CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Em tempos de pandemia, sustentabilidade ganha ainda mais força

Em tempos de pandemia, sustentabilidade ganha ainda mais força

No mês do Consumo Consciente, conheça iniciativas responsáveis que estão gerando impactos socioambientais positivos

Como empresas e consumidores estão mudando padrões de produção e consumo, em uma realidade mais consciente que foi acelerada pela pandemia? No Brasil, os consumidores estão fazendo escolhas que gerem impactos socioambientais positivos.

Uma pesquisa feita pelo Mercado Livre, no período de junho de 2019 a maio de 2020, revelou que o total de consumidores que visitaram a seção de produtos sustentáveis, como alimentos orgânicos, escovas de dente de bambu, canudos reutilizáveis, shampoo sólido, garrafas térmicas e mochilas de lona reciclada, duplicou no Brasil na passagem de março para maio deste ano. O número de compradores totais da categoria cresceu 100%, enquanto o de novos compradores, no geral, avançou 130% no mesmo período.

Ainda de acordo com o levantamento, só no Brasil, entre 2017 e 2020, o número de vendedores – dentro do marketplace – que oferecem produtos sustentáveis aumentou 198%. A quantidade de itens nessa categoria teve aumento de 322% ao longo desses três anos. Os números revelam companhias cada vez mais atentas a um novo tipo de cliente – engajado, responsável e exigente.

O consumo consciente – celebrado no mês de outubro – estimula as empresas a reverem seus negócios. Foi em meio à pandemia que a Sercom, o primeiro contact center do Brasil a desenvolver plataformas de customer experience com metodologias de humanização próprias, foi reconhecida como empresa consumidora de energias limpas e renováveis, gerada por fontes de baixo impacto ambiental, pela Electra Energy, uma das maiores distribuidoras independentes de energia do País. A iniciativa contribui com o desenvolvimento sustentável do planeta, reduzindo a emissão de gás carbônico na atmosfera.

“Deixamos de adquirir energia convencional e migramos para a alternativa, proveniente do sol, vento, água e queima de lixo orgânico. Além de ajudar o planeta, houve uma economia considerável: nosso custo caiu 30%”, afirma Francis Domingos Tino, gerente de Responsabilidade Social.

Ao todo, a Sercom, que emprega mais de 7.000 funcionários e ocupa um grande complexo em Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo, gasta 750 KVA por mês. Oitenta por cento dessa energia é gasta pelas operações de call center e 20% pelo setor administrativo e restaurante.

Mais ações conscientes

Além da troca da fonte de energia, outras iniciativas sustentáveis vêm sendo adotadas pela companhia como, por exemplo, ajustes feitos nos vasos sanitários. Há cerca de um ano, a quantidade de água das descargas começou a ser reduzida, mas a pressão intensificada, o que resultou na economia sem perder a eficiência. Com isso, cerca de um quarto da água utilizada foi poupada. No caso das torneiras, mais uma adaptação: a quantidade de furos foi reduzida no equipamento, o suficiente para realizar a higienização das mãos.

O projeto vinha em fase de testes até que, em janeiro, se pôde considerar que teve início de fato. E os números comprovaram a eficácia: no primeiro mês do ano, a economia observada foi de 1.193 metros cúbicos de água, o que representa cerca de 30 caixas d’água, o dobro da meta prevista inicialmente.

Além da mudança hídrica, as lâmpadas convencionais da empresa foram substituídas pelas de LED. A economia chegou a cerca de 65%.

Os resíduos produzidos pela empresa também recebem atenção especial. Papel e papelão são doados à ONG Cooperzagati (Cooperativa dos Agentes Ambientais de Taboão da Serra) desde 2019 e, além de ajudar a natureza, fazem toda a diferença para muitas famílias do entorno.

“A Sercom tem sido uma parceira fundamental da Cooperzagati, que conta com 18 cooperadas, chefes de família, que tiram o sustento integralmente deste projeto. Todo o papelão é direcionado à ONG, que atua na coleta seletiva de alguns bairros da cidade. É um trabalho socioambiental muito importante e temos muito a agradecer”, afirma Sandra Pereira, secretária de Habitação de Taboão da Serra e responsável pela coordenação de apoio por parte da Prefeitura à cooperativa.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Vagner LiberatoBoas respostas