CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Cardápios eletrônicos

As inovações tecnológicas fazem parte do dia a dia dos consumidores brasileiros – a exemplo dos dispositivos móveis, que revolucionaram a maneira com que as empresas se relacionam com seus clientes. Para o segmento de alimentação fora do lar, uma das tendências que merece destaque consiste no cardápio eletrônico, um sistema digital de atendimento em restaurantes. Trata-se de uma inovação que busca melhores resultados para os estabelecimentos e satisfação para os clientes. Diante esse cenário, o Boletim de Tendências deste mês aborda o potencial dos cardápios eletrônicos para as MPE do segmento de bares e restaurantes, seus benefícios e os principais pontos de atenção para adotar esta ...

Ler mais ou responder
Estudo do Mercado Audiovisual para os Pequenos Negócios

O “Estudo de inteligência de mercado para o audiovisual” foi elaborado com o intuito de servir como material de consulta e suporte aos pequenos negócios que fazem parte da cadeia do audiovisual. Com foco na análise de tendências, na convergência das mídias, na questão multiplataformas e nas novas tecnologias trabalhadas, este estudo evidencia uma maneira diferente de relacionar-se e de consumir produtos audiovisuais no Brasil. A competitividade do mercado exige o acesso imediato a informações relevantes que auxiliem a tomada de decisões pelos empresários. O maior desafio imposto é transformar, no mercado mundial e brasileiro, ...

Ler mais ou responder
Boletim – A força dos Coletivos Criativos

Entre tantas particularidades dos empreendimentos criativos, uma delas é a colaboração entre os profissionais envolvidos nos projetos e trabalhos. A aliança entre as expertises pode ser uma alternativa para criar um ambiente de troca e parceria e desenvolver soluções ainda mais completas. Conheça nesta Resposta Técnica as vantagens dos coletivos criativos e como empresas e/ou artistas com objetivos semelhantes podem se unir para o desenvolvimento das atividades ainda mais completas. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Ler mais ou responder
Boletim – O potencial do mercado de HQs no país

Considerado um importante setor da economia criativa, as Histórias em Quadrinhos (HQs) extrapolaram a sua função primordial de entretenimento e faz parte de um mercado multimilionário, com várias franquias de sucesso. Aos poucos, as HQs saíram das páginas dos livros e gibis para ganhar as telas de cinema. Empreendedor, confira nessa Resposta Técnica um panorama geral do mercado de HQs no Brasil, as várias oportunidades, exemplos de empreendedores que vêm obtendo sucesso nesse ramo e como pode ser aproveitada. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Ler mais ou responder
Boletim – Caminhos para a formalização de Empreendimentos Criativos

Segundo dados da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, sigla em inglês), na economia mundial os setores criativos foram os que mais cresceram desde o início do século XXI – passando dos US$ 95,3 bilhões em 1980 aos US$ 387,9 bilhões em 1998. Artistas, músicos, DJs, designers, programadores e demais empreendedores criativos costumam desenvolver suas atividades na informalidade, por questões que envolvem a própria diversidade do setor. Essa característica acarreta dificuldades nas contratações, emissões de notas fiscais e até mesmo no reconhecimento do trabalho, ocasionando perda de oportunidades de negócio. É possível que um pequeno empreendedor informal não perceba a necessidade de expansão e crescimento do seu ...

Ler mais ou responder
Boletim- A Internet e os Empreendimentos Criativos no Brasil

A relação existente entre Internet e Economia Criativa fica clara, segundo diagnóstico feito pelo John Howkins – consultor britânico especializado em Economia Criativa. Ele afirma que a imaginação humana é a maior fonte de criatividade. A internet virou o melhor meio de se vender esta criatividade, como textos on-line, livros, músicas, filmes e televisão. A economia criativa está distribuída em 13 áreas. São elas: arquitetura, publicidade, design, artes e antiguidades, artesanato, moda, cinema e vídeo, televisão, editoração e publicações, artes cênicas, rádio, softwares de lazer e música. A internet tornou-se um aliado imprescindível de empresas que atuam com economia criativa e permite um modelo de negócio novo, que poupa ...

