Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Entenda a importância da gestão de planejamento estratégico

Entenda a importância da gestão de planejamento estratégico

O mercado de negócios vive em constante mudança e a dinamicidade é uma característica intrínseca. Então, por que é relevante planejar o futuro de um negócio, mesmo sabendo que durante a jornada estaremos expostos a todo tipo de imprevistos e mudanças?

 

Neste conteúdo da ISBRASIL – empresa referência em Cloud Gerenciado – vamos entender a importância da gestão de planejamento estratégico e quais os benefícios que ele pode trazer às organizações. Preparado? Boa leitura!

O que é o planejamento estratégico e qual a sua importância?

O planejamento estratégico é o ponto de partida para todas as ações que uma empresa irá realizar ao longo de um determinado período para atingir a visão de futuro previamente planejada.

É este planejamento que irá ajudar a administrar o tempo, recursos e energia para a estratégia do negócio, com o foco no que realmente importa a longo prazo, ou seja, naquilo que trará prosperidade à empresa.

Planejar não é “perder tempo”, afinal, esta etapa ajuda a compreender as mudanças do ambiente, auxiliando no reconhecimento de problemas que podem surgir e na identificação de oportunidades de melhoria para o negócio. Portanto, mesmo que o mercado seja dinâmico, isso não invalida a necessidade do planejamento estratégico.

É justamente este planejamento que torna uma organização mais preparada para as mudanças. Enquanto, por outro lado, a ausência do planejamento abre espaço para inúmeras possibilidades de perdas de oportunidade e erros que poderiam ter sido evitados.

O objetivo do planejamento estratégico

O objetivo do planejamento estratégico é muito claro: garantir que os esforços da organização valeram a pena. E como podemos assegurar isso? A seguir preparamos uma lista com uma série de requisitos que o planejamento estratégico deve cumprir:

  • O propósito da organização

O propósito é aquilo que indica o que se pretende alcançar ou atingir e, portanto, demonstra a vontade de realizar algo. Neste contexto, o planejamento estratégico resume o propósito da organização, pois mostra:

  • O presente: onde a empresa está e qual o seu atual propósito de existência.
  • O futuro: onde a empresa deseja estar daqui a alguns anos e aonde quer chegar.
  • A jornada do presente ao futuro: o que precisa ser feito para chegar na visão de futuro.
  • Estratégia de fácil entendimento

Para que a estratégia seja realmente eficiente, entretanto, é preciso que ela seja simples, clara, fácil e resumida. Para atender a estas características, é possível dividir as estratégias em temas que podem variar de três a cinco tópicos, tais como: internacionalização, expansão geográfica, crescimento por aquisições, excelência operacional e experiência do cliente.

Assim, se o planejamento estratégico é o GPS, os temas estratégicos são as placas de trânsito que informam e auxiliam a chegar no destino.

  • Execução detalhada

O seu planejamento precisa conter os seguintes detalhamentos para ser executado:

  • Objetivos: o que é necessário para concretizar a sua visão de futuro? Se, por exemplo, o seu tema estratégico for “Fidelização”, o seu objetivo estratégico pode ser proporcionar uma experiência incrível ao seu consumidor.
  • Indicadores estratégicos: os KPIs (Indicadores chave de performance) são unidades que mensuram o desempenho dos objetivos estratégicos, ou seja, se eles estão sendo atingidos no prazo, por exemplo.
  • Iniciativas estratégicas: são as ações que devem ser desenvolvidas para chegar nas metas dos indicadores. Normalmente, são projetos que serão realizados pela empresa.
  • Motivação pela visão do futuro

Todos os pontos de um planejamento estratégico tem algo em comum: todos eles envolvem pessoas e tem um propósito claro de motivá-las. E é neste ponto que entra a questão de clareza e viabilidade.

Afinal, se os colaboradores não compreenderem o porquê de perseguir um objetivo, dificilmente eles irão trabalhar visando as consequências a longo prazo. Da mesma forma, se os funcionários não acreditarem que a estratégia é possível, eles não vão investir tempo e energia.

  • Modelo de execução flexível

Ao longo da jornada, é comum que surjam obstáculos que demandem um reajuste de rota. Por isso, é indispensável possuir um modelo de execução flexível, que permita readequações quando necessário. Afinal, é humanamente impossível pensar em todas as variáveis.

Como vimos, construir um bom planejamento estratégico significa evitar navegar por águas desconhecidas, deixando que a maré leve a sua organização para onde bem quiser. Planejamento é fazer opções e assegurar a sobrevivência e longevidade de um negócio.

Quer conferir mais conteúdos da empresa que é especialista em soluções digitais de Hospedagem de Site para inúmeras empresas brasileiras? Nos siga em nossas mídias sociais e acompanhe o nosso blog.

You must login to add a comment.

Posts relacionados