (antecipação ou financiamento);

9)    UTILIZE os serviços prestados pelas credenciadoras no atendimento aos lojistas, que compreendem suporte técnico, manutenção de equipamentos, relatórios gerenciais, etc..

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga