CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

ANÁLISE DA RESISTÊNCIA DO CONCRETO SIMPLES COM ADIÇÃO DE CINZA DE CANA-DE-AÇÚCAR

O Brasil é um dos maiores produtores de cana-de-açúcar do mundo, e um dos resíduos dessa produção é a Cinza do Bagaço de Cana (CBC), este é o resíduo final no processo de cogeração de energia das usinas sucroalcooleiras, que descartado de forma negligente pode ser bastante prejudicial a natureza.

O objetivo do presente trabalho https://respostas.sebrae.com.br/wp-content/uploads/2020/01/Artigo_Italo_Atualizado-13-11_VersaoBanca.docx  foi dar uma destinação adequada ao resíduo empregando a construção civil, como também estudar a resistência mecânica a compressão do concreto produzido com a adição de cinza, a viabilidade da substituição parcial do agregado miúdo por este material e determinar o percentual mais adequado nestas produções. Na confecção dos corpos de provas foram definidos um traço padrão e percentuais em 0%, 10%, 20%, 30% e 35% tanto de adição como substituição.

Após o período de cura de 28 dias as amostras foram submetidas ao processo de rompimento por compressão simples. Os resultados mostraram que o uso da cinza como aditivo na produção de concreto não acrescenta em ganho de resistência nos percentuais indicado, já a substituição do agregado miúdo por este material tonar-se economicamente viável até o percentual de 20% já que os valores obtidos no ensaio são aceitáveis.

Acesse o artigo em https://respostas.sebrae.com.br/wp-content/uploads/2020/01/Artigo_Italo_Atualizado-13-11_VersaoBanca.docx

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Imagem para o post

Deixe um comentário

Sobre Italo DiegoNovo na comunidade