CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

As microempresas e empresas de pequeno porte nas exportações brasileiras – 1998 – 2012

Segundo o último estudo divulgado pela Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior – FUNCEX, que trata do tema à epígrafe, o número de microempresas (ME) exportadoras, em 2012, foi de 4.725 e o de empresas de pequeno porte (EPP), de 6.110, totalizando 10.835 empresas. Juntas, exportaram o equivalente a US$ 2,1 bilhões, com as ME respondendo por US$ 167,6 milhões e as EPP, por US$ 1,93 bilhão. O valor médio exportado no ano por cada ME foi de US$ 35,5 mil e por cada EPP, de US$ 316,4 mil, o que resultou em um valor médio anual de US$ 193,9 mil para cada um dos pequenos negócios.

Comparando-se com o ano anterior, houve retração de 6,4% no número de MPE exportadoras, com as ME registrando taxas mais negativas (-8,1%) em relação às EPP (-5,0%). Entretanto, a queda do número de firmas exportadoras alcançou todos os tamanhos de empresas. O número de médias empresas caiu 2,3% e o de grandes empresas reduziu-se em 0,3%.

O valor exportado pelas MPE também registrou queda, de 5,8% no ano de 2012, com as ME tendo apresentado redução maior, de 9,5%, e as EPP, de 5,5%. Entretanto, como a redução do número de pequenos negócios exportadores foi maior do que a queda do valor exportado por eles, o valor médio exportado por firma cresceu 0,6%, o que resultou em um desempenho mais favorável do que o verificado no total de empresas exportadoras do país, cujo valor médio sofreu queda de 2,7%.

Entre as empresas de maior porte, destaca-se o crescimento de 1,2% do valor exportado pelas médias empresas em 2012, o que, em conjunto com a redução do número de firmas, levou a um crescimento de 3,5% do valor médio exportado por firma. No caso das grandes empresas, houve redução de 7,2% do valor exportado e de 6,9% do valor médio.

Tendo em vista que a redução do número de MPE exportadoras em 2012 foi maior do que a ocorrida no número total de empresas exportadoras, a participação desse nicho de empresas no total se reduziu de 61,8% (em 2011), para 59,4% (2012). As microempresas tiveram sua participação reduzida de 27,5%, em 2011, para 25,9% (2012) e a das empresas de pequeno porte caiu de 34,4% para 33,5%, no mesmo período comparativo. Porém, quando se considera o valor exportado, a participação das MPE ficou virtualmente estável em 2012, na comparação com 2011. O percentual de 0,87% divide-se em 0,80% das empresas de pequeno porte e 0,07% das microempresas.

O estudo elaborado pela FUNCEX apresenta ainda outros dados estatísticos referentes ao desempenho exportador dos pequenos negócios do Brasil, contemplando não apenas ao total das exportações, mas também informações desagregadas segundo diversas classificações, tipologias e taxonomias, tais como: setores de atividade econômica das empresas, principais produtos exportados, principais países e regiões de destino das vendas, unidades da federação (UFs) de onde se originam as exportações, frequência exportadora e intensidade tecnológica dos produtos. O estudo completo encontra-se disponível na internet do Sebrae, cujo link de acesso é:

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/estudos_pesquisas/Conheça-melhor-o-ambiente-das-micro-e-pequenas-empresas,destaque,19

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae