CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Divulgação para a nova imagem da cachaça

Este momento de grande fluxo de turistas, que antecede os eventos esportivos como a Copa do Mundo e a Olimpíadas, é muito favorável para o setor produtivo da cachaça. Principalmente na última década, o reconhecimento internacional da cachaça tem contribuído para mudar a imagem do produto junto aos próprios brasileiros, dando-lhe um status de bebida fina e requintada, merecedora dos mais exigentes paladares. A mudança no status do produto se reflete na sua presença em lojas especializadas em bebidas e nos restaurantes sofisticados. Diante disso, é extremamente importante a realização de ações marketing para ratificar a qualidade do produto e sua expansão no mercado internacional, o que se contrapõe à ...

Ler mais ou responder

Se há setores na economia brasileira em que sobram dúvidas se a Copa do Mundo será um bom negócio, o de pagamentos eletrônicos não é um deles. O fluxo de turistas atrás das partidas do Mundial entre junho e julho deve trazer um "bônus" de, no mínimo, R$ 5,9 bilhões em compras com cartão para o Brasil neste ano. Com esse volume, o crescimento do mercado de cartões brasileiro deve se aproximar de 18,3% em 2014, para R$ 956 bilhões em transações, em linha com o desempenho de 2013. Sem o bônus, o avanço desaceleraria para cerca de 17,6%. Os cálculos foram feitos pelo Credit Suisse. Entre as gigantes do setor de cartões, ...

Ler mais ou responder
Copa e Olimpíada trazem oportunidades para turismo e hotelaria, mas é preciso cautela

Matéria publicada no Estadão PME e escrita por Hugo Passarelli chama a atenção para o fato de que a realização de dois importantes eventos esportivos nos próximos dois anos - a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 - vão colocar o Brasil nos holofotes do mundo. De acordo com o texto, nos setores de hotelaria e turismo, isso pode significar um bom momento para iniciar o próprio negócio. No entanto, especialistas alertam que é preciso cuidado ao lançar novos empreendimentos só para aproveitar o 'boom' gerado pelos eventos. "A Copa do Mundo, por exemplo, vai ajudar, mas só durante 30 dias, então eu tenho ...

Ler mais ou responder

De acordo com matéria publicada no EstadãoPME, o momento ruim que atinge a economia brasileira ainda passa longe do mercado de franquias. Enquanto a média das previsões do mercado para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2013 está na casa dos 2,30%, o setor de franquias deve fechar o ano com alta de 13,5%, segundo previsão da Associação Brasileira de Franchising (ABF). O resultado, diz o vice-presidente da organização, Gustavo Schifino, ficará pouco abaixo da previsão feita no início do ano (crescer 14% e faturar R$ 117 bilhões), mas confirma a importância do setor, que avança a taxas de dois dígitos desde 2005. “As franquias ...

Ler mais ou responder
Os Pequenos Negócios e as Oportunidades com o Governo – Uso do Poder de Compra do Estado

As experiências internacionais mostram que o papel das micro e pequenas empresas como fator estratégico de desenvolvimento local já foi absorvido. O destaque é para a necessidade de utilização do poder de compra do governo como forma de incentivar o crescimento econômico regional, garantir estabilidade de demandas para o setor produtivo e fortalecer a longevidade dos pequenos negócios. O “Uso do Poder de Compra do Estado” significa comprar de segmentos estratégicos e relevantes para o desenvolvimento econômico e social sustentável. Este é um mecanismo eficaz para reinvestir o orçamento do poder público no próprio município, fazendo com que os fluxos de negócios e a geração de renda sejam distribuídos num contexto de mercado local ou regional e os incentivos à produção ...

Ler mais ou responder

Há quem discuta se o Brasil está ou não preparado para sediar grandes eventos, a exemplo da Copa do Mundo FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos do Rio de janeiro de 2016. Vejamos. Se você não sabe quais serão os benefícios para o país, analise a tabela a seguir, onde comparamos esses dois mega eventos. Os números são impressionantes. Olimpíadas de Pequim 2008   Copa do Mundo 2010 Nº de atletas  10.500 740 Delegações  205 32 Nº de competições  332 64 Eventos por dia 

Ler mais ou responder
Economia Criativa: oportunidades de negócio na Copa 2014

[caption id="attachment_18689" align="alignright" width="432" caption="Promover a gastronomia brasileira é uma forma de agregar valor aos atrativos do País"][/caption] A Economia Criativa é formada por “setores cujas atividades produtivas têm como processo principal um ato criativo gerador de valor simbólico, elemento central da formação do preço, e que resulta em produção de riqueza cultural e econômica”. (MC - Secretaria da Economia Criativa) A diversidade cultural e natural do Brasil torna muito expressiva o valor da produção da Economia Criativa, o que permite antever oportunidades efetivas durante os megaeventos esportivos (Copa das Confederações, em 2013, e Copa do Mundo da FIFA, em 2014) em segmentos relacionados ao entretenimento, lazer, cultura e gastronomia. Sem ...

