CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Empreendedor: Como Crescer na Crise? Quais são as Oportunidades?

Empreendedor: Como Crescer na Crise? Quais são as Oportunidades?

Falar de empreendedorismo em uma crise como a que estamos passando, parece ainda mais loucura, mas não é. É falar que o brasileiro possui criatividade, garra e força para vencer mais essa crise, que acredito, ser uma das piores dos últimos tempos.

No ramo de atividade que exerço, sei da esperança que os brasileiros carregam dentro de si, do desejo de não desanimar, de lutar por seus sonhos. A casa própria, sem nenhuma dúvida, é um dos maiores sonhos brasileiros. Ao mesmo tempo que o conselho de ficar em casa reforça por si só a importância de se ter uma moradia, um lar e um ambiente aconchegante e acolhedor para se estar, o futuro é inserto e consequentemente afeta o poder de compra.

Mesmo em tempos de Covid-19, é possível não desistir da aquisição de um imóvel – que geralmente vem acompanhado de um planejamento familiar de longo prazo! Recentemente foi fechada a compra de um imóvel de forma 100% remota, o que demonstra que é necessário além de enfrentar a crise, que o empresariado brasileiro passe por constantes reformulações a fim de garantir o seu futuro e seus clientes.

Como Superar a crise?

Para alguns sair dessa zona de conforto e traçar objetivos, metas e um planejamento estratégico se torna complicado e muitas vezes gera questionamentos, como: “por onde eu começo?”. Nesse momento é preciso que o empreendedor tenha alguém com quem compartilhar suas dúvidas, preocupações e decisões, como por exemplo, um coach. “O processo de coaching pode ser um bom aliado para ajudar o executivo a organizar as ideias, refletir sobre o seu novo papel, identificar onde está errando e quais decisões tomar. Nesse caso, não serão dadas as soluções, mas auxilia-lo a ampliar seu autoconhecimento, e usar suas capacidades para estabelecer seu plano de ação para chegar onde quer”, diz Rose.

Outra opção é buscar apoio em instituições que incentivam o empreendedorismo como o SEBRAE e a Endeavor, por exemplo. Elas podem ajudá-lo a descobrir como colocar suas ideias em ação e aprender com as melhores práticas de empreendedores de sucesso. “Além disso, é importante formar uma boa rede de apoio, ou seja, um networking que inclua conversas e troca de ideias com outros empreendedores, participação em organizações profissionais etc.

O que Trouxe a Pandemia?

Transformações da pandemia

De acordo com o gerente de Relacionamento com o Cliente do Sebrae, a quarentena imposta pela pandemia está deixando pelo menos quatro legados muito fortes para as empresas. O primeiro é o cuidado com a higiene, aspecto fundamental para quem já está no mercado ou planeja abrir agora o próprio negócio. A segunda grande transformação é que as pessoas vão evitar, pelo menos até que surja uma vacina eficaz, os espaços com grandes aglomerações, o que deve gerar necessidades de adaptação para as empresas que atuam em áreas de grande concentração comercial.

O terceiro legado da pandemia é que as pessoas estão mais autônomas e independentes. Muita gente descobriu, por exemplo, que é capaz de cozinhar e que pode continuar assim. Por fim, uma das mais importantes mudanças geradas pela crise foi a aceleração da transformação digital. As empresas que estão surgindo agora já precisam nascer preparadas para fazer negócio nesse ambiente. Isso significa estar presente nas redes sociais, ter uma loja online, atuar no Market Place e aplicativos e atender o público pelo WhatsApp.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre sandro symplaBoas respostas

Administrador de Empresas atuante na Área digital. Sou consultor de negócios, incentivando o empreendedorismo.

Me siga