CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Cafés gourmet e orgânico: concorrência

Para analisar a concorrência, é preciso levar em conta aspectos como qualidade do produto e forma de produção (orgânica), além do momento que se dá o consumo. Além disso, é fundamental lembrar dos outros concorrentes pertencentes à categoria de bebidas quentes: chá, achocolatados, bebidas à base de malte, entre outras. Levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) identificou que o "bebedor" de café também ingere outros tipos de bebidas, como: água, refrigerante, leite, sucos, vitaminhas etc. No entanto, o chá é o principal concorrente do café, seja em função das suas características, seja pelo possível consumo em todos os momentos citados de consumo do café. Na sequência aparecem os achocolatados. Já em ...

Ler mais ou responder
Cafés gourmet e orgânico: perfil do consumidor

Em 2010, a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) realizou uma ampla pesquisa sobre os hábitos de consumo de café. De acordo com o levantamento, 95% das pessoas são consumidoras de café, tendo ingerido a bebida no dia anterior ou no dia da entrevista. A faixa etária acima de 36 anos é a maior consumidora do produto, com 98% de penetração, seguida pela de 27 a 35, com 94%. Com relação à perspectiva de consumo no futuro, a pesquisa aponta manutenção dos volumes atuais para 78% dos entrevistados, mas 11% pretende diminuí-lo. A pesquisa também verificou que os consumidores são principalmente do gênero feminino (54%) e que a maior taxa de consumo se ...

Ler mais ou responder
Cafés gourmet e orgânico: análise do produto

O café deve ser analisado não apenas do ponto de vista da cultura, mas também do processo de industrialização (torra, moagem, processamento para instantâneo etc) e do ponto de vista da bebida resultante, que pode agregar valor à cadeia produtiva ou simplesmente descaracterizar uma boa matéria-prima. Nesse sentido, a análise do café passa por diversas etapas para certificar a qualidade do produto. Com a criação da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), foi iniciada uma fase de mudança na percepção negativa do brasileiro sobre o café consumido por aqui. Uma das ações adotadas foi o lançamento do Programa Permanente de Controle da Pureza de Café, que obteve redução nos índices de impureza ...

Ler mais ou responder