CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O POTENCIAL DO ENOTURISMO

Enoturismo (também chamado de turismo de vinho ou turismo enológico) é o turismo motivado pelo vinho. Ele vem ganhando destaque no Brasil. Santa Catarina possui regiões com paisagens encantadoras e com condições propícias para a produção de vinhos, por isso, tem um grande potencial para este setor. O Sebrae/SC elaborou relatório que permite com que o leitor conheça as principais regiões do enoturismo no mundo e no Brasil e o que está sendo desenvolvido em Santa Catarina. Por fim, oferece um conjunto de dicas e orientações para empreender com o enoturismo. Confira aqui!

Ler mais ou responder
Boletim- Vitivinicultura Brasileira: um panorama geral

Observando a produção nacional de uvas (toneladas) por estado, torna-se nítido o destaque do Rio Grande do Sul como o maior produtor do País, que se somado à de Santa Catarina, faz com que a região Sul seja responsável por mais da metade da produção nacional de uva. As outras fatias significativas são oriundas de São Paulo, seguido por Pernambuco. Esta grande representatividade do Rio Grande do Sul, associado à produção vitivinícola, em grande parte é pautada na influência de imigrantes europeus italianos, que colonizaram a região. O Sul foi pioneiro na  implantação tanto dos sistemas de produção de uvas para vinhos, quanto para o processamento dessa bebida. Criar competências para produzir um ...

Ler mais ou responder

Capacitação beneficiará 20 pequenos produtores de Mossoró e Apodi. A meta é atingir uma produção anual de 60 toneladas de uva. Projetos inovadores estão transformando o modo de vida de pequenos produtores no interior do Rio Grande do Norte. Apoiados por ações do Sebrae no Rio Grande do Norte, agricultores familiares apostam na diversificação de culturas e encontram uma nova e viável alternativa de convivência com Semi-Árido Nordestino. É o caso do projeto Implantação de vinhedos para suco no Oeste Potiguar, que estimula o cultivo de uva nos municípios de Mossoró e Apodi. Inicialmente, serão beneficiados 20 produtores, que terão capacitação durante três anos. A capacidade produtiva será de 60 toneladas do produto ao ano.

Ler mais ou responder
Produção de vinhos e espumantes no brasil

Devido aos grandes eventos em 2014 e os que estão próximos de acontecer em 2016 os olhos do mundo estão voltados para diversos produtos nacionais e com o vinho não poderia ser diferente. O Brasil vive um momento único. Crescimento econômico, aumento da renda, palco dos principais eventos esportivos mundiais, um país alegre e sedutor. Todos os fatores acima fazem deste o melhor momento para o vinho brasileiro. Ao produtor de vinhos cabe estar preparado para aproveitar estas grandes oportunidades e consolidar sua marca no mercado brasileiro. O consumo brasileiro de vinhos ...

Ler mais ou responder
A importância do design para o agronegócio

O design, em todas as suas aplicações, é ferramenta estratégica e imprescindível para empresas de todos os portes e segmentos.   O documento "O Design no Agronegócio" mostra como se dá a aplicação de áreas do design nestes segmentos de negócios. O objetivo é levar uma nova visão sobre o significado do design e inspirar a avaliação e implementação de ações estratégicas baseadas nos conceitos apresentados. O design amplamente empregado no agronegócio vai agregar mais valor e qualidade ao seu produto e serviço. Exemplos de aplicações para cultura do café, produtos ...

Ler mais ou responder
O mercado da uva

Altamente apreciada para consumo “in natura”, a uva também é utilizada na fabricação de diversos produtos, como suco, doce, geleia, vinho e vinagre, além de fornecer outros subprodutos, como corantes naturais, ácido tartárico, óleo de semente e taninos. Sua produção nacional é destinada ao mercado doméstico e internacional, sendo que está concentrada no Rio Grande do Sul, onde são elaborados 300 milhões de litros de vinho e mosto como média anual, representando 95% da produção nacional. No mercado interno, o produtor convive, em alguns anos, com o excesso de oferta no pico das safras. Isto provoca uma significativa redução de preços na lavoura, que se estende para o consumidor. Como a oferta ...