Ler mais ou responder
Boletim- Espaços culturais

A cultura brasileira é diversificada. Alia originalidade, inovação e versatilidade. Sejam nas produções musicais ou nas expressões culturais, o artista brasileiro busca evidenciar seus diferenciais e mostra seu trabalho. Com a aproximação das Olimpíadas e Paraolimpíadas em 2016, diversas oportunidades surgem como forma de divulgação destas manifestações artísticas. Lugares públicos/privados darão espaço para as apresentações. Cantores consagrados dividirão espaço com novos artistas. Iniciativas que promovem a cultura brasileira surgem a partir de editais – lançados pela iniciativa privada ou órgãos públicos. Estar atentos a essas possibilidades torna-se uma oportunidade. Há espaços destinados para essas apresentações e verbas destinadas a esses artistas/produtores para viabilizarem seus espetáculos. Os editais de incentivo ...

Ler mais ou responder
Boletim- Viabilização de projetos culturais via financiamento coletivo – crowdfunding

Uma das grandes dificuldades enfrentadas pelos artistas é a viabilização dos seus projetos, para que esses se tornem passíveis de serem realizados. O patrocínio de empresas privadas e a procura em editais públicos segmentados são algumas das alternativas buscadas pelos artistas atualmente. Mas com a ascensão e forte influência das redes sociais e da internet, a busca pelo financiamento coletivo torna-se mais uma oportunidade. O crowdfunding desponta como uma alternativa relevante dentre as oportunidades artísticas, pois estabelece duas importantes relações: a viabilização das atrações artísticas e a fidelização dos que consumirão essas produções.Esses são alguns dos aspectos positivos do crowdfunding, ferramenta que otimiza a captação de recursos e possibilita a divulgação dos trabalhos antes mesmo de sua execução.

Ler mais ou responder
Boletim – Grandes players e pequenos negócios de Games

Dos telejogos da década de 1970 aos gadgets de última geração e os advergames, muita coisa mudou no universo dos games, gerando várias oportunidades para os empreendedores desse segmento. De acordo com a Newzoo, empresa de consultoria e pesquisa de mercado especializada em games, o futuro dos jogos eletrônicos está nos dispositivos móveis. Além da criação de jogos digitais para consumo dos usuários habituais, os pequenos negócios do segmento podem atender organizações que terceirizam a produção para atender o mercado externo, com a parceria funcionando via internet. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Ler mais ou responder
Boletim – A importância da brasilidade nos produtos de Economia Criativa

Os brasileiros são conhecidos por transmitirem sua essência nas pequenas atitudes. Suas características não são nem um pouco homogêneas. Pelo contrário. A diversidade encontrada aqui pode ser considerada uma importante aliada. No que diz respeito ao segmento de economia criativa, imprimir nos mais diversos produtos a brasilidade pode se tornar um diferencial competitivo. Alguns produtos e serviços brasileiros obtêm sucesso no mercado justamente por possuírem densidade cultural. Elementos como este agregam ainda mais valor aos produtos. Pode-se perceber estes aspectos nos segmentos de moda, turismo, artesanato, agronegócio, e principalmente, em manifestações culturais como pintura, música e festas típicas/temáticas - como o Carnaval. Para saber mais sobre o assunto,

Ler mais ou responder
Boletim – A Profissionalização da Gestão de Empreendimentos Criativos

Para os negócios, não basta criatividade. Há também a necessidade de profissionalização. As possibilidades do segmento de Economia Criativa podem ser ampliadas se o empreendedor estiver atento e evitar riscos. A criação e o desenvolvimento de um empreendimento têm como base as experiências adquiridas e as habilidades desenvolvidas pelo empreendedor na identidade do seu negócio. Sem excluir a possibilidade de uma boa ideia gerar um negócio de sucesso, o empreendedor deve ter o conhecimento de suas potencialidades e de suas limitações. A base do desenvolvimento pessoal e profissional está no conhecimento de si e dos objetivos para alcançar o que deseja. A economia criativa vem dinamizando o cenário de negócios ...

Ler mais ou responder
Boletim – Aproximação com grandes players: StartUp

Segundo dados do Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil, realizado pela FIRJAN em 2012, em 2011 cerca de 243 mil empresa estavam inclusas no segmento da indústria criativa no Brasil, responsável por 2,7% do PIB brasileiro. O mercado era composto por 810 mil profissionais, 1,7% do total de trabalhadores no país em 2011. E segundo a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), em 2012 mais de 1,7 bilhão de reais foi investido em startups brasileiras. As grandes empresas têm cada vez mais contribuição nisso, apostando em parcerias e investimentos nas startups para diversificar e fortalecer seus negócios. As grandes empresas de tecnologia, quando buscam empresas para parceria e investimento, funcionam como investidor-anjo, ou seja, ...

Ler mais ou responder