CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

O Brasil é um dos maiores produtores de cana-de-açúcar do mundo, e um dos resíduos dessa produção é a Cinza do Bagaço de Cana (CBC), este é o resíduo final no processo de cogeração de energia das usinas sucroalcooleiras, que descartado de forma negligente pode ser bastante prejudicial a natureza. O objetivo do presente trabalho https://respostas.sebrae.com.br/wp-content/uploads/2020/01/Artigo_Italo_Atualizado-13-11_VersaoBanca.docx  foi dar uma destinação adequada ao resíduo empregando a construção civil, como também estudar a resistência mecânica a compressão do concreto produzido com a adição de cinza, a viabilidade da substituição parcial do agregado miúdo por este material e determinar o percentual mais adequado nestas produções. Na confecção dos corpos de provas foram definidos um traço padrão e percentuais em 0%, 10%, 20%, 30% ...

Ler mais ou responder
Produtos derivados da Cana-de-Açúcar

Produtos orgânicos e com processos de fabricação mais naturais estão atraindo a atenção de muitos consumidores, dentre esses produtos estão os derivados da cana-de-açúcar, como a rapadura, por exemplo. O consumo de derivados de cana-de-açúcar – rapadura, mel de engenho, melado e açúcar mascavo – é fortemente influenciado por hábitos regionais no Brasil e vem se ampliando na medida em que aumenta o consumo de produtos orgânicos e oriundos da agricultura familiar. A demanda por adoçantes substitutos dos produtos industriais encontra, nesses derivados da cana-de-açúcar, um alimento que, além de proporcionar o sabor desejado, é fonte de energia rica em nutrientes.

Ler mais ou responder
Cachaça na Bahia

Ao longo da história, cada povo desenvolveu sua bebida típica a partir das matérias-primas que dispunha para produzi-las. No Brasil, não foi diferente. No período colonial, em meio às imensas plantações de cana-de-açúcar, teve início a produção da cachaça, um dos símbolos do país. Quase cinco séculos depois, a cachaça reflete a alma do povo brasileiro com sua diversidade. Na Bahia, segundo produtor de cachaça de alambique do país, a bebida é produzida dentro dos padrões de qualidade exigidos pelos melhores mercados consumidores e, por isso, vem conquistando o mundo. As etapas para a produção da cachaça artesanal, ou de alambique, começam no plantio da cana de açúcar e passam pela ...

Ler mais ou responder
Conheça as exigências específicas para derivados da cana-de-açúcar

Como atividade que atua no processamento de alimentos, a produção de derivados de cana-de-açúcar deve obedecer à legislação específica, compatível com os padrões de qualidade, higiene e sanidade exigidos. Dessa maneira, além das exigências legais que devem ser observadas na constituição formal do empreendimento, como inscrição no CNPJ, licenciamentos e alvarás junto às instituições ambientais, sanitárias e corpo de bombeiros, normativas atinentes ao processo produtivo e de manipulação de alimentos devem ser considerados desde as definições iniciais da planta fabril. Os funcionários empregados no empreendimento devem estar formalmente registrados conforme estabelece a legislação trabalhista, com toda a documentação referente à admissão, rescisão, folha de pagamento, guia de recolhimento das contribuições sociais (INSS, FGTS), ...

Ler mais ou responder

A demanda por adoçantes substitutos dos produtos industriais encontra, nesses derivados da cana-de-açúcar, um alimento que, além de proporcionar o sabor desejado, é fonte de energia rica em nutrientes. Segundo a União da Indústria da Cana-de-açúcar, em 2012, o Brasil produziu 38.237 milhões de toneladas de açúcar, com 89% desse total oriundo da região Centro-Sul e 11% da região Norte-Nordeste. Atualmente, segundo o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool do Estado de Pernambuco, a média do consumo brasileiro de açúcar é de aproximadamente 53 Kg/habitante/ano, sendo superado somente pela União Europeia, cujo consumo se situa na faixa de 60 Kg/hab/ano. O cenário para o mercado dos derivados de cana-de-açúcar é de ...

Ler mais ou responder
Cachaça: necessidades e incentivos

Inserido em um contexto atual, o setor de cachaça ainda possui as necessidades de defender a observância aos Padrões de Identidade da Qualidade (PIQs) e de maior governança na cadeia produtiva como forma de preservar e aumentar sua valorização internacional e nacional. Além disso, o setor carece de um alto nível de formalidade, pois apenas cerca de 15% dos produtores são formalizados. Os incentivos à informalidade reúnem uma série de fatores, como o setor ser acentuadamente heterogêneo e pulverizado praticamente em todo o território brasileiro; possuir unidades de produção familiares e grandes empresas convivendo no mesmo setor; ser submetido a níveis especialmente altos de tributação ...

Ler mais ou responder
Divulgação para a nova imagem da cachaça

Este momento de grande fluxo de turistas, que antecede os eventos esportivos como a Copa do Mundo e a Olimpíadas, é muito favorável para o setor produtivo da cachaça. Principalmente na última década, o reconhecimento internacional da cachaça tem contribuído para mudar a imagem do produto junto aos próprios brasileiros, dando-lhe um status de bebida fina e requintada, merecedora dos mais exigentes paladares. A mudança no status do produto se reflete na sua presença em lojas especializadas em bebidas e nos restaurantes sofisticados. Diante disso, é extremamente importante a realização de ações marketing para ratificar a qualidade do produto e sua expansão no mercado internacional, o que se contrapõe à ...

Ler mais ou responder
Caninha ou Cachaça?

No mercado de cachaça, existem dois tipos da bebida: a caninha industrial e a cachaça artesanal de alambique. A primeira possui teor alcoólico de 38% a 54%, à temperatura de 20ºC, obtida da destilação simples da cana-de-açúcar, com teor alcoólico corrigido pela diluição de água e adição de adoçantes (até seis gramas por litro) e corantes (para diferenciar a tonalidade da cor). Já a cachaça pura de alambique, com o mesmo teor alcoólico e temperatura, é obtida pela destilação do mosto fermentado de cana-de-açúcar, em alambique de cobre, sem adição de açúcar, corante ou outro ingrediente qualquer. Muitos conhecem a bebida brasileira como “aguardente de cana”. Na verdade, trata-se de um termo genérico, ...

Ler mais ou responder