Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Como garantir a segurança de colaboradores durante a retomada do trabalho presencial

Como garantir a segurança de colaboradores durante a retomada do trabalho presencial

A crise sanitária causada pelo rápido avanço da pandemia do novo coronavírus impactou múltiplas esferas da vida cotidiana. Em especial, o trabalho formal sofreu diversas mudanças, com empresas aderindo a medidas como trabalho remoto.

No Brasil, o número de mortes e infecções permanece alto, mas, apesar disso, múltiplas medidas de flexibilização já são incentivadas e adotadas, causando a retomada do trabalho presencial e o surgimento de novos riscos de contaminação.

A responsabilidade de manter a segurança dos colaboradores se torna cada dia mais real, e empresários e donos de pequenos e grandes negócios precisam se orientar e desenvolver planos eficazes. Manter a segurança, a saúde e a estabilidade das equipes que integram a empresa é muito importante nesse momento de crise, e é necessário aplicar as medidas corretas.

Plano de contingência

Para começar, um plano de contingência pode traçar um roteiro claro, adequado e bem definido para as medidas que serão tomadas. Ele consiste em um documento com a intenção de administrar crises, mapeando os principais riscos da empresa.

Quem são os funcionários no grupo de risco? Quais os horários convergentes e lugares de reunião? Quais as salas mais fechadas e possíveis incubadoras do vírus? Todas essas questões e outras relacionadas devem ser feitas em um questionário personalizado, que, ao ser respondido, revele os principais aspectos a serem trabalhados. 

É preciso mapear funções, áreas, ações recomendadas, restrições e outros pontos mais. Esse plano dará origem a um guia personalizado para executar as próximas ações.

Comunicação

A comunicação interna de uma empresa é de extrema importância em momentos de crise. Os colaboradores devem ser constantemente informados, educados e lembrados da situação atual.

Boletins semanais que reforcem aspectos positivos das medidas tomadas, seminários que eduquem sobre novos padrões de comportamento mais seguros, canais bem estabelecidos para esclarecer dúvidas… Todos esses pontos devem ser levados em consideração, e a comunicação interna precisa funcionar com otimização.

Medidas sanitárias

É preciso tomar cuidado com o ambiente de trabalho dos colaboradores, que, após a execução das medidas previstas no plano de contingência, permanecem executando funções presenciais ou as retomem, estão constantemente correndo o risco de exposição, através do ambiente.

Por esse motivo, é necessário manter os ambientes ventilados, evitar compartilhamento de objetos, manter a distância, disponibilizar equipamentos de limpeza e o mais importante: fazer a higienização regular de todos os ambientes.

Medidas sociais e equipamentos de proteção

Distanciamento social já é um termo muito conhecido por todos os brasileiros, e a sua importância deve ser reconhecida no ambiente de trabalho.

Manter distância correta entre os colaboradores, restringir a quantidade de pessoas por vez em áreas comuns, estabelecer transição de eventos e reuniões para o ambiente digital… Todas essas medidas devem ser consideradas e aliadas ao uso de equipamentos de proteção pessoal.

O uso de máscaras é obrigatório, e a empresa pode facilitar fornecendo máscaras de qualidade como as PFF2. No caso de estabelecimentos de comércio, onde a circulação é alta durante todo o dia, os colaboradores do setor de atendimento podem ficar ainda mais protegidos se fornecido o conjunto de máscara e face shield.

Ainda nesses locais, o controle da circulação, a limitação da quantidade de pessoas e o monitoramento, através de termômetro infravermelho, são imprescindíveis.

Além de todas essas diretrizes mais simples e gerais, os donos de estabelecimentos e de grandes e pequenas empresas devem se atentar para as diretrizes detalhadas na Portaria Conjunta nº 20, publicada no Diário Oficial, em 19 de junho de 2020.

Nela, é possível encontrar todas as medidas recomendadas em um plano base para ser aliado ao seu próprio plano de contingência. Através desses instrumentos de administração de crise, colaboradores podem voltar ao trabalho presencial em segurança.

You must login to add a comment.

Posts relacionados