CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Produtor: prepare-se para o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras

Produtor: prepare-se para o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras

FLV_Capa 2

Melhores nichos de mercado e as ações conjuntas que visam aumentar o consumo no país

As oportunidades no mercado de frutas, legumes e verduras (FLVs) começam no setor produtivo. Os produtores devem estar atentos ao fato de que a busca por uma vida mais saudável pede também maior diversificação dos produtos, além da atenção a diversos critérios que impactam a escolha do cliente.

Uma pesquisa da Emater aponta novos nichos de mercado a serem explorados:

  • produtos orgânicos;
  • produtos hidropônicos;
  • produtos isentos de agrotóxicos e de agentes biológicos nocivos à saúde humana;
  • produtos desdobrados, diferenciados;
  • produtos minimamente processados (lavados, higienizados, cortados, descascados, picotados, ralados); e
  • produtos agroindustrializados.

Algumas dessas categorias podem ser exploradas tanto por quem produz quanto por quem revende.

No que diz respeito aos empreendimentos focados na venda de FLVs (tais como feiras, mercearias e supermercados), atualmente, além de informações sobre a forma de cultivo, é recomendado ainda expor, em displays, no ponto de venda ou na embalagem, especificações da origem do produto: a porcentagem de desperdício na produção, a integração da plantação com a vegetação local e o dia de colheita. É importante destacar que o volume de comercialização de alimentos saudáveis tende a crescer e ganha quem melhor se organizar com seu fornecedor e quem melhor ofertar seus produtos ao cliente.

Esse crescimento acontece em conjunto com o trabalho de médicos para diminuir a incidência de obesidade no país.  No Brasil, segundo consta do relatório da Organização das Nações Unidas (OMS) sobre as Estatísticas Mundiais de Saúde, publicado em 2012, a obesidade atinge 12,5% entre os homens e 16,9% entre as mulheres e o excesso de peso é observado na metade da população. Associado a esses dados, estima-se que as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), que incluem a obesidade, são responsáveis por 72% das causas de morte no país.

De acordo com dados da OMS, o consumo diário ideal desses produtos por pessoa é de 400g e apenas 18,2% da população brasileira consome o recomendado.

Campanha da Abracen visa aumentar o consumo de FLV

Atento às mudanças de mercado, em março, a Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento (Abracen) lançou a primeira fase da Campanha Nacional de Incentivo ao Consumo de FLVs.

No lançamento, 51 Centrais em todo o Brasil haviam aderido à ação que foi implantada em cada unidade. O objetivo da campanha envolve diversas instâncias governamentais que permeiam a agricultura – da produção à comercialização -, saúde, educação e desenvolvimento social.

Um dos objetivos é incentivar a população a aumentar o consumo dos produtos, institucionalizando as Centrais de Abastecimento (Ceasas) como equipamentos públicos que organizam o fornecimento desses alimentos diários nas mesas dos brasileiros.

A primeira fase da campanha é voltada aos permissionários das Centrais, com foco em como ofertar o produto com qualidade. Para que estas instruções cheguem às Ceasas, serão realizadas oficinas voltadas para a capacitação de agentes, gestores e técnicos das Centrais. A mobilização já foi lançada em 77,5% das Centrais de Abastecimento de todo o país. Até o final deste ano, cerca de 8,5 mil permissionários deverão ser capacitados. A segunda fase será voltada aos consumidores que frequentam as Centrais.

O Sebrae tem uma equipe que poderá auxiliar o agricultor hortigranjeiro, o agricultor familiar, o vendedor autônomo e também o comerciante de pequeno porte a preparar-se para atender as novas demandas do mercado de frutas, verduras e legumes. A equipe Sebrae poderá ajudar a dimensionar em que medida é possível ampliar os negócios, seja na produção ou comercialização, de modo a atender a demanda crescentes do mercado por esse tipo de produto.

Procure a unidade mais próxima do Sebrae, localizando-a em: http://www.sebrae.com.br/

Leia também: Práticas que fortalecem o mercado de minimamente processados

 

Deixe um comentário

Sobre Sebrae RespostasDeixa eu ver qual é

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga