CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como driblar a falta de padronização nas medidas do vestuário nacional

Fonte: SEBRAE 2014
A padronização de medidas do vestuário facilita a compra do consumidor nacional e internacional e torna o processo produtivo mais econômico e sustentável, por evitar ponta de estoque. Além disso, garante melhor qualidade de caimento e conforto do consumidor. É o que aponta o Boletim Sebrae 2014, que trata sobre o padrão de medidas brasileiro. 
Há outras vantagens na padronização, principalmente para a comercialização das peças. Por exemplo, unifica as regras de medidas de uma confecção para outra e facilita identificação de tamanhos na hora da compra e também contribui para a venda via loja virtual. O mais importante de tudo é que estas iniciativas evitam que o consumidor perca tempo e dinheiro. 
O empresário de moda nacional que busca atender a clientes internacionais deve atentar para a padronização de medidas, que contribui para a ampliação da abrangência de seus produtos. Para isso, antes de mais nada, deve revisar suas tabelas de medidas, verificando qual padrão tem sido praticado. A seguir, deve definir quais padrões internacionais serão incluídos junto a numeração nacional nos produtos (EUA, Inglaterra, Europa). 
 Acesse abaixo o boletim sobre moda e confira estas iniciativas:
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae