CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Marketing de relacionamento: saiba tudo sobre isso

Marketing de relacionamento: saiba tudo sobre isso

O marketing de relacionamento tem ganhado cada vez mais espaço no mundo corporativo. Afinal, em um mercado tão competitivo, é fundamental desenvolver estratégias para obter destaque perante a concorrência. 

Além disso, a concorrência com empresas da mesma área de atuação é cada vez maior, apresentando os mesmos produtos e serviços ofertados por várias organizações. 

Analisando esse cenário, conquistar o cliente de forma que ele seja um defensor da sua marca e fiel ao seu produto se torna um grande desafio competitivo. E para continuar conquistando o seu espaço no mercado, é fundamental adotar o marketing de relacionamento. 

O que é marketing de relacionamento?

Quando falamos em marketing de relacionamento, podemos dizer que o conceito trabalha com as seguintes estratégias: 

– Construção da identidade e disseminação da marca;

– Fidelização e relevância no mercado;

– Relação próxima com o público em diferentes canais de comunicação;

– Comunicação direta com o perfil do cliente ideal;

– Automação de marketing na sua lista de contatos.

O objetivo principal dessa estratégia é fidelizar clientes, além de fazer com que eles defendam e propaguem a marca no seu ciclo social. 

Nesse sentido, se alguém do ciclo social desse consumidor procura por ventilador umidificador industrial, por exemplo, e não sabe onde encontrar, logo esse cliente vai associar a necessidade desse produto com a sua marca.  

Além disso, a finalidade do marketing de relacionamento é gerar relevância e referência no mercado, principalmente pela boa experiência de compra e navegação proporcionada ao usuário. 

Agora você deve estar se perguntando: mas como criar tudo isso? Não se preocupe, resposta é bem simples: a empresa cria uma relação próxima com o consumidor, desenvolvendo programas de benefícios e vantagens para os clientes por meio de uma comunicação bem elaborada. 

Para que serve?

Como falamos anteriormente, o marketing de relacionamento não visa apenas aumentar o número de vendas. Por isso, ele não desenvolve as suas estratégias pensando em apenas conquistar novos clientes, mas sim novos fãs. 

Contudo, é preciso inverter um pouco a chave do negócio e pensar: como posso alcançar esse resultado? Qual o meu diferencial? A fita de led ou o atendimento? Oferecendo algo único? E a resposta é sim. É preciso pensar em uma relação que o cliente não tenha em nenhum outro lugar. 

Ou seja, essa ferramenta serve para criar um relacionamento único e contínuo com cada perfil de cliente. Isso acontece por várias razões, mas funciona até mesmo com um consumidor de um produto básico ou com um cliente que busca por soluções mais específicas. 

Como podemos notar, essa é uma estratégia que apresenta impactos positivos a médio e longo prazo. 

Mais do que gerar novos números, o marketing de relacionamento cria uma ponte de contato entre consumidor e empresa. 

Aliás, isso não é vantajoso apenas para os clientes – que ganha soluções rápidas para cada tipo de problema – mas também a empresa, que recebe feedbacks positivos e consegue aprender com a sua audiência. 

Investindo em ações do marketing de relacionamento, o público se aproxima da sua empresa e explora as soluções que você pode oferecer. Assim, as chances de agregar valor aos seus serviços são ainda maiores. 

Por que é importante manter o relacionamento?

Será que o marketing de relacionamento é a estratégia ideal para fazer marketing? Qual o problema do modelo tradicional?

Na verdade, o marketing de relacionamento é apenas um complemento de todas as estratégias do marketing que você pode utilizar. Entretanto, é fundamental saber que ela não vai de encontro a abordagem do marketing tradicional, que foca apenas em ‘’empurrar’’ o produto para o consumidor. 

Imagine a seguinte situação: você busca por um stand para eventos, por exemplo. Uma vez que a marca só se preocupa na venda do produto, e não na sua experiência como consumidor, possivelmente fará com que você desista da compra. 

O modelo que não se preocupa com o relacionamento, pode proporcionar uma experiência ruim ao cliente e fazer com que ele não volte a comprar com a marca. Enquanto isso, as organizações que conseguem combinar o marketing tradicional com as estratégias de relacionamento, alcançam o sucesso da empresa. 

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.‌ 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Lucas SouzaEspecialista


Me siga