CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Glamour na rede

Glamour na rede

Especializado no comércio de roupas de festa, o site Vestidos Online, criado há três anos pelo casal Carlos e Bruna Barros, funciona como um agregador para pequenas lojas e confecções sem acesso ao comércio on-line. Com mais de 450 mil hits por mês, eles esperam alcançar um faturamento de R$ 2,5 milhões em 2012.

‘‘A ideia surgiu quando vi o guarda-roupa da minha mulher, Bruna, cheio de vestidos de festa seminovos. São itens caros, que toda mulher tem, mas evita repetir. Então, por que não criar um site para que elas possam vendê-los? Com investimento inicial de R$ 500 mil, o Vestidos Online entrou no ar em 2008, trabalhando só com roupas usadas. Os vestidos de noiva eram o carro-chefe. No começo, o usuário não pagava para expor seu vestido. A partir de 2011, passamos a cobrar mensalidades de quem quisesse anunciar. Investir na indexação no Google foi uma estratégia certeira, pois acabamos atraindo outro tipo de cliente: pequenos lojistas e estilistas que não tinham acesso ao comércio on-line passaram a nos procurar para oferecer suas peças. Dessa maneira, o Vestidos Online acabou se transformando em uma espécie de agregador para esses lojistas, que usam a plataforma como canal de distribuição e divulgação de suas marcas. Por enquanto, o site fatura apenas com o pagamento das mensalidades. Em 2012, vamos gerar outras fontes de receita, como a comercialização de espaços publicitários e a cobrança de comissões sobre as vendas. Com base na procura atual, a expectativa de faturamento para 2012 é de R$ 2,5 milhões.”

Fonte: PEGN

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae