CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

BID aprova parceria com BDMG para financiamento de novas microempresas

Foto: Divulgação/BID

Foto: Divulgação/BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou parceria com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para lançar uma nova solução financeira destinada a parcelas da população que estão na base da pirâmide, em inglês at base of the pyramid (BoP).

O programa irá replicar em Minas Gerais iniciativa do BID conhecida como Oportunidades para a Maioria ou Opportunities for the Majority (OMJ). A parceria criará uma nova linha de financiamento do BDMG chamada BDMG Acredita. O BID disponibilizará, por meio de um fundo garantidor, U$ 10 milhões para essa parceria, enquanto o BDMG poderá desembolsar até R$ 60 milhões.

O BDMG Acredita poderá financiar até R$ 15 mil (em torno de U$ 7,5 mil) e a expectativa é de que beneficiará cerca de 4 mil empresas durante a etapa piloto de dois anos, com atendimento direcionado àquelas de formalização recente. Para facilitar o contato com os empreendimentos nascentes, o BDMG já firmou convênio com a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg).

O projeto reafirma o interesse do Banco Interamericano de Desenvolvimento na transferência de conhecimento e expertise em mercados na base da pirâmide. Ele também será útil para que o BID possa identificar novas plataformas de distribuição de benefícios e serviços para melhorar a vida das populações de baixa renda brasileiras.

“Este projeto deverá ser o primeiro de uma série de projetos conjuntos entre o BID e o BDMG como parte de uma parceria estratégica na qual o BDMG desenvolverá sua própria expertise em criar oportunidades de crédito para microempresas e entregar soluções para o setor privado com baixo acesso a linhas de financiamento”, disse Luiz Ros, gerente da iniciativa OMJ.

Metodologia
O BDMG será a primeira instituição de fomento a aplicar a inovadora metodologia de avaliação de risco de crédito com testes psicométricos como parte de sua contrapartida na parceria. Esta metodologia foi criada pelo Laboratório de Finanças para Empreendimento, em inglês EFL, que foi inaugurado com o apoio do Centro de Harvard para o Desenvolvimento Internacional e consiste em avaliar o risco da operação de crédito a partir do perfil do principal responsável pelo empreendimento a ser financiado, com ênfase na habilidade empresarial e na disposição pessoal de quitar o financiamento.

Para o presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, a iniciativa Oportunidades para a Maioria do BID e o produto BDMG Acredita perfazem uma das mais inovadoras e relevantes iniciativas de fomento a microempresas nas instituições de crédito. “Esperamos que este modelo, sustentável e em escala, direcionado a microempresas nascentes, não só promova inclusão financeira no Brasil, como também motive outras instituições de crédito a adotar e replicar o modelo da OMJ”, disse Matheus de Carvalho.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração do BDMG e ex-vice-presidente do BID, Paulo Paiva, a criação do BDMG Acredita promove mais uma oportunidade de integração entre as duas instituições de fomento e traz o reconhecimento, por parte do BID, da capacidade e agilidade do BDMG como banco dedicado ao compromisso de estimular o desenvolvimento em Minas Gerais.

Com informações da Agência Minas.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae