CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

A produção e o mercado do melão

A produção e o mercado do melão

125

No Brasil, os melões mais conhecidos e apreciados pertencem ao grupo inodorus, tipo amarelo, de longa conservação pós-colheita. Outras variedades vêm sendo introduzidas na região Nordeste do Brasil, a principal produtora de melão do país. Trata-se de diversos híbridos dos chamados melões nobres, como Cantaloupe, Gália e Orange Flesh, cujo destino principal é a exportação. São aromáticos, de polpa salmão, com bom sabor e maior teor de açúcar (o Brix).

O meloeiro se desenvolve melhor em regiões de temperatura mais elevada, entre 25 e 32ºC. No entanto, temperaturas acima dos 35ºC podem comprometer a frutificação. O meloeiro é capaz de absorver a umidade do ar e do solo. Quando isso acontece, o teor de açúcar fica diminuído.

O clima do Nordeste brasileiro possui baixa umidade do ar e poucas chuvas, proporcionando a produção de frutos mais doces, com teor de açúcar elevado.

As doenças e pragas são preocupantes para produtores, processadores, comerciantes e consumidores, pois reduzem a produção e afetam a qualidade do produto. As principais doenças que atacam esta cultura são o mosaico, antracnose, cancro-das-hastes e sarna.

As pragas mais comuns são as lagartas, besourinhos e pulgões. O agricultor deverá ser orientado por um técnico especializado, para que se faça uma prevenção e um combate adequado.

As flores masculinas e femininas localizam-se separadamente na mesma planta, sendo que o início da floração acontece de 18 a 25 dias após o plantio. Surgem, inicialmente, apenas as flores masculinas e, após três a cinco dias, inicia-se o aparecimento simultâneo das flores masculinas e femininas.

A presença de abelhas durante a fase de florescimento é fundamental para aumentar o pegamento dos frutos e a produtividade, assim como reduzir o número de frutos defeituosos. Recomenda-se que sejam evitadas pulverizações com inseticidas durante a fase de florescimento, principalmente pela manhã, e instaladas colmeias nas proximidades da cultura, quando houver poucas abelhas no local.

A colheita inicia-se entre 60 a 75 dias após a semeadura e é feita quando os frutos estão maduros. O período de colheita se estende por até quatro semanas. A produtividade média é de 12 a 18 toneladas de frutos/hectare/ano, de acordo com a variedade, região e cuidados. Alguns híbridos alcançam produtividade superior a 25 t/ha/ano.

Mercado

A região Nordeste é a principal produtora de melão, contribuindo com mais de 90% da produção nacional. A expansão da cultura na região se deve à atuação de grandes empresas, que destinam boa parte da sua produção para exportação.

As condições climáticas favorecem o Nordeste, onde os frutos têm melhor sabor e maior teor de açúcares. O mercado de melões nobres no país está em desenvolvimento, devido à preferência dos consumidores pelos melões do tipo Amarelo.

Fique por dentro: estratégia vai inserir melão potiguar no Chile. Acesse: http://www.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/NA/Estrat%C3%A9gia-vai-inserir-mel%C3%A3o-potiguar-no-mercado-chileno

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae