Cadastrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Sorry, you do not have permission to ask a question, You must login to ask a question.

Sorry, you do not have permission to add a post.

Please briefly explain why you feel this question should be reported.

Explique brevemente por que você acha que essa resposta é inadequada ou abusiva.

Please briefly explain why you feel this user should be reported.

Cresce a comercialização de castanhas no Norte do Pará, graças a cooperativa formada por comunidades locais

Cresce a comercialização de castanhas no Norte do Pará, graças a cooperativa formada por comunidades locais

Após um período de baixa comercialização durante a pandemia, a Cooperativa Mista dos Povos e Comunidades Tradicionais da Calha Norte (Coopaflora) bateu recorde na safra da castanha em 2022. Foram 98,5 toneladas de castanha comercializadas entre fevereiro e junho. As vendas aumentaram 191% em relação à safra de 2021.

Criada em 2019, a Coopaflora é formada por indígenas, quilombolas e assentados da região Norte do Pará. Inicialmente, a cooperativa sofreu com a falta de reconhecimento e preços muito abaixo do suficiente para manter a renda dos trabalhadores. Hoje, tanto a Coopaflora, quanto empresas parceiras, recebem apoio do programa Florestas de Valor, com patrocínio da Petrobras.

Para conferir a notícia completa, clique aqui.

Fique bem informado! Siga nossos canais no Telegram. São 12 opções para você escolher!

 

Junio Silva

Junio Silva

Consultor (cooperação)Sebrae
Jornalista e brasiliense. Pertenço a uma consultoria credenciada pelo Sebrae, escrevendo sobre a editoria "Cooperação".

You must login to add a comment.

Posts relacionados