Ler mais ou responder
Fornecimento de produtos para as refeições fora do lar: bebidas

A Pesquisa sobre Oportunidades no Fornecimento de Produtos do Agronegócio no Segmento de Refeições Fora do Lar, já mencionada aqui no blog, também quis saber qual é o perfil das compras dos bares e restaurantes com relação às bebidas. Com as bebidas divididas em cinco categorias (cachaça; vinhos e espumantes; licores; sucos e concentrados; leite e derivados), o levantamento mais uma vez constatou a preferência dos estabelecimentos que servem refeições por adquirir os produtos de que necessitam nos atacadistas, com destaque para os leites e derivados (62,2%) e sucos e concentrados (65,5%). É interessante notar que leites e derivados têm um bom quantitativo de compras direto com o produtor. O ...

Ler mais ou responder
Como formalizar uma vinícola?

Ao invés de entregar sua produção para as vinícolas, muitos produtores têm buscado elaborar seu próprio vinho com as uvas produzidas. Outros têm encontrado na atividade vitivinícola uma realização pessoal. Todos, certamente, têm como objetivo elaborar os melhores vinhos. Mas, nem sempre é simples o caminho entre o sonho e a sua concretização. O ideal é começar a trilhá-lo de maneira correta, para evitar obstáculos posteriores que possam inviabilizar esse objetivo. Hoje, no Brasil, para que se possa produzir vinhos e derivados da uva e do vinho, é obrigatória a constituição de uma pessoa jurídica - com CNPJ - para que esta responda pela produção, desde os processos até o produto final ...

Ler mais ou responder
Segmento de licores se reinventa e surpreende

Os licores são uma categoria de bebidas que têm se reinventado, tanto pela evolução tecnológica como pela diversidade de sabores. As vendas do segmento no Brasil atingem em torno de 7 milhões de litros/ano. Os licores representam a mais vasta categoria entre todas as bebidas destiladas e, na maior parte, sua origem é de antigos elixires de ervas. No mundo, os números surpreendem: somente os cinco mais importantes licores - entre mais de 300 marcas comerciais de licores existentes - vendem mais de 230 milhões de litros ao ano. Em recente pesquisa publicada pela Brand Finance, sobre as 45 mais valiosas marcas de bebidas, seis marcas de licores foram citadas e a ...

Ler mais ou responder
Exigências do mercado aquecem assessoria de certificações

A atividade de assessoria na obtenção de certificações vive um momento bastante otimista devido às novas exigências do mercado por produtos com garantia de qualidade, de procedência e de respeito aos aspectos de sustentabilidade. O empreendedor do setor é responsável por demandar selos e certificados, que serão capazes de gerar mais resultados aos clientes e benefícios aos consumidores. Qualquer produto pode levar um selo, marca ou certificado, seja ele fruto de extrativismo, cultivo, industrialização ou até mesmo da alta tecnologia, principalmente para certificações de comércio justo e selo social. Já a certificação de orgânicos é mais utilizada por produtores rurais e unidades de beneficiamento de produtos rurais. Os registros de Indicação Geográfica ...

Ler mais ou responder
Novos rumos da vitivinicultura brasileira

A BBC Brasil noticiou que a Grã-Bretanha – o maior importador de vinho no mundo e terceiro maior importador de vinhos brasileiros – tem demonstrado maior interesse pelo vinho brasileiro. É por causa da Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016 que, acreditam as importadoras britânicas, haverá mais facilidade de introduzir rótulos brasileiros naquele mercado e apostam que o vinho vá cair no gosto dos locais. O projeto Wines of Brazil – uma parceria entre o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações (Apex) – espera que, em 2013, as exportações para a Grã-Bretanha tenham superado em 50% as do ano anterior, ...

Ler mais ou responder
Vitivinicultura brasileira em alta

O Brasil vive um momento único. Crescimento econômico, aumento da renda e palco dos principais eventos esportivos mundiais. Tais fatores fazem deste o melhor momento para o vinho brasileiro. Ao produtor, cabe estar preparado para aproveitar as grandes oportunidades e consolidar sua marca no mercado brasileiro. Aumento do consumo Nos últimos dez anos, 35 milhões de brasileiros foram incluídos na classe média e estima-se que gastaram mais de R$ 1 trilhão em 2012. Se mantida esta taxa de crescimento em 2022, 57% da população brasileira estarão na classe média e, com isso, haverá o surgimento de novos grupos de consumidores. No Brasil, o consumo per capita de vinhos fica em torno de 2,2 litros, ...

Ler mais ou responder