Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Sebrae Respostas Latest Artigos

Conexão Alimentar

Conexão Alimentar

A pandemia tomou conta de todos os setores, fazendo as empresas se reinventarem e modificarem sua forma de pensar e agir em seus negócios. O Evento Open Food Innovation Summit ...

Alimentação fora de casa

Vagão pode ser customizado para ser um café, padaria ou lanchonete; opção mais sofisticada que os trailers brasileiros

O segmento de alimentação fora de casa, também conhecido como Food Service, vem crescendo vertiginosamente no mundo e no Brasil. Os fatores que contribuem para este crescimento, segundo o Estudo Mercado de Alimentação Fora de Casa, elaborado pelo Sebrae, são:

– A crescente urbanização faz com que mais pessoas morem, estudem e trabalhem em grandes cidades, o que dificulta e/ou inviabiliza fazer refeições em casa;

– O aumento da participação da mulher no mercado de trabalho, de forma que lhe sobra menos tempo para continuar a desempenhar a tradicional função de cozinhar para a família;

– O ganho real na renda dos brasileiros, principalmente aqueles das classes econômicas C e D;

– A oferta cada vez maior de serviços de alimentação fora de casa (restaurantes tradicionais, restaurantes por quilo, lanchonetes, lojas de fast food etc.) em todo o País. (mais…)

A vida urbana moderna e seu impacto no consumo de alimentos (parte 2)

Por Luciana Pecegueiro Furtado*

Comer fora de casa deixou de ser ocasional e se tornou uma necessidade da vida atual

Em um cenário de crescente urbanização e poder de compra, com certeza, um dos segmentos com maior potencial é o de alimentação. Comprar, preparar e cozinhar o alimento toma tempo e as mulheres estão cada vez mais inseridas no mercado de trabalho. Além disso, cresce a população que vive sozinha (6% ao ano) e para as quais 5 kg de um produto é simplesmente demais. A preocupação com os hábitos alimentares também é crescente, aumentando também a demanda por produtos diet /light.

Cada vez mais, buscam-se mais refeições para microondas, ou seja, congelados ou semi-prontos, mas com sabor e variedade. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Alimentícia (ABIA), o mercado de refeições prontas e resfriados aumentou em média 13,2% por ano entre 2005 e 2009.

Ofertar o mais prático não basta, a praticidade deve ser aliada a uma vida mais saudável. As empresas estão buscando se inserir em um mercado de US$ 5,2 bilhões por ano e representa cerca de 5% do mercado brasileiro de alimentos, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos e Para Fins Especiais (ABIAD). (mais…)