CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como vender para o governo – oportunidade

O Canal do Sebrae no Youtube disponibiliza diversos vídeos que vão auxiliar você, empreendedor, no seu caminho para o sucesso e trazer várias ideias e oportunidades para quem já tem experiência ou está começando agora.

Nesta matéria vamos falar do primeiro vídeo da série: 10 Dicas de como vender para o governo. O primeiro vídeo fala um pouco sobre a oportunidade que isso pode representar para o empreendedor.

Só em 2013 os governos federal, estadual e municipal, investiram juntos mais de 120 bilhões em pequenas e médias empresas por meio de licitações. Você sabe como funcionam as licitações?

Basicamente, todo governo precisa comprar serviços e produtos para viabilizar a administração pública em todas as suas esferas, seja em uma creche ou quando for construir uma hidrelétrica. A maior parte do dinheiro para essas compras vem dos impostos pagos pelo contribuinte. Para que o uso do dinheiro do contribuinte seja bem aplicado, os governos devem escolher a proposta mais vantajosa para suas compras. Este processo se dá por meio da licitação. Em outras palavras, as licitações tornam lícitas as compras do governo e, como consequência, a forma como o governo gasta nosso dinheiro. 

Quem Pode Participar?

Qualquer empresa pode participar de uma licitação, incluindo as micro e pequenas empresas (MPEs). No entanto, vários parâmetros são exigidos a cada licitação. Um dos principais é que o pretendente deve estar em dia com os seus impostos.

Nada mais lógico que uma empresa que vai trabalhar para determinado governo não tenha dado calote no seu futuro cliente. Além disso, a empresa deve estar regularizada judicialmente, ou seja, ter contrato social atualizado e em vigor. A empresa também deve ter capacidade financeira para participar do negócio e capacidade técnica para o serviço que vai prestar ou produto que vai fornecer.

Todas as licitações exigem que a empresa que vai participar esteja cadastrada no órgão público. Por isso, é interessante conhecer os seus possíveis clientes mesmo sem saber se vai haver ou não uma licitação, ou seja, é importante se antecipar à licitação.

Quem faz a Licitação?

Normalmente, o órgão responsável pela compra é quem prepara toda a licitação. Alguns órgãos públicos têm departamentos de compras. Outros têm funcionários responsáveis.

Há também órgãos que usam a estrutura de outros departamentos mais familiarizados com o trâmite da licitação. Outra forma existente é quando os órgãos públicos criam a chamada Comissão Permanente de Licitação. Essa comissão é formada, normalmente, por um presidente e dois outros funcionários. mapa mundial por satelite Dependendo da licitação, um corpo técnico, chamado de “equipe de apoio”, é incluído na comissão para que os detalhes técnicos sejam discutidos por especialistas.

Para aprender como se preparar, saber dos documentos e regras necessárias para participar dessas licitações inscreva-se no curso gratuito do Sebrae: Curso de Compras Governamentais. Esse é um dos muitos cursos disponíveis no EAD do Sebrae (www.ead.sebrae.com.br)

Assista também ao vídeo: 10 Dicas para vender para o governo – 1 Oportunidades

Lembre-se também de se inscrever no Canal do Sebrae no Youtube para acompanhar nossos vídeos e informações.

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosDeixa eu ver qual é