Coronavírus – Quais as orientações para a reabertura dos Serviços de Beleza?

I> Denunciar
Pergunta

Por favor explique as razões pelas quais esse conteúdo merece ser revisto pela moderação do site.

I> Denunciar
Cancelar

Com novos decretos que autorizam o funcionamento de serviços como salões de beleza e estéticas, quais os cuidados contra a covid-19 que devemos tomar ?

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!
respondida 0
Perguntas Frequentes 3 meses 8 Respostas 1460 visualizações Sebrae 9

Respostas ( 8 )

  1. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar
    Essa resposta é editada.

    Olá, esse é um conteúdo especial, criado e validado pelo grupo de colaboradores Sebrae, entidades representativas e empresas parceiras, que constam listados ao fim do texto

    NEGÓCIOS DE BELEZA: ORIENTAÇÕES PARA RETOMADA SEGURA APÓS QUARENTENA(S) COVID19

    Considerando, a seu tempo, os Decretos que autorizam a reabertura das atividades de serviços de beleza em sua região, reunimos orientações importantes para esse momento. O conteúdo se preocupa primeiramente com a saúde pública, de profissionais, gestores e clientes dos negócios de beleza e também com a necessidade de que o consumidor se sinta seguro neste ambiente e confiante para voltar à rotina de cuidados com a beleza e bem estar.

    1. Trabalhe como se todos estivessem infectados

    Em tempos da pandemia COVID19 é importante entender que além do período de incubação do vírus, que pode variar de 4 a 14 dias, podemos conviver diariamente com infectados assintomáticos, ou seja, que não apresentam os sintomas descritos da doença e, por isso, são potenciais disseminadores da doença.

    2. Atenção aos Decretos

    É importante levar em consideração o decreto de funcionamento vigente em cada região, e, caso exista divergência de informações entre os decretos municipais e estaduais, opte por seguir a orientação mais rígida e com requisitos orientados pelas seguintes entidades OPAS – Organização Pan Americana da Saúde, OMS – Organização Mundial de Saúde, Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Ministério da Saúde. 

    3. Chegada de clientes e profissionais

    3.1 Dentro do contexto da pandemia, organize uma área de chegada para clientes e profissionais disponibilizando álcool em gel para higienização das mãos e medidas para higienização das solas do sapato como um borrifador com álcool 70%;

    3.2 Solicite que todos os clientes estejam de máscara reutilizável própria. Caso não possuam, ofereça a opção de compra no próprio estabelecimento;

    3.3 As máscaras são ainda mais eficazes somente quando usadas em combinação com a limpeza frequente das mãos com um desinfetante para as mãos à base de álcool ou água e sabão.

    3.4 Oriente que os clientes, se possível, não levem acompanhantes ou animais de estimação;

    3.5 Divulgue que os atendimentos serão feitos exclusivamente com agendamentos para evitar filas e espera.

    4. Higienização de Superfícies e Equipamentos

    Todo o estabelecimento deve ser cuidadosamente limpo e desinfectado antes da reabertura. Desinfecte todas as superfícies, ferramentas, toalhas e roupas, mesmo que tenham sido limpas antes do fechamento.

    4.1 Antes de iniciar as atividades diárias e entre atendimentos, deve-se realizar a limpeza e desinfecção química, respeitado o tipo de material, nos locais de contato do cliente, a saber: bancadas, poltronas, cadeiras, macas e afins;

    4.2 Caracteriza-se limpeza o uso de agente detergente, como água e sabão

    4.3 Caracteriza-se desinfecção química o uso de agente desinfetante, como álcool 70% ou solução com água sanitária; a solução de água com água sanitária deve seguir as seguintes medidas: 250ml de água sanitária para 1L de água.

    4.4 Usar papel toalha descartável para limpeza e desinfecção;

    4.5 Dar preferência à ventilação natural, com portas e janelas abertas. Caso o decreto vigente em sua região permita o uso de ventilação artificial, como o uso de ar condicionado, investir na limpeza frequente de filtros;

    4.6 Retirar tapetes, mantendo uma decoração mais minimalista para facilitar o processo de higienização;

    4.7 Optar, sempre que possível, por deixar portas internas abertas entre setores para ajudar na circulação e evitar o toque em puxadores e maçanetas;

    4.8 Aumentar a frequência da higienização do chão utilizando solução adequada de água com água sanitária ou outro produto similar respeitando o tipo do revestimento do piso;

    4.9 Distribuir álcool em gel 70% em todos os setores, todas as bancadas de atendimento, recepção, banheiros, copas e afins;

    • Importante o uso de álcool gel de boa procedência dando prioridade para marcas que sejam de confiança do comprador e tenham boa reputação no mercado;
    • Jamais comprar frascos sem rótulo;
    • Observar se no rótulo consta a composição do produto, advertências/restrições, lote e validade;
    • Observar se no rótulo constam os dados do fabricante: nome da industria, CNPJ, endereço, número da autorização de funcionamento emitida pela Anvisa (AFE ou AF), além de telefone de atendimento ao consumidor que possibilite o esclarecimento de dúvidas.

    4.10 Em banheiros:

    • Usar sabonete líquido e toalhas de papel para lavar e enxugar as mãos, respectivamente;
    • Limpe e desinfete todas as superfícies do banheiro, incluindo pisos, pias e vasos sanitários;
    • Recomenda-se o uso de assento descartáveis; Banheiros-.

    4.11 Aumentar a frequência de higienização de puxadores, maçanetas, interruptores, corrimões e espelhos utilizando solução adequada: água com água sanitária;

    4.12 Manter frequência de higienização de canetas e outros materiais de escritório, teclado, mouse, monitor e telefones;

    4.13 Higienizar a maquineta do cartão após cada uso, permitindo que o cliente manuseie seu cartão, e disponibilizar álcool em gel 70% em cada estação de pagamento;

    4.14 Pagamentos em espécie pedem atenção redobrada para a higienização das mãos;

    4.15 Retirar todos os itens fáceis de tocar, como revistas, tablets ou catálogos de informações.

    4.16 Durante o uso de equipamentos e produtos de uso comum, como máscaras, shampoos e condicionadores, higienizar as mãos antes de usá-los.

    5. Destinação adequada do lixo

    Durante a pandemia COVID19, devido ao risco da presença de agente biológico, todos os EPIs e papéis toalha usados para higienização de superfícies devem ser destinados de acordo com as normas da vigilância sanitária local.

    5.1 É importante removê-lo diariamente ou tantas vezes quantas forem necessárias durante o dia;

    5.2 Distribuir lixeiras dentro das normas da vigilância sanitária local em todos os setores para evitar o transporte do lixo possivelmente contaminado pelo estabelecimento;

    5.3 Quando removido dos setores, o lixo deve ser armazenado ensacado em recipientes apropriados com tampa;

    5.4 O profissional responsável pelo recolhimento deve estar paramentado com luvas e máscara reutilizável.

    6. Orientações para o cliente

    6.1 Nesse período de pandemia, durante o agendamento e sempre que um cliente que entrar no salão/loja, realizar pesquisa em caráter informativo, questionando se o cliente apresenta sintomas relacionados à COVID19:

    • Você apresenta tosse?
    • Você apresenta febre?
    • Você esteve perto de alguém exibindo esses sintomas nos últimos 14 dias?
    • Você mora com alguém doente ou em quarentena?

    6.2 Indicar locais para lavagem de mãos e uso do álcool em gel 70% distribuído nas bancadas;

    6.3 Orientar que o cliente higienize o celular e que evite ao máximo o uso, durante a permanência no estabelecimento.

    7. Medidas para evitar aglomerações e contaminação cruzada

    7.1 Em tempos de pandemia orienta-se organizar escala de trabalho, prevendo evitar aglomerações, de acordo com a quantidade de pessoas permitida em um mesmo ambiente estabelecida no decreto da sua região;

    7.2 Definir a escala de retorno da equipe respeitando as orientações da Organização Mundial da Saúde quanto ao pertencimento aos grupos de risco;

    7.3 Realizar atendimento mais exclusivo, estabelecer distância mínima de 2m entre as estações de atendimento;

    7.4 Não permitir a realização de serviços simultâneos no mesmo cliente. Exceto quando respeitar a distância mínima orientada entre os profissionais e o cliente.

    7.5 Limitar o número de pessoas na área de espera no salão/loja. Recomenda-se agendamento de clientes com maior espaçamento entre os horários para evitar a possibilidade de aglomerações na sala de espera.

    8. Orientações para profissionais de beleza

    Os profissionais de beleza precisam estar cientes de sua responsabilidade em minimizar a disseminação do coronavírus durante o atendimento, respeitando os protocolos recebidos e utilizando equipamento de proteção individual.

    8.1 Lavagem das mãos de acordo com orientações da ANVISA entre cada atendimento e portar álcool em gel próprio;

    8.2 Uso de máscara reutilizável para todos e combinação de máscara reutilizável e face shield para procedimentos mais detalhados como: maquiagem, barba, depilação, estética;

    8.3 A máscara reutilizável (de pano) não deve ser utilizada por longo período, respeitando o máximo de 3h ou antes desse período caso esteja úmida; Higienizar as mãos antes da colocação da máscara para descontaminação das mãos e redução de risco de infecção no momento do ajuste da mesma no rosto. Remover a máscara pelas tiras / elásticos laterais, nunca tocando na frente da máscara. Cuidados com a higiene e armazenamento após o uso:

    • Imergir em solução de água sanitária com concentração de cloro de 2 a 2,5%: 10ml de água sanitária + 490ml de água por 30 minutos
    • enxaguar a máscara e lavar com água e sabão
    • permitir secagem completa (preferencialmente ao sol)
    • passar com ferro
    • guardar em sacos plásticos limpos, embaladas individualmente.

    8.4 A máscara face shield deve ser higienizada a cada troca de cliente;

    8.5 Orientação para uso de farda que seja lavada e desinfectada diariamente; uso de jaleco de TNT descartável trocado a cada cliente quando o serviço realizado necessite contato físico, como massagem;

    8.6 Orientar profissionais para que a roupa e o calçado usados no caminho casa/trabalho/casa não seja a mesma usada durante o atendimento;

    8.7 Use calçados que possam ser lavados frequentemente com água e sabão;

    8.8 Orientar para que, no final do dia de trabalho, os profissionais tirem a roupa usada e coloque-a em um saco plástico para o transporte;

    8.9 Uso de cabelo preso ou touca descartável e unhas cortadas;

    8.10 Seguir demais normas quanto a vestimenta adequada, de acordo com a Vigilância Sanitária, como uso sapatos de fechados.

    8.11 Manter bancadas o mais livre possível, deixando sobre elas apenas instrumentos e produtos usados durante o atendimento;

    8.12 O uso de luvas não deve, em hipótese alguma, substituir a lavagem frequente das mãos;

    8.13 Proibido o compartilhamento de itens pessoais, como maquiagem, vasilhas, talheres e celular;

    8.14 Quanto ao adornos pessoais:, permitido uso de brincos pequenos. Não usar: anéis, brincos, pulseiras, gargantilhas, relógios, colares;

    8.15 Não use cartucheiras para colocar seu material;

    8.16 Orientar higienização dos celulares e que evitem ao máximo o seu uso durante a permanência no estabelecimento;

    8.17 Ter atenção quanto ao uso de produtos que produzam aerossóis, como: spray secante/fixador, finalizadores com pulverizador e afins. Faça aplicação com cautela, de forma localizada evitando a dispersão de partículas.

    8.18 Ter atenção durante o uso do secador de cabelo, posicionando o bico no sentido raiz em direção as pontas. Desta forma, diminuímos o direcionamento do vento sempre de baixo para cima mitigando a possível propagação de partículas;

    8.19 O estabelecimento deve providenciar termômetro para verificar diariamente a temperatura corporal dos profissionais.

    9. Comunicação

    9.1 Realizar treinamento com a equipe sobre as medidas preventivas e conscientizar quanto a importância do cumprimento dessas ações;

    9.2 Criar lembretes para equipe e clientes sensibilizando sobre a importância da lavagem das mãos, do uso de álcool em gel 70%, do não compartilhamento de objetos pessoais (inclusive celular), da higiene respiratória e etiqueta de tosse;

    9.3 Distribuir por todo o estabelecimento as medidas preventivas tomadas pela empresa através de cartazes em displays, aparelhos de tv ou sistema interno de som.

    10. Detalhamento em cada área/modelo de negócio

    Durante a pandemia COVID19 é necessário ter atenção aos detalhes em cada atendimento.

    10.1 Sala de Esterilização: revisar os processos de esterilização, principalmente durante a lavagem de materiais de acordo com orientações da vigilância sanitária.

    10.2 Barbearia: lavar cabelos e orelhas dos clientes antes de iniciar o corte para minimizar a possibilidade de contaminação; possuir número maior de instrumentos, como pentes da máquina de corte, levando em consideração a quantidade de clientes atendidos; usar máscara reutilizável e face shield para serviços mais detalhados, como barba.

    10.3 Esmalteria: diminuir a quantidade de esmaltes expostos; usar luvas; higienizar a cada cliente: a poltrona, a cirandinha ou a mesa de atendimento.

    10.4 Estética/Depilação: usar luvas, máscara reutilizável e face shield; separar os produtos que serão utilizados em cada atendimento, mantendo a bancada sempre livre; usar papel toalha descartável sobre a maca.

    10.5 Maquiagem: máscara reutilizável e face shield; higienizar o rosto do cliente; possuir número maior de pincéis, levando em consideração a quantidade de clientes atendidos, permitindo um kit de pincéis para cada cliente; fracionar os produtos para cada atendimento, evitando levar o pincel possivelmente contaminado ao produto; higienizar pincéis deixando-os de molho por 15min em solução de clorexidina a 2%, seguindo a diluição de 100ml de clorexidina para 1L de água.

    10.6 Cabelos: lavar cabelos e orelhas dos clientes antes de iniciar serviços como corte e escova para minimizar a possibilidade de contaminação; não compartilhar instrumentos como bobs, presilhas, pentes e escovas; não reutilizar papéis ou mantas para descoloração; manter na bancada apenas instrumentos e produtos usados durante o atendimento; utilizar capas descartáveis ou de tecido desde que sejam higienizadas de forma adequada e não reutilizadas entre clientes; para higienizar bobs, presilhas, pentes e escovas, antes de seguir o protocolo orientado pela vigilância sanitária da sua região, coloque-os de molho por 15min em solução adequada de água com água sanitária a 2% ou 2,5% ou em em solução de clorexidina a 2%, seguindo a diluição de 100ml de clorexidina para 1L de água.

    10.7 Copa: organizar escala para horários de almoço e lanches, evitando aglomerações; distribuir cartazes para sensibilizar profissionais sobre a importância da higienização de equipamentos de uso comum como microondas, geladeira, fogão, mesas, cadeiras e interfones.

    11. Sempre atentos e vigilantes

    11.1 Eleja uma pessoa que ficará responsável por supervisionar as novas práticas, é comum as medidas irem se afrouxando com o tempo, pois o clima de normalização ficará no ar;

    11.2 Se possível faça rodízio toda semana desse “supervisor”, assim todos os colaboradores se sentirão responsáveis pela nova conduta.

    11.3 Relembrando que todas as pessoas que entrarem no salão deverão estar de máscaras, e seguir os protocolos de higiene e segurança. Isso vale para fornecedores, profissionais, cliente, ou entregadores de delivery;

    Imprima esse guia e deixe na recepção, assim seus cliente se sentirão seguros ao saber que o estabelecimento está seguindo todas as recomendações.

    Referencial Bibliográfico (extraídos em 24/4/2020)

    BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolos

    https://coronavirus.saude.gov.br/profissional-gestor#protocolos

    BRASIL. Ministério da Saúde. Como Se Proteger

    https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#como-se-proteger

    BRASIL. Fundação Oswaldo Cruz. Plano de Contingência da Fiocruz

    https://portal.fiocruz.br/documento/plano-de-contingencia-da-fiocruz-para-pandemia-de-covid-19-versao-13

    BRASIL. Anvisa. Orientações Gerais

    http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/NT+M%C3%A1scaras.pdf/bf430184-8550-42cb-a975-1d5e1c5a10f7

    BRASIL. Anivsa. RDC Nº 222/2018

    http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/271855/RDC+222+de+Mar%C3%A7o+de+2018+COMENTADA/edd85795-17a2-4e1e-99ac-df6bad1e00ce

    BRASIL. Anivsa. Plano de Contingência

    http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/5777769/Plano+de+Conting%C3%AAncia+GRC/ed86f520-92ee-4410-a2ff-e3d98f82a113

    BRASIL. Conselho Federal de Química

    http://cfq.org.br/noticia/solucao-diluida-de-agua-sanitaria-e-alternativa-na-falta-de-alcool-gel-ou-mesmo-de-agua-e-sabao/

    BRASIL. Organização Mundial da Saúde. Medias Básicas de Proteção

    https://www.who.int/es/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public
    BRASIL. Anvisa. Máscaras Faciais de Uso Não Profissional

    http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/NT+M%C3%A1scaras.pdf/bf430184-8550-42cb-a975-1d5e1c5a10f7

