Respostas ( 2 )

  1. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar

    Boa tarde!

    Essa pergunta é difícil de responder para qualquer segmento, pois não sabemos como será o comportamento do consumidor. A ABRASEL lançou um protocolo com procedimentos para reabertura para o segmento de restaurantes. Eu sugiro que dê uma lida atentamente para que você possa se enquadrar nessas normas, pois, antes de tudo, a confiança do consumidor no estabelecimento em que pretende entrar:

    https://rmc.abrasel.com.br/noticias/noticias/abrasel-lanca-cartilha-sobre-como-retomar-as-atividades-em-bares-e-restaurantes/

     

    • Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

      I> Denunciar
      Cancelar

      Muito importante estas considerações Weverton.

      Luiz André, com o distanciamento social flexibilizado, as mudanças de hábitos dos consumidores após a Covid-19, a preocupação em retornar ao consumo, os procedimentos operacionais por ainda mais segurança,  e os protocolos oficiais ainda por vir, realmente surge a pergunta: os bares e restaurantes como conhecemos hoje deixarão de existir? Em especial, como ficam os restaurantes a quilo e os bufês?

      Muitos especialistas têm afirmado que a resposta para este questionamento ainda é precipitada, mas existe uma unanimidade em afirmar que haverá, sim, mudanças drásticas. Como será o “novo normal?” é a questão que surge para empresários do segmento e consumidores.

      Segundo o Sebrae, os bufês a quilo que representam 60% dos pequenos restaurantes do Brasil terão um desafio ainda maior na reabertura. Para isto, adaptar os procedimentos é vital para manter a confiança dos clientes.

      Destaco alguns pontos aqui, que podem ser encontrados na cartilha da Abrasel mencionada pelo Weverton.

      Além de todos os cuidados a serem tomados para os estabelecimentos de alimentação fora do lar em gerla, considere algumas mudanças:

      • Disponibilize luvas de plástico descartáveis na entrada do bufê, para que os clientes se sirvam.
      • Coloque um dispenser com álcool em gel 70% na entrada do bufê.
      • Os alimentos no bufê devem ser cobertos com protetores salivares com fechamentos laterais e frontal.
      • Ofereça talheres higienizados em embalagens individuais (ou talheres descartáveis), além de manter os pratos, copos e demais utensílios protegidos.
      • Na fila, faça marcações no chão com a distância de 1m entre as pessoas.
      • Disponha os temperos em sachês.
      • Repense o cardápio para a nova situação.

       

Deixe uma resposta