Cadastrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Sorry, you do not have permission to ask a question, You must login to ask a question.

Sorry, you do not have permission to add a post.

Please briefly explain why you feel this question should be reported.

Explique brevemente por que você acha que essa resposta é inadequada ou abusiva.

Please briefly explain why you feel this user should be reported.

A inflação pode mudar o comportamento de consumidores para hábitos mais sustentáveis?

A inflação pode mudar o comportamento de consumidores para hábitos mais sustentáveis?

O Brasil, assim como outros países do mundo, vem enfrentando uma crise inflacionária, ainda, em partes, como consequencia da pandemia. Isso interfere no comportamento de compras que, de acordo com pesquisas, tem se tornado mais sustentável por parte dos consumidores.

Segundo a GWI, empresa de insights do consumidor, os salários não estão acompanhando o amento no custo de vida. Como resultado, as pessoas estão procurando fazer cortes onde podem e encontrando alternativas de estilos de vida mais sustentáveis, ​​que caibam no orçamento. Algumas das ações mais populares do consumidor giram em torno da reutilização – seja usando uma garrafa de água ou priorizando roupas versáteis.

O último estudo da GWI descobriu que mais da metade dos consumidores entrevistados disseram sentir que o custo de vida mudou em comparação com 6 meses atrás, e 23% disseram que a inflação teve um “impacto dramático” sobre eles pessoalmente. “A inflação pode ter um grande impacto sobre as peças de vestuário que os consumidores compram, com mais potencial optando por peças tradicionais e atemporais, que não precisarão ser recompradas com tanta frequência”, indicou o levantamento.

Em à peças de segunda mão, a GWI indica que o mercado deve dobrar para 82 bilhões de dólares até 2026 nos EUA, indicando uma tendência de comportamento e um caminho para se obter roupas com mais responsabilidade. O acesso a roupas de segunda mão nunca foi tão grande com marcas conhecidas, como Levi’s® e Wrangler, adicionando e-commerce de segunda mão. “Pouco mais de um quinto da geração Z e dos millennials dizem que planejam comprar mais roupas de segunda mão devido ao aumento dos custos, e podemos ver esse número continuar crescendo”, afirmou o relatório.

Vale notar que, mmbora os consumidores possam optar por maneiras econômicas de comprar sustentabilidade, eles ainda esperam que as empresas reduzam seu impacto ambiental. O relatório descobriu que a Geração Z e os Millennials estão mais inclinados a dizer que querem que as marcas sejam transparentes sobre como os produtos são feitos, o que pode ajudá-los a tomar decisões mais informadas e comprar de forma mais sustentável. 

 

Fonte: https://guiajeanswear.com.br/noticias/crise-da-inflacao-pode-alavancar-compras-mais-sustentaveis-entre-consumidores/ 

 

Siga o canal do Sebrae Moda no Telegram e receba novidades!

Eloisa Artuso

Eloisa Artuso

Consultora Moda Verde Sebrae
Com 20 anos de experiência, Eloisa Artuso atualmente trabalha com desenvolvimento de pesquisa e conteúdo, criação e planejamento de projetos, estratégia e educação com foco na defesa dos direitos humanos e meio ambiente na indústria da moda. Eloisa é cofundadora do Instituto Fashion Revolution Brasil, movimento global que promove transparência, sustentabilidade e ética na indústria da moda, professora de design sustentável do Istituto Europeo di Design-IED e cofundadora da plataforma de pesquisa, estratégia e conteúdo multimídia, FEBRE. É consultora da Moda Verde, empresa credenciada pelo Sebrae.

You must login to add a comment.

Posts relacionados