Ler mais ou responder
Marcas relacionadas à Copa 2014 serão protegidas

[caption id="attachment_18275" align="alignright" width="360" caption="Só entes autorizados tem sinal verde para usar as marcas das Fifa"][/caption] Os megaeventos esportivos que ocorrerão no intervalo de três anos (de junho de 2013 a agosto de 2016) propiciam oportunidades de negócio amplamente divulgadas e estimuladas. Entretanto, avaliar em que condições devem ser aproveitadas é imperativo para que os empreendedores obtenham sucesso e não tenham problemas de ordem legal, principalmente, com proteção de marcas da Fifa e dos patrocinadores dos eventos e com áreas de restrições comercias – que em conjunto com o poder público local serão definidas para também preservar interesses comerciais dos promotores. As regras de proteção às marcas tem o objetivo de ...

Ler mais ou responder
A Copa se transforma em negócios em todo o território nacional

O lançamento pela FIFA da primeira lista de centros de treinamento de seleções (CTS) para o Mundial de 2014 amplia o número de localidades que vão vivenciar de forma mais efetiva o clima de copa do mundo, com envolvimento direto de delegações, atletas, dirigentes, jornalistas, torcedores e muitos curiosos. Na primeira lista de CTS, lançada nesta quarta-feira (1º/8), a Fifa indicou 54 empreendimentos em 43 cidades de 14 estados. Investimentos serão realizados nos empreendimentos e com certeza nas cidades onde se localizam, com impacto direto na vizinhança de onde se localizam estes empreendimentos. Instituições, como a Agência Paulista de Fomento, já estão oferecendo linhas de credito ...

Ler mais ou responder
Brasilidade ao extremo

Acabamos de entrar em clima olímpico. No dia 25 de julho começou em Londres (Inglaterra) a Olimpíada 2012. Até o dia 12 de agosto, os noticiários estarão focados nos resultados e o acompanhamento do quadro de medalhas, o que atrai a atenção de multidões. Todos nós brasileiros torceremos unidos para que os cerca de 260 atletas brasileiros saiam vitoriosos. Cada medalha conquistada por um brasileiro será comemorada como se uma Copa do Mundo tivesse sido conquistada pela Seleção do Brasil. Entretanto, a significância de uma olimpíada transcende o lado esportivo. Isso porque a realização dos jogos olímpicos têm impacto no ambiente dos negócios antes, durante e depois do evento, deixando legados ...

Ler mais ou responder
A agenda positiva da Copa do Mundo Fifa 2014

Passada a EuroCopa e já em clima de Olimpíadas, que ocorre a partir do dia 25/7 em Londres, a sociedade brasileira voltou seu olhar para a Copa do Mundo Fifa 2014. O cenário que encontrou foi, entre outros aspectos, uma agenda negativa – consequência do atraso das obras das arenas e de mobilidade urbana – que começa a fazer parte do passado. As construções se encontram em pleno andamento, sendo que algumas ganharam maior visibilidade, uma vez que há previsão de serem entregues neste semestre. Outro fator que reflete a movimentação pró-copa, alguns empresários já demonstram que o Mundial pode ser um grande negócio. Tem ...

Ler mais ou responder

[caption id="attachment_1321" align="alignleft" width="248" caption="Produtores rurais querem lucrar com a Copa do Mundo 2014 e apostam no turismo rural"][/caption] O Globo Rural passa a exibir, esta semana, uma série de reportagens sobre pequenos produtores rurais que estão se preparando para as oportunidades da Copa do Mundo 2014. Nesta terça-feira (24), o programa abordou as atividades de turismo rural no município de Socorro, em São Paulo. Além de estruturar roteiros de visitação a propriedades para os turistas conhecerem a vida e produção no campo, o projeto prevê a adequação da produção da agricultura familiar em hotéis, restaurantes e bares durante a Copa nas cidades sede. Estas iniciativas contam com apoio dos ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Turismo ...

Ler mais ou responder