    BRASIL. Anvisa. Nota Técnica N26/202
    http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/SEI_ANVISA+-+0964813+-+Nota+T%C3%A9cnica.pdf/71c341ad-6eec-4b7f-b1e6-8d86d867e489

    EUA. Georgia State Board of Cosmetology and Barbers

    https://sos.ga.gov/PLB/acrobat/Forms/28%20Safety%20Guidelines%20for%20Return%20to%20Work%20-%20COVID19.pdf

     

     

    As orientações contidas neste documento valem durante a PANDEMIA COVID19 e estão sendo co-criadas por:

    Sebrae Nacional: Coordenador geral

    Sebrae UFs/ Grupo de Gestores de Beleza: Revisão de conteúdo e aprovação

    Hairsize: Conteudista técnico

    ABIHPEC Associação Brasileira da Industria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos: Revisão de conteúdo e aprovação

    ABSB Associação Brasileira de Salões de Beleza: Revisão de conteúdo e aprovação

    PRÓ-BELEZA Associação Nacional de Profissionais de Beleza: Revisão de conteúdo, consultoria médica e aprovação

     

    Entidades apoiadoras:

    Intercoiffure;

    HCF Haute Coiffure Française;

    Beleza Patronal SP; Sibecesc – Sindicato dos institutos de beleza cabeleireiros e esteticistas do estado de   Santa Catarina; Sindicato dos Salões de Barbeiros, Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares no Estado do do Rio Grande do Sul; Sindibeleza Goiás. Sindicato dos proprietários de barbearias e institutos de Beleza do estado de Goiás; SinBeleza Pernambuco; Sindicato dos salões de Barbeiros, Cabeleireiros instituto de beleza e Similares de Belo Horizonte; Sindicato dos proprietários de salões de Barbeiros Cabeleireiros e Esteticistas Autônomos e Institutos de Beleza para senhoras e similares afins de Mato Grosso do Sul; SINTERBEL – Sindicato Intermunicipal da Classe Econômica e Similares do Setor Beleza de Juiz de Fora e Região/MG; SimBeleza – Distrito Federal; SindBeleza – Sindicato dos Institutos de Beleza e Cabeleireiros de Rio Branco; Sindicabes dos Vales; SINDIBEL-CE; Sindicab; Sindsalão – Sindicato dos salões de barbeiros e de cabeleireiros institutos de beleza e similares de Contagem e região; SINDSALÃO – Sindicato dos Saloes de Barbeiros e de Cabeleireiros, Instituto de Beleza e Similares de Contagem e Região; SIBECESC – Sindicato dos Institutos de Beleza, Cabeleireiros e Esteticistas do Estado de Santa Catarina; SINCA RS; SINDIBEL – CE; SINTERBEL – Sindicato Intermunicipal da Classe Econômica do Setor de Beleza e Similares de Juíz de Fora e Região/ MG; Beleza Sindical Campinas; AEB/RN – Associação das Empresas de Beleza do RN; Sinbel RJ; SEMPRIBEL RJ.

     

    Empresas apoiadoras:

    HM em Revista (Organizadora dos apoios empresariais);

    Alfaparf; Aneethun; Avantti; Avec; Beauty Fair; Beleza Pro Business; Braé; Canal BBN; Cless; Consult Mkt & Comunicação; Contax; De Sírius; Graces; Hair Brasil; Ikesaki; Inowit; Itallian Hairtech; Juncal Cruz Adv; LOréal; Lowell; Maxiline; Raiz Latina; Rede Beauty Brasil; Rovella & Schultz Boutique Press Interactive; Sweet; Trinks; Wella; Yellow.

     

    Importante: Este documento é vivo e pode ser modificado a qualquer tempo segundo contribuições do mercado de beleza, entidades representativas e autoridades de saúde.

    ****** Versão atualizada em 4 de maio de 2020 *******
    Baixe Aqui o E-book

  2. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar
    Essa resposta é editada.

    Infelizmente eu acho que se poderia trabalhar com um roteiro de lavagem mais prático, barato e acessível nao só em valor mas em facilidade de aquisição em qualquer lugar para se efetivar lavagem de pinceis de maquiagem

    1- Primeiramente é necessário esclarecer nitidamente no Passo-a-Passo de uma lavagem de pinceis de maquiagem ( que não são instrumentos Perfuro-cortantes como existem na estética entre outras atividades) que é INDISPENSÁVELcomprovado cientificamente que não se pode mergulhar diretamente nenhum instrumento que se queira desinfecção sem uma limpeza prévia de agua e sabao para desencrustrar residuos organicos e inorganicos  visto que a ação desse produto Desinfectante pode reduzir e até perder seu efeito. Ex:

    Os desinfetantes podem perder o seu efeito na presença de sujeiras e contribuir para que os micróbios fiquem resistentes a eles, diz um estudo de 2019. (Hospital Oswaldo Cruz)

    2- A clorexcidina é um potente Bactericida e Bacteriotástico  não existindo na literatura comprovações fortes de sua ação como viruscida, existindo vários relatos de ineficácia até para vírus mais simples do que o COVID-19. Super usada em Hospitais não deixando de ser uma ótima opção também na limpeza dos pinceis sempre ressaltando uma limpeza previa de resíduos de maquiagem.

    3- A orientação no modo de lavagem dos pinceis tanto em lavar cerdas e cabos são imprescindíveis. Juntamente com uma equipe, analisamos em um Laboratorio de Microbiologia e fizemos coletas com soabs nas áreas das cerdas e  em todo o corpo do pincel, encontrando contaminação em todas as partes  do pincel. Logo, pelo habito rotineiro das pessoas de não quererem lavar os cabos por serem na maioria de madeira e temerem descolarem das cerdas, é necessário frisar a necessidade da lavagem completa de cerdas e cabos descrito no procedimento de lavagem dos mesmos, afinal o profissional toca no cabo do pincel e toca no rosto e toca nos produtos.

    4- O borrifamento do alcool a 70 após a lavagem podendo ser repetido duas a 3 vezes  em todo pincel num tempo de 10 minutos é de estrema necessidade para penetração em cerdas e corpo do pincel para completar uma eficiente desinfecção, visto que o alcool a 70 é o único produto que combate o vírus do COVID por destruição dos seu envoltório.

    5- É necessário pensar numa conduta com acessibilidade PRINCIPALMENTE para que as pessoas não deixe de fazer a conduta mínima essencial num processo de limpeza. Manter o habito e rotina precisa de praticidade e acessibilidade

    Questiono agora a vocês: Como pessoas mais humildes e de classe social baixa assim como pessoas que moram em cidades distantes no Norte do pais, no Nordeste , no sul e centro-oeste que muitas vezes nunca nem foram numa capital irão encontrar com facilidade  uma CLOREXCIDINA? Até mesmo o nome já se torna difícil pronúncia e escrita para muitas pessoas. Eventos, festas, casamentos existirão até nos lugares mais distantes e a maquiagem também. A acessibilidade desse produto muitas vezes até nas UPAS mais distantes pode ser difícil para profissionais numa unidade de atendimento, imaginem cidades que precisam pegar um barco para chegar. Este fato preocupa muito em relação as pessoas manterem a rotina constante.

    6- Analisamos muitas substancias de limpeza no mercado e várias de categoria doméstica, suas composições e eficácias com o pensamento na acessibilidade ao povo. Impor normas é algo extremamente complicado, porque tem que sempre se levar em conta o fator acessibilidade, preço e eficácia para que as pessoas possam realizar a conduta de forma rotineira e espontânea sem modificações. Não discordo do uso da Clorexidina em instrumentos perfuro -cortantes como barbeiros, esteticistas, manicures cabeleireiros, pedicuras, tatuadores, micropigmentadores entre outros e sempre nesse momento utilizando para reforço o álcool a 70%. Inclusive analisamos ela também e sua eficácia com mergulho dos pinceis.  Estamos aqui para oferecer nosso estudo para facilitar a vida das pessoas e que elas não desistam facilmente de efetuar os procedimentos necessários  para higiene .

    7-Importante falar que se torna EXTREMAMENTE PROIBIDO o uso de substancias condicionantes e hidratantes nas cerdas dos pinceis. Muitas pessoas divulgam videos usando condicionador, óleo de coco, máscara de hidratação, azeite de oliva,reparador de pontas, entre muitos para finalizar o processo de lavagem com intuito de amaciar ou hidratar as cerdas, tornando esse procedimento favorecedor de proliferação  e maior aderência de microorganismos nas mesmas, visto que aumentando a umidade e oleosidade nas cerdas, elas criam um ambiente ainda mais favorável para  que esses seres