1. A real dimensão das consequências da pandemia do Coronavírus na economia brasileira, ainda não são possíveis de serem avaliadas. Mas os donos de pequenos negócios já enfrentam, em pouco mais de uma semana de crise, uma essa  realidade com a perda de clientes e contratos, que impõe a adoção de um conLeia mais

    A real dimensão das consequências da pandemia do Coronavírus na economia brasileira, ainda não são possíveis de serem avaliadas. Mas os donos de pequenos negócios já enfrentam, em pouco mais de uma semana de crise, uma essa  realidade com a perda de clientes e contratos, que impõe a adoção de um conjunto de medidas para reduzir o tamanho das perdas e permitir que as empresas continuem operando.

    Um dos setores mais prejudicados, sem dúvida, foi o de produção de eventos, atingido diretamente pelas medidas de restrição que proíbem a realização de reuniões, festas, congressos e outros eventos públicos. Dados levantados pelo Sebrae e pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC), apontam que cerca de 95,4% do setor é composto por MEI, microempresas e empresas de pequeno porte, somando mais de 297 mil empresas.

    Sugerimos investir toda a energia em negociação. Desde o alongamento de prazos e redução de juros, até a negociação com fornecedores, donos de espaços de eventos, patrocinadores e parceiros. É fundamental que os empresários conversem também com seus clientes sobre a remarcação dos eventos, em lugar do cancelamento.

    seguem algumas dicas do que é possível ser feito:

    1. Negocie com os clientes para remarcarem o evento em lugar de cancelar. Essa medida evita que a empresa tenha de devolver dinheiro, o que nesse momento pode provocar um desequilíbrio no Caixa.
    2. Negocie com os espaços de eventos os valores pagos pela locação em forma de créditos;
    3. Negocie com patrocinadores pela manutenção dos aportes financeiros e outras modalidades de parcerias já firmadas;
    4. Estude as alternativas possíveis para manter a equipe. A crise não vai durar para sempre e você vai precisar de pessoal qualificado para retomar as atividades quando tudo passar;
    5. Negocie a extensão de prazos e redução de juros junto às instituições credoras.
    Ver menos
    • 0
  2. Os negócios que trabalham com turismo vêm sendo um dos mais atingidos pelos efeitos da pandemia do coronavírus, em especial, as pequenas empresas. Impacto econômico - queda no faturamento até agora. Apesar do momento ser tão difícil, segue algumas dicas do que pode ser feito: Comunique em todos os cLeia mais

    Os negócios que trabalham com turismo vêm sendo um dos mais atingidos pelos efeitos da pandemia do coronavírus, em especial, as pequenas empresas. Impacto econômico – queda no faturamento até agora.

    Apesar do momento ser tão difícil, segue algumas dicas do que pode ser feito:

    • Comunique em todos os canais as medidas que a empresa está tomando relacionadas à política de cancelamento. Aproveite esse momento para demonstrar os serviços futuros.
    • Planeje como irá administrar sua empresa nesse momento de paralização.
    • Analise quais contratos podem ser negociados para depois, converse com os fornecedores.
    • Acompanhe e planeje o fluxo de caixa.
    • Fique atento às medidas econômicas do governo e bancos quanto ao apoio aos pequenos negócios e ao setor de turismo.
    • Converse com seus agentes financeiros sobre linhas de créditos e flexibilização de pagamentos de empréstimos

    Depois que todas as medidas emergenciais e de adaptação estiverem em curso, comece a pensar na sua retomada.

    • Mantenha-se ou se insira na governança do seu destino, esse é o momento de se unir e trocar boas praticas.
    • Use o momento para refletir sobre o seu negócio, veja como ele está posicionado. Se reorganize para, quando essa fase passar, a empresa retorne mais fortalecida.
    • Pense em uma campanha de marketing associada ao destino no qual está inserido.
    • Avalie novos canais de comercialização e mantenha ainda mais forte o que a empresa já tem.
    • Crie conteúdos que demonstrem a experiência futura que o cliente terá, sempre deixando a mensagem que no momento ele precisa ficar em casa, mas que em breve o seu serviço ou produto estará ainda melhor pra recebê-lo.

    Lembre sempre que esse momento vai passar, e que quando terminar, ė importante estar preparado!

    Todos vão retomar sua rotina com força total, ávidos para continuar tento experiências únicas e viajar.

     

    Ver menos
    • 0
  3. Neste momento o governo esta estudando a melhor forma de realizar este amparo. Fique atento as notícias, assim que tiver algo definido será amplamente divulgado.

    Neste momento o governo esta estudando a melhor forma de realizar este amparo. Fique atento as notícias, assim que tiver algo definido será amplamente divulgado.

    Ver menos
    • 0