CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Existem atualmente inúmeras fontes de acesso a serviços financeiros que permitem viabilizar projetos de expansão de mercado para as empresas brasileiras. Alguns desses serviços ofertados colocam o foco exatamente nos negócios que buscam meios para se apropriarem das oportunidades provenientes da Copa. Outros não são tão específicos. Mas o fato é que micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) estão tomando empréstimos para financiar seus projetos empresariais. Prova disso é que somente no primeiro quadrimestre de 2013 (jan/abr) empresas enquadradas nesses portes receberam R$ 21,3 bilhões do BNDES. Com isso, essas responderam por 39% das liberações totais do Banco até abril deste ano. Para o setor de franquias, o BNDES (Banco Nacional ...

Ler mais ou responder

O dia 1º de agosto representou o marco na implementação do Cadastro Positivo. As instituições financeiras iniciaram o compartilhamento de informações dos bons pagadores com as entidades gestoras do Cadastro Positivo. São entidades como Serasa e SPC que se responsabilizam por coleta, armazenamento, análise e acesso de terceiros aos dados armazenados. Pessoas jurídicas também podem participar do Cadastro Positivo. A adesão é voluntária e pode ser feita a partir do preenchimento de um formulário que autoriza suas inclusões. Como funciona? O empresário deve entrar em contato com o banco e solicitar a inclusão de seu CNPJ no Cadastro Positivo, autorizando formalmente a análise de seu histórico como bom pagador. Basta autorizar em uma única ...

Ler mais ou responder

A expansão do crédito aos pequenos negócios foi o tema da edição de abril do Boletim de Serviços Financeiros, produzido mensalmente pela Unidade de Acesso a Mercados e Serviços Financeiros do Sebrae Nacional. Em tempos de inflação controlada, de moeda forte, de progressos na área social, de sofisticação dos padrões de consumo e, sobretudo, de melhora do poder aquisitivo da população em geral, os protagonistas da produção e do emprego no Brasil moderno vêm encontrando no crédito a oportunidade de viabilizar uma oportunidade, tornando-a um sucesso concretizado. Mas, como não poderia deixar de ser, o crédito - ingrediente quase indispensável à atividade empresarial em nosso país - tem se mostrado sensível ao turbulento ...

Ler mais ou responder

Quem tem acompanhado as propagandas dos grandes bancos de varejo observa o anúncio contundente de que as taxas de juros dos produtos e serviços bancários foram reduzidas. De fato, acompanhando os números disponibilizados pelo Banco Central em sua homepage na internet, é possível confirmar esse comportamento tanto nos bancos públicos como nos bancos privados. Considerando que no período de março a dezembro do ano passado a taxa básica da economia (SELIC) foi reduzida em aproximadamente 30%, é possível constatar que os bancos públicos e privados acompanharam essa redução nos produtos de capital de giro prefixado, o que consequentemente aumentou a demanda de crédito, especialmente dos pequenos negócios, para esse tipo de produto bancário. Entretanto, baixar a taxa de juros ...

Ler mais ou responder

O mundo todo discute a questão da inclusão financeira como instrumento de política pública de inclusão social. No caso brasileiro, são inegáveis os avanços de inclusão e mobilidade social ocorridos nos últimos anos, ao que se somou a redução dos desequilíbrios sociais, econômicos e regionais. Eles ainda existem, podem ser sanados, mas tem-se avançado de forma sustentável na busca de uma maior equidade. Os resultados do fortalecimento do mercado interno e a ascensão da nova classe média brasileira são concretos e geram oportunidades para negócios e inclusão financeira. Inclusão esta que vem sendo monitorada pelo Banco Central, instituição em que o aumento da “bancarização” e o maior ...

Ler mais ou responder

Pesquisa do Sebrae revela que os empreendedores formalizados obtêm créditos maiores que os obtidos por informais O Sebrae, em parceria com a Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcréditos e Microfinanças (ABCRED), realizou uma pesquisa, objetivando identificar o perfil das instituições de microfinanças no Brasil no atendimento aos pequenos negócios. Conhecer a atuação dessas instituições é importante para os empreendedores individuais e as micro e pequenas empresas, pois pode representar mais uma opção nesse mercado de serviços financeiros. As instituições de microfinanças geralmente estão constituídas em forma de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), não são reguladas pelo Banco Central, pertencem ao Plano Nacional de Microcrédito Produtivo e Orientado (PNMPO) e possuem recursos próprios, além de usar recursos do BNDES ou ...

Ler mais ou responder