CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Voucher: estratégia para aliviar o caixa de sua empresa

Voucher: estratégia para aliviar o caixa de sua empresa

Voucher: estratégia para aliviar o caixa de sua empresa

 Os pequenos negócios do segmento de eventos, assim como salões de beleza e agências de viagem por exemplo, têm sentido muito os efeitos da pandemia causada pelo novo coronavírus. E enquanto as atividades não voltam à normalidade, o empresário não pode deixar de usar estratégias de sobrevivência.

Voucher é um termo de origem inglesa que se refere a um documento que comprova o pagamento e o direito a um serviço ou a um produto.

Em inglês, o verbo vouch significa “atestar”, “confirmar”. Apesar de se escrever com as vogais “ou”, a sua pronúncia correta é “vaucher”.

Os vouchers são muitas vezes usados como estratégia de marketing por várias empresas, que oferecem descontos para que os clientes comprem algum produto ou serviço.

É importante entendermos as finalidades do voucher, que podem ser comerciais ou financeiras.

Quando falamos de estratégias comerciais o voucher vai contribuir, por exemplo, para a fidelização dos clientes.

Pensando financeiramente, trata-se de uma operação de antecipação de receita. Explicando melhor:  o cliente paga agora e você só presta o serviço depois. Isso significa um reforço para o caixa da empresa no curto prazo, ou seja, agora.

Posso repassar o desconto que obtive do fornecedor? Qual a vantagem?

Esse é conhecido como o “voucher desconto”. Quando no preço, você repassa o desconto que obteve do fornecedor, significa que vende mais barato e seu preço ficou mais competitivo em relação aos concorrentes. Aí sim, é uma estratégia válida. A principal vantagem é a entrada mais rápida do dinheiro no caixa, sobretudo, neste delicado momento em que as vendas sofreram relevante queda.

Por outro lado, tem que haver um cuidado para que você não gaste todo o dinheiro, que o cliente pagou, de forma desequilibrada e isso atrapalhe ou inviabilize, mais tarde, a prestação do serviço.

Pra isso, você precisa fazer um planejamento financeiro projetando as entradas e saídas de recursos, principalmente para os meses que os serviços serão prestados. Uma ótima forma de fazer este planejamento é através de planilhas que o Sebrae disponibiliza gratuitamente em seu site. Acesse sebrae.mg.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Comentários ( 2 )

  1. O problema do voucher é quando se tem que prestar o serviço, faz-se o caixa num primeiro momento, mas as faturas a se pagar não param, depois quando todos resolveram usar os vouchers, o capital de giro e o caixa vão ter que estar muito bem equilibrados. Caso contrário, muitos tomarão calote.

  2. Estou tentando implantar o sistema de voucher em meu negócio, mas percebi que pode ser um problema no futuro, se não usado com cuidado. Vejo muitos empresários literalmente torrando o dinheiro que deveria estar usando com moderação. No futuro, quando isso passar, a conta não vai bater.

Deixe um comentário