CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Produtos de ovinos e caprinos têm forte aceitação no mercado baiano

Produtos de ovinos e caprinos têm forte aceitação no mercado baiano

156

Originados da ovinocaprinocultura, os produtos como carne, leite e pele têm apresentado crescente procura e aceitação no mercado interno e externo. Na Bahia, o Sebrae desenvolve programas regionais e ações de apoio ao setor, por meio de treinamentos e missões técnicas, promoção comercial, adequação tecnológica, entre outras ações.

Esse trabalho é destinado aos agricultores familiares, às agroindústrias e às empresas participantes da cadeia produtiva de ovinocaprinocultura de corte das regiões de Juazeiro, Jussara e Pintadas, com previsão de ampliar o atendimento para mais quatro regiões: Oliveira dos Brejinhos, Anagé, Santa Luz e Uauá.

Números de envolvidos

No Sertão do São Francisco, região de Juazeiro, existe cerca de 400 agricultores familiares que são fornecedores de carne ovina e caprina. Esse grupo detém, aproximadamente, 77 mil animais, sendo 33 mil caprinos e 44 mil ovinos.

Já na região de Irecê, o Projeto de Jussara abrange um grupo de 400 agricultores familiares integrados a Cooperativa dos Empreendedores Rurais de Jussara (Coperj) e a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Jussara (Accojus), com aproximadamente 65 mil animas, divididos entre ovinos e caprinos.

Em Pintadas, região de Ipirá e Feira de Santana, aparece também um forte grupo de 400 agricultores familiares participantes da Cooperativa Agroindustrial Pintadas Ltda. (Cooap) que abrange os municípios da Bacia do Jacuípe e da região Sisaleira.

A profissionalização da cadeia produtiva é fundamental para que os empreendimentos sejam economicamente viáveis e para que a atividade deixe de ser apenas uma cultura de subsistência. Afinal, com a demanda crescente pelos produtos do setor da ovinocaprinocultura, há também a necessidade de modernização em atividades agroindustriais, ações mercadológicas, comercialização e gerenciamento dos empreendimentos, entre outros aspectos.

O papel do Sebrae

Daí o importante papel do Sebrae em desenvolver trabalhos de assessoria gerencial para três projetos da atividade no Estado: o Complexo Agroindustrial de Produtos Derivados no município de Jussara; a Fazenda Icó, no município de Juazeiro; e o abatedouro-frigorífico de caprinos e ovinos em Pintadas.

Os produtos da ovinocaprinocultura como carne, vísceras, pele e o leite apresentam uma forte identidade com o sertão e são bem consumidos na Bahia. A carne apresenta um bom crescimento do consumo, além das linguiças, dos defumados e de outros produtos como hambúrgueres e almôndegas.

As vísceras vermelhas e brancas servem de matéria-prima para o sarapatel e buchada (pratos típicos do Nordeste), enquanto o leite, que é de boa qualidade e digestivo, pode ser consumido ou transformado em iogurte ou queijo. A pele também é muito importante para o produtor, pois é utilizada como matéria-prima para o artesanato e para os artefatos de couro.

 

Para ter mais orientações sobre o assunto, acesse  http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/Busca?q=ovinocaprinocultura

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae