CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Oportunidade tributária para 2014

Para incentivar empresas e profissionais envolvidos com projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014, o Governo Federal editou o Decreto 7.578, de 2011. O Decreto regulamenta as medidas tributárias previstas na Lei no 12.350, de 2010, que trata da realização, no Brasil, da Copa das Confederações FIFA 2013 e da Copa do Mundo FIFA 2014.

Os benefícios fiscais previstos no decreto podem se tornar um diferencial competitivo para as empresas que atuam, direta ou indiretamente, nos projetos relacionados a esses eventos. Dentre os incentivos, inserem-se isenções de tributos federais devidos na importação de bens ou mercadorias para uso ou consumo exclusivo na organização e realização dos dois eventos.

Segundo o Jornal Brasil Econômico, a combinação dos tributos federais pode chegar à desoneração de aproximadamente 49% a 55%, dependendo dos produtos ou mercadorias importados. O jornal diz que estudos apontam que raramente as empresas estão atentas a esses incentivos.

A isenção em questão aplica-se apenas a atividades próprias e diretamente vinculadas à organização ou realização dos eventos e são exigidos requisitos para que essas normas se apliquem.

Competições

Eventos relacionados

Parceiros Comerciais e Prestadores de Serviços* da Fifa

Bens ou mercadorias importados com isenção

– Copa das Confederações FIFA 2013 e Copa do Mundo FIFA 2014 – Congressos, sorteios, lançamentos e cerimônias em geral;- Shows e atividades culturais;- Partidas ou treinos de futebol;- Qualquer atividade realizada ou organizada visando as competições. – Pessoa jurídica licenciada ou nomeada, com base em qualquer relação contratual, em relação aos Eventos, bem como os seus subcontratados, para atividades relacionadas aos Eventos.* Serviços em lista anexa. – Alimentos, suprimentos médicos,  combustível,  materiais de escritório;– troféus, medalhas, placas, estatuetas, distintivos, flâmulas, bandeiras e outros objetos comemorativos;- Material promocional, impressos, folhetos e outros bens com finalidade semelhante, a serem utilizados nos Eventos;

– Bens dos tipos e em quantidades normalmente consumidos em atividades esportivas da mesma magnitude e outros bens não duráveis cuja vida útil seja de até 1 ano.

A isenção abrange os seguintes impostos, contribuições e taxas:

–    IPI;

–    Imposto de Importação;

–    PIS/Pasep-Importação;

–    Cofins-Importação;

–    Taxa de utilização do Siscomex;

–    Taxa de utilização do Mercante;

–    Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante (AFRMM);

–    Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a importação de combustíveis.

Ainda que haja oportunidade tributária, o desafio iminente é oferecer à Fifa, suas subsidiárias e confederações os serviços e parcerias em que a legislação atribuiu isenções.

Saiba mais

Portal 2014

Confira os contatos da Fifa no Brasil.

Confira a íntegra do Decreto 7.581.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Lucio PiresSebrae

Analista Técnico do Sebrae Nacional. Trabalho com negócios digitais com formação em Negócios Exponenciais pela Singularity University – Califórnia, EUA. Especialista em Gestão de Pequenos Negócios (FIA/USP). Advogado especialista em Direito Empresarial (Estacio). Matemático com especialização em Finanças (UFBA).

Me siga