CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Produção de vinhos e espumantes no brasil

Produção de vinhos e espumantes no brasil

Devido aos grandes eventos em 2014 e os que estão próximos de acontecer em 2016 os olhos do mundo estão voltados para diversos produtos nacionais e com o vinho não poderia ser diferente.

sebrae mercado, produção de vinhos e espumantes

O Brasil vive um momento único. Crescimento econômico, aumento da renda, palco dos principais eventos esportivos mundiais, um país alegre e sedutor. Todos os fatores acima fazem deste o melhor momento para o vinho brasileiro. Ao produtor de vinhos cabe estar preparado para aproveitar estas grandes oportunidades e consolidar sua marca no mercado brasileiro.

O consumo brasileiro de vinhos é de 2,2 litros por pessoa por ano (dados do Anuário do Vinho 2013). Parece pouco se comparado à França, maior consumidor mundial, com 45,7 litros por pessoa por ano, ou mesmo comparando com nossos vizinhos Argentina (23,7 litros), Chile (18,8 litros) e Uruguai (25,6 litros). Porém, o consumo brasileiro cresceu 30% entre 2007 e 2010 uma das maiores taxas mundiais de crescimento. Se continuarmos neste ritmo vamos atingir 5 litros por pessoa ano a médio prazo o que representaria mais que dobrar o consumo atual.

O grande volume de vinhos consumido atualmente no Brasil são vinhos de uvas não viníferas (vinhos de mesa) que são comercializados na faixa de R$ 3,00 a R$ 7,00. A medida que a renda aumenta o consumidor vai se aventurando em vinhos de uvas viníferas (vinhos finos), a preços que iniciam em R$ 8,00. Este mercado de “vinhos finos de entrada” é hoje dominado pelo Chile e Argentina, mas demonstra o grande potencial para vinhos brasileiros competitivos.

O consumidor brasileiro tem hoje a sua disposição algo em torno de 40 mil rótulos de 32 países diferentes. Isso demonstra o grande interesse que o Brasil vem despertando em outros países produtores e acima de tudo o grande potencial do mercado brasileiro.

E fundamental para competir neste mercado ter um produto que além de preço competitivo tenha um excelente padrão de qualidade. Os vinhos brasileiros foram por muitos anos considerados vinhos de qualidade duvidosa (com raras exceções). Esta é uma realidade que ficou para trás, pois os vinhos brasileiros vêm a cada ano comprovando sua qualidade e conquistando o mercado. Em 2012 conquistaram 251 prêmios em concursos de vinhos ao redor do mundo, sendo 30 no International Wine Challenge um dos concursos mais disputados do mundo.

O consumo de vinhos nos países tradicionais consumidores (França, Itália) está caindo vertiginosamente, devido a mudança nos hábitos das gerações atuais que não tem tempo por exemplo para um almoço mais demorado regado a um bom vinho.

Contrário a esta tendência, no Brasil as taxas de consumo não param de crescer e o potencial a ser explorado é enorme. Aliado a isso o Brasil será palco nos próximos anos dos maiores eventos esportivos mundiais colocando o país, sua cultura, sua gente e seus produtos em evidencia. Na Copa do Mundo de 2014 as receitas devido ao fluxo dos turistas chegaram aos R$ 9,4 bilhões e mais oportunidades vem aí com as Olimpíadas Rio 2014.

Para obter mais informações sobre estas oportunidades de negócio acesse Ideias de Negócios: Vinhos e Espumantes.

Fonte: Sebrae 2014

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosDeixa eu ver qual é