CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como construir uma marca sólida para sua startup

Como construir uma marca sólida para sua startup

Fonte: PEGN (adaptado)

Um dos grandes desafios de uma startup é criar uma marca identificável
por seus consumidores e reconhecida pelo mercado. A marca não se refere
somente ao produto. É um emblema de toda a empresa e carrega em si
outros elementos, como sintonia com as tendências, gestão profissional e
valores. As startups não têm condições de realizar campanhas caras para
comunicar isso ao mercado, mas podem construir sua marca utilizando mão
de obra própria e ferramentas de baixo ou nenhum custo.
O desenvolvedor, designer e produtor musical Willie Peña
elenca quatro passos para construir a marca de uma startup com poucos
recursos.
1. Faça pesquisa de mercado
Ao identificar as tendências e as preferências dos consumidores, a
startup pode gerenciar sua imagem de forma ativa. Por exemplo, em
eventuais mudanças no mercado, quem estiver atualizado em relação às
novidades estará um passo à frente da concorrência. Essa pesquisa deve
ser feita pela própria startup, que pode utilizar redes sociais,
aplicativos específicos, grupos de discussão com consumidores, estudos
prévios e até a lista de e-mail. O importante é dialogar com pessoas
para as quais o produto ou serviço seja relevante.
2. Alinhe a voz do seu negócio com a do mercado
Sabendo das movimentações do mercado, a empresa se posiciona como
pioneira e autoridade no setor em que atua, antevendo as tendências e
saindo na frente da concorrência. Segundo Peña, para ter essa vantagem, o
empreendedor deve se perguntar:
– O que é valor para a minha audiência?
– Que valores extras a empresa oferece em relação à concorrência?
– Que problemas meu produto pode solucionar?
– O que meu público considera como qualidade?
3. Institua valores para todos os aspectos do negócio
Todos os processos e ações da empresa devem transparecer o compromisso
com seus valores, incluindo a atuação em redes sociais, sites e outras
formas de comunicação com parceiros, fornecedores e consumidores. Por
causa da internet e das redes sociais, as empresas que não têm valores
sólidos acabam sendo denunciadas e denegridas em algum momento.
4. Aproveite as possibilidades baratas de marketing
Blogs: são uma forma de o público interagir com a startup e uma ótima
plataforma para a empresa disseminar seus valores e anunciar seus
diferenciais.
Publicações locais: Peña sugere a contratação de jornalistas
freelancers ou de uma assessoria de imprensa para chegar a veículos de
comunicação que cubram a localidade onde a startup está baseada.
Fidelidade e depoimentos: como o boca a boca é gratuito e será sempre
uma das ferramentas mais poderosas de marketing, a startup pode criar
programas de fidelidade e publicar o depoimento dos clientes satisfeitos
em sua comunicação.
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae