Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Saiba como fazer a gestão financeira do seu pequeno negócio

Saiba como fazer a gestão financeira do seu pequeno negócio

A boa gestão financeira é fundamental para que um negócio comece a crescer e a empresa alcance novos patamares. A boa administração contempla desde empresas de comércio e varejo, até, por exemplo, especializadas em descarte de lixo eletrônico.

Adotando medidas para boa gestão financeiro, o empresariado poderá alcançar diversas vantagens, como, por exemplo:

  • Maior flexibilidade para novos investimentos;
  • Mais tranquilidade para lidar com problemas internos;
  • Maior estabilidade emocional;
  • Maiores chances de atrair parcerias comerciais;
  • Entre outros.

Tendo em vista a importância desse tema, produzimos um artigo para falar mais sobre a gestão financeira em pequenos negócios e dicas que o pequeno empresário deve considerar desde já. Gostou do assunto? Então siga conosco e confira. 

A contabilização de custos

Praticamente quase todo o pequeno empresário começa lidando com um orçamento baixo, pois precisa iniciar o fluxo produtivo para que a empresa retorne o valor investido.

Nesse momento, é importante contabilizar todos os custos com matéria-prima, mão de obra, contratação sob CLT ou agência terceirizada, infraestrutura, contas do imóvel, entre outras.

Com isso, se você está iniciando uma empresa para fabricar bisnaga de plástico, por exemplo, fazendo a contabilidade dos custos, lhe dará um melhor controle financeiro, para consequentemente analisar o retorno do investimento.

O acompanhamento mensal dos custos e retorno

A cada 30 dias é importante fazer o levantamento do lucro e da despesa do mês. Não se assuste, se no começo a despesa for um pouco maior que os lucros, isso é algo comum em empresas que estão começando.

No entanto, atente-se na repetição de déficit. Suponhamos que você tenha uma empresa que vende amplificador de som e está há 5 meses tendo prejuízo, é sinal que algo está errado.

A análise de déficit empresarial

Se sua empresa está tendo um prejuízo considerável nos últimos meses, então é sinal que algo não vai bem. 

Consequentemente é preciso fazer o levantamento de todos os custos que estão atrelados a sua produção e depois, os custos que estão atrelados ao imóvel em si. 

É preciso caracterizar onde está gerando a sangria e ela pode vir de diversos lugares, como na mão de obra excessiva, no aluguel do imóvel acima do valor considerado razoável, na falta de comprometimento do setor de vendas, entre outros.

Não tenha medo de fazer mudanças

Somente fazendo mudanças é que os resultados poderão se alterar. O processo de abertura de uma empresa e de expansão no mercado é um dos mais hostis para o empresário, no entanto, é necessário se mexer para que seu projeto não chegue ao fim.

Revise as contas, converse com os funcionários, reavalie o atendimento e a execução dos serviços da empresa e não deixe de investir em campanhas de marketing. Existem inúmeras possibilidades para manter a gestão financeira dentro do cronograma.

Procure por bons investimentos

Por fim, ressaltamos a importância de encontrar bons investimentos. Sempre esteja atento para as promoções do mercado, seja de matéria-prima, seja de um empréstimo com baixos juros que ajudará você a fazer um investimento novo para sua empresa.

Atente-se às possibilidades, pois elas são infinitas. 

Esperamos que esse texto venha lhe ajudar com as questões de gestão financeira para pequenas empresas. Compartilhe com seus parceiros comerciais e nos siga para mais conteúdos do tipo. 

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

You must login to add a comment.

Posts relacionados