Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Como fazer reuniões para promover a segurança no trabalho

Como fazer reuniões para promover a segurança no trabalho

Segurança no trabalho tem como principal objetivo garantir a integridade dos funcionários de todos os níveis da empresa independente do ramo de atuação desta.

Um levantamento feito pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) revelou que cerca de 2,3 milhões de pessoas morrem e 300 milhões ficam feridas todos os anos no mundo por causa de acidentes de trabalho.

São números impactantes que demonstram a relevância e seriedade com que o assunto deve ser tratado. Por isso governos, sociedade e empresas estão cada vez mais atentas e empenhadas no desenvolvimento de soluções de segurança no trabalho.

No mundo corporativo o setor de gestão de pessoas tem papel essencial para criar e implementar normas e procedimentos com foco na segurança do trabalho, bem como na promoção e incentivo à adesão por parte dos colaboradores.

As reuniões são fundamentais nesse processo, seja em um nível de tomada de decisões quanto com o objetivo de disseminar informações de protocolos que devem ser seguidos.

Para que estes encontros sejam produtivos é necessário ter claros os objetivos a serem alcançados com aquela reunião. Visando a otimização do tempo deve-se elaborar previamente uma pauta, estabelecer um tempo de duração e selecionar as pessoas mais indicadas para tratar dos assuntos abordados, garantindo a manutenção do foco.

Reuniões de nível gerencial podem ter como principal objetivo os investimentos necessários para a promoção da segurança no ambiente de trabalho, como por exemplo a substituição ou manutenção do piso industrial que esteja apresentando desgastes importantes.

Algumas organizações definem equipes específicas para tratar do tema segurança do trabalho e ao se reunir, este time irá efetuar a adequação das operações da empresa com a legislação vigente.

Essas equipes devem ser compostas por pessoas com o conhecimento técnico das normas e legislação de segurança e também por gestores de área que irão agregar o conhecimento da aplicação prática diária das rotinas de trabalho.

Portanto é importante selecionar adequadamente os integrantes desse grupo, que ao elaborar, por exemplo, o procedimento a ser utilizado na manutenção das estruturas metálicas leve em consideração a viabilidade de execução não somente as normas a serem respeitadas.

Além de ser o responsável pela criação das regras, o time selecionado para ser responsável pela segurança no trabalho deve ser o principal comunicador dessa cultura e procedimentos, uma forma de fazer isso é através da SIPAT.

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) é uma obrigação legal, mas também uma oportunidade para abordar o tema de maneira diferenciada. Com a realização de dinâmicas de integração entre os funcionários é possível mensurar e melhorar a adesão deles às boas práticas de segurança no trabalho.

Ao promover encontros periódicos com as equipes, será possível esclarecer as maiores dúvidas, identificar se os protocolos estão sendo seguidos e explicar diretamente para o instalador de purgador de vapor, por exemplo, as etapas que ele deve seguir na realização do seu trabalho.

Reuniões eficientes devem ser rápidas, pois evitam desperdício de tempo da equipe e minimizam o risco de não se resolver o problema e apenas debatê-lo. Deste modo é mais fácil manter a equipe motivada e engajada na busca de soluções e aplicações práticas para as respostas encontradas.

 

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais

You must login to add a comment.

Posts relacionados