CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Matéria publicada no portal G1 destaca o crescimento do mercado de brechós e de venda de produtos usados no Brasil. Segundo comerciantes e especialistas ouvidos pela reportagem, essa tendência é resultado da combinação entre o crescimento de consumidores mais consciente e menor preconceito em relação a itens de segunda mão. O resultado é que existem negócios que vão desde brechós com artigos de grife, como bolsa da Louis Vuitton a cerca de R$ 1,5 mil, a site para venda de produtos para bebês e crianças. Dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostram que as micro e pequenas empresas que comercializam artigos usados cresceram 210% em cinco anos. O número passou de 3.691 ...

Ler mais ou responder
SICC 2014: elo entre a indústria calçadista e lojistas

  O Salão Internacional do Couro e do Calçado (SICC) apresenta anualmente os lançamentos da indústria brasileira para a coleção Primavera-Verão em calçados e acessórios. Na edição deste ano, realizada entre os dias 26 a 28 de maio, 350 expositores mostraram as novidades para 2014/2015. O evento, que chegou em sua 23ª edição e tem como foco exclusivo os lojistas, aconteceu em Gramado (RS) e reuniu 1,5 mil marcas do mercado nacional e 15 mil visitantes, grande parte lojistas de todo o Brasil em busca de novidades, preços atrativos e novos fornecedores. Por ser um elo entre fabricantes e lojistas, o salão permite a definição e a renovação de estoques para a nova temporada. Sendo ...

Ler mais ou responder
Comércio varejista de acessórios de moda: informações relevantes

No último post inspirado no Estudo Setorial Comércio Varejista de Acessórios, do Sebrae Nacional, vamos abordar aspectos importantes que todo empreendedor do segmento precisa conhecer: instituições, associações, sindicatos e entidades de classe; formadores de opinião e pesquisas acadêmicas; e publicações e principais eventos do setor. Para começar, vamos apresentar as entidades representativas do segmento de joias, gemas e acessórios: SINDIJOIAS, SNCAPP, SINDIJOPA, SINDIJOR, SINDIPEDRAS, SINTRAJOIAS e SINDICOM. Elas entidades existem com o objetivo de desenvolver e apoiar ações que visem ao aprimoramento do processo de confecção e a comercialização dos produtos do segmento de acessórios. Elas também incentivam o associativismo que auxilia o empresário a fortalecer seus pontos fortes ...

Ler mais ou responder
Varejo de acessórios de moda: concorrentes e fornecedores

Historicamente, os micro e pequenos empreendimentos têm nas grandes empresas um de seus principais concorrentes. O segmento de acessórios não é diferente, tendo em vista que os grandes magazines compram em grandes quantidades e por isso conseguem fidelizar consumidores, principalmente aqueles das classes C e D. Esses negócios oferecem grande quantidade de produtos incluindo diversas categorias de vestuário e acessórios para adultos e crianças, por meio de marcas próprias e produtos licenciados, juntamente com o investimento em espaços e lojas personalizadas, como, por exemplo, a Riachuelo Mulher. Além disso, investem em desenvolvimento de pequenas coleções de curto prazo com ícones internacionais e fashion, como Gisele Bündchen, Fergie, Beyoncé e Shakira, como é ...

Ler mais ou responder
Acessórios de moda: franquias também são opção

Pesquisas recentes da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que o setor de franquias tem sido um bom negócio nos últimos anos. Somente entre 2012 e 2013, o crescimento foi de 14%, gerando um faturamento de cerca de R$ 117 bilhões. No Brasil, o mercado de acessórios cresceu de forma considerável nos últimos anos. De acordo com a ABF, acessórios pessoais é um dos segmentos que mais cresce no setor de franquias. O comércio de bijuterias está inserido nesse segmento e, em 2012, apresentou um faturamento de R$ 4,8 bilhões e crescimento de 29,9% em relação a 2009. A instituição apresenta também o formato de microfranquia, cuja principal característica ...

Ler mais ou responder
Perfil do consumidor de moda: e-commerce

No post de ontem (5) da série sobre o Estudo Setorial Comércio Varejista de Acessórios falamos sobre o perfil do consumidor de moda em geral. Hoje continuamos a falar sobre o assunto, mas com um recorte específico: quem é o consumidor que compra artigos de moda pela internet? O comércio virtual é a grande tendência do setor de varejo, tendo em vista que os custos de uma loja virtual são muito menores do que os de um estabelecimento comercial comum. No varejo on-line não há gastos com aluguel e manutenção de pontos comerciais, assim como menor necessidade de funcionários. De acordo com o E-bit, a expectativa para 2013 era ...

Ler mais ou responder
Saiba mais sobre o perfil do consumidor de moda

O segmento de acessórios tem crescido bastante nos últimos anos devido não só à economia e à moeda estáveis, mas também à forte ampliação do consumo brasileiro da classe C, à melhoria de qualidade e produtividade da indústria e também por ser uma opção de consumo mais acessível. Esta é uma das conclusões apresentadas no Estudo Setorial Comércio Varejista de Acessórios, lançado recentemente pelo Sebrae. A publicação também chama a atenção para o fato de que os artigos de vestuário encontram-se na quinta posição entre os itens com maiores gastos das famílias brasileiras. Em média, cada família gasta R$ 118,20 por mês com produtos desse segmento, ficando atrás apenas ...

Ler mais ou responder
Comércio varejista de acessórios de moda: estatísticas

Joias, gemas, folheados, bijuterias, óculos, meias, cintos, luvas, lenços, gravatas, chapéus e bonés são apenas alguns dos inúmeros acessórios de vestuário e afins. E eles representam uma parcela importante das vendas do setor. Para se ter uma ideia, em 2012 as vendas de acessórios de moda aumentaram 14%, atingindo a cifra de R$ 1,04 milhões. O faturamento de gemas, joias e bijuterias em 2012 foi de R$ 7,5 bilhões, sendo 40% referente ao setor de varejo. É exatamente nesse segmento que vamos aprofundar na série de posts que começamos agora. Fundamentados no Estudo Setorial Comércio Varejista de Acessórios, elaborado pelo Sebrae Nacional, os posts abordarão aspectos como: ...

Ler mais ou responder

O Brasil destaca-se entre os fabricantes de manufaturados de couro, detendo o terceiro lugar no ranking dos maiores produtores mundiais, com produtos que aliam design, moda e preços competitivos. Calçados esportivos e sandálias de couro, principalmente quando produzidas de acordo com o conceito ecofriendly, são alguns dos produtos mais procurados por turistas, viajantes e consumidores em geral para atividades de esporte e lazer. Um exemplo de sustentabilidade na indústria de calçados é a linha Bio-Attitude da Kildare, que investe na sua produção usando couro ecológico. A marca também utiliza fios reciclados de garrafas PET e aparas de tecidos descartados na indústria têxtil como bases o calçado. Os solados dos artigos da linha ...

Ler mais ou responder