CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Projeto estimula cultivo de uva no Rio Grande do Norte

Capacitação beneficiará 20 pequenos produtores de Mossoró e Apodi. A meta é atingir uma produção anual de 60 toneladas de uva.

Projetos inovadores estão transformando o modo de vida de pequenos produtores no interior do Rio Grande do Norte. Apoiados por ações do Sebrae no Rio Grande do Norte, agricultores familiares apostam na diversificação de culturas e encontram uma nova e viável alternativa de convivência com Semi-Árido Nordestino. É o caso do projeto Implantação de vinhedos para suco no Oeste Potiguar, que estimula o cultivo de uva nos municípios de Mossoró e Apodi. Inicialmente, serão beneficiados 20 produtores, que terão capacitação durante três anos. A capacidade produtiva será de 60 toneladas do produto ao ano.

O projeto está na fase de seleção de áreas e análise de solos. Posteriormente, os pequenos produtores serão capacitados quanto à instrução para sistema de condução e irrigação. O investimento, proveniente do programa SebraeTec, corresponde a R$ 80 mil nos seis primeiros meses.

“Esta capacitação é mais uma alternativa de oferecer novas oportunidades para os agricultores familiares que estão acostumados a lidar com as culturas tradicionais. A uva é um produto novo na região e tem viabilidade produtiva e comercial. A ideia é promover o desenvolvimento social e econômico destas pessoas”, detalha o gestor de Fruticultura do Sebrae-RN, Franco Marinho.

“A uva é um produto novo na região e tem viabilidade produtiva e comercial” Franco Marinho – Gestor de Fruticultura do Sebrae-RN

“Inicialmente, o trabalho vai ser desenvolvido em áreas de meio hectare. O nosso consultor e professor-doutor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Django de Jesus, vai visitar as áreas. Esperamos com isso possibilitar o desenvolvimento econômico-social destes produtores”, disse o gestor de fruticultura do Sebrae/RN, Franco Marinho.

A viabilidade da produção de uva no Estado vem sendo estudada há mais de quatro anos pelo professor Django de Jesus, na Ufersa, com o tema: “Produção de uva de mesa com baixo impacto ambiental no Vale do Mossoró/Açu”. As uvas produzidas no projeto pertencem às variedades Itália Melhorada, Isabel Precoce e Niágara Rosada e tem qualidade semelhante ou superior às de polos conhecidos do Sul do Brasil.

Outro diferencial do projeto é a forma de produção com baixo impacto ambiental, pois usa menos defensivos agrícolas. Graças às condições de pouca chuva, muito sol e baixa umidade da região semiárida, é possível fazer até duas colheitas por ano, o dobro da capacidade de colheita de regiões de clima frio, como o Sul do país.

A inserção da uva como cultura destinada à produção de suco acontece após pesquisas realizadas pela Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), que confirmam a viabilidade técnica do cultivo do produto na região. O trabalho junto aos agricultores familiares foi realizado pelo professor doutor da Ufersa e consultor do Sebrae-RN Django Jesus. Ainda no âmbito da plantação de uva, o Sebrae-RN promoveu, dentro da programação da Feira Internacional da Fruticultura Irrigada (Expofruit), que ocorreu em setembro, uma capacitação relativa ao plantio da fruta. O curso terá duração de 15h.

 

Saiba mais sobre a produção de Uvas no Rio Grande do Norte no site do Agro Sebrae.

 

Fonte: Agro Sebrae

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae