CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Seis erros de projeto para evitar no comércio

Fonte: Du Universo

Os varejistas sabem que devem fornecer produtos de qualidade e bons
serviços para prosperarem, mas muitas vezes, negligenciam a importância
do design da loja para o seu sucesso.
Lojistas às vezes tentam cortar custos ou simplesmente não planejam o seu espaço comercial.
“Há uma quantidade enorme de falhas no varejo”, diz Jerry Birnbach consultor em planejamento de lojas de Nova York.
Leia a seguir os seis erros mais comuns que devem ser evitados ao projetar a sua loja
1. Deixar de fazer uma inspeção completa das
instalações, principalmente no espaço para armazenamento de mercadorias
onde poderiam haver muitos problemas ocultos que custariam uma fortuna
para consertar se não forem descobertos antes de assinar um contrato de
longo prazo. Birnbach aconselha levar um arquiteto ou um empreiteiro de confiança para inspecionar antes de qualquer coisa;
2. Em matéria de giro de estoque muitos não se
preocupam com o design da loja e a entopem de produtos. Antes de
considerar as opções de projeto, você deve fazer algumas contas para
estimar a quantidade de mercadoria que você vai vender e quanto de
estoque será necessário manter na loja. Muitas vezes, os empresários não
têm tempo para determinar a quantidade de produto que ele precisa
vender para cobrir o custo de funcionamento.
3. Muitos optam por uma iluminação errada
(normalmente mais em conta). Definir a iluminação adequada, a
temperatura, colocação e posicionamento é extremamente importante para o
seu produto ter o apelo certo ao cliente. Desde vestidos de noite até
cortadores de grama, tem suas particularidades no quesito iluminação.
4. Negligenciar o design de sua área de
saída pode ser fatal. Muitos varejistas não dão muita importância para a
área de “checkout” (pagamento e saída). Tome cuidado, certificando-se
de que há espaço suficiente para o cliente não se sentir incomodado ou
confuso, pois este momento é muito importante para ele.
5. Exibir seus produtos de forma desordenada. A
maneira como você exibe suas mercadorias pode afetar significativamente
as vendas. A pergunta é simples: Quando um cliente está pedindo as
coisas, você tem que ziguezaguear através da loja para ajudá-lo a
satisfazer as suas necessidades? Se a resposta for sim, com certeza há
um problema.

6. Opte por projetos flexíveis e esteja sempre
aberto a mudanças. Tendências de compra do consumidor estão sempre
mudando, daí, a necessidade da flexibilidade dos projetos. Por exemplo,
enquanto displays flexíveis podem requerer mais investimento inicial,
irão tornar sua vida muito mais fácil quando chegar a hora de modificar
suas ofertas da loja.

Para finalizar, consulte sempre um especialista e fique atento às
direções que o mercado toma. Caso contrário você pode estar jogando fora
grandes chances de faturar alto e solidificar o nome de sua empresa.
Pense e pesquise bem antes de tomar qualquer decisão ou investir seu suado dinheirinho.
E tenha certeza de uma coisa, se um negócio não tem nenhum risco, muito provavelmente não será um bom negócio.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae