CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Roupas inteligentes abrem novas possibilidades de mercado

Roupas inteligentes abrem novas possibilidades de mercado

RoupasInteligentes

De acordo com o último Boletim de Tendências divulgado pelo Sebrae/SC sobre vestuário, a indústria brasileira ainda caminha de forma tímida no que diz respeito ao uso de tecidos que usam novas tecnologias. Por isso, os têxteis produzidos no país não conseguem competir com os produzidos na Ásia, seja pelo preço final, seja pela qualidade.

Um caminho a seguir pode ser o desenvolvimento de uma tecnologia têxtil que possa melhorar o desempenho, a aparência e a função dos tecidos feitos no país. Estamos falando das roupas inteligentes, que causam grande impacto no desenvolvimento de novas formas de pensar a tecnologia do vestuário.

Este termo vai muito além de ser um modismo, trata-se de um momento de experimentações e aprimoramento que trará transformações para o futuro da moda e, consequentemente, para a indústria confeccionista. ”Estes tecidos visam trazer benefícios para o consumidor, conseguindo, por exemplo, se adaptar às necessidades do usuário específicas” diz, Regina Sánchez, em seu texto ‘Têxteis Inteligentes’, de 2006.

Segundo o boletim, as roupas inteligentes possuem, essencialmente, duas características:

1) São feitas com tecidos tecnológicos.
2) São fabricadas para usos específicos.

Primeiros passos
Todo segmento de vestuário pode utilizar das tecnologias emergentes para gerar produtos competitivos e diferenciados. Fora do Brasil, em especial em países desenvolvidos, temos uma avalanche de produtos sendo oferecidos com altíssimo nível de tecnologia aplicada.

Sabemos o quanto esta realidade pode parecer distante, tanto para a microempresa confeccionista nacional quanto para o cliente final do Brasil, mas o desafio das tendências é justamente pensarmos o que nos aguarda no futuro próximo.

No entanto, existem dois passos que são estratégicos para quem deseja se inserir nesta oportunidade no mercado têxtil:

1) Aproxime-se dos centros de pesquisas.
2) Pense sobre o setor de atuação.

Para saber mais sobre o assunto, inclusive um resumo das ações recomendadas para quem deseja empreender por este segmento, leia a íntegra do Boletim de Tendências de Vestuário, elaborado pelo Sebrae/SC.

A íntegra da publicação está disponível para download (em PDF). Para acessá-la, é preciso estar cadastrado no Sistema de Inteligência Setorial (SIS), desenvolvido pelo Sebrae/SC. O cadastro é gratuito, fácil e rápido. Para efetuá-lo, clique aqui.

Se você já é cadastrado, clique aqui para acessar diretamente o boletim.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae