CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Tendências devem orientar as ações das MPEs

Micro e pequenas empresas devem identificar as tendências no mundo e adaptar seus negócios às mudanças para se destacar no mercado.

Por Joselma Carvalho*

Cuidado com o meio ambiente é tendência mundial; MPEs devem adotar meios de produção sustentáveis

As tendências geram transformação na vida das pessoas, trazem uma série de inovações e expressam a necessidade de uma sociedade. É diferente de modismos, como as coleções de roupas, sapatos e acessórios, que mudam a cada estação.

Para que possamos criar tendências é preciso ter um olhar visionário, está aberto para um novo modelo mental e sair da zona de conforto. Deve-se identificar as necessidades existentes no mercado, e, ao tentar resolvê-las, podemos criar produtos que se tornarão tendência durante décadas.

Você duvida? Alguns produtos foram as principais tendências no Século XX, e hoje é impossível nos vermos no mundo sem eles: o anticoncepcional foi primordial para a emancipação das mulheres; a internet transformou a comunicação mundial; e o viagra deu ao homem a possibilidade de ter qualidade de vida na terceira idade, e não apenas uma sobrevida.

O que é tendência?

Como podemos identificar uma tendência? A primeira e principal forma de identificarmos uma tendência é olhar os acontecimentos e analisar o que está mudando. No Século XXI, são tendências:

•    Nova estrutura de ciclo de vida e familiar: mulheres solteiras, relações consensuais, várias famílias sucessivas, casais gays;
•    Sustentabilidade: política ambiental;
•    Conteúdo e transparência: a humanização das marcas, sobretudo mostrando seus defeitos e pedindo desculpas;
•    Beleza e Design: a valorização de homens e mulheres comuns;
•    Bem estar: consumo de alimentos orgânicos, campanhas antitabagismo;
•    Longevidade: pais e mães cinqüentões, longevidade no trabalho;
•    Diversidade: gay friendly, consumo do multiculturalismo (várias etnias);
•    Get Free: Política de descontos, fidelidade dos consumidores compartilhada por várias empresas.

Acompanhar as tendências é muito importante para os micro e pequenos empresários. É importante compreender as mudanças sociais e as novidades para posicionar o negócio e se adequar às novas realidades.

* Joselma Carvalho é da Unidade de Acesso a Mercados do Sebrae Nacional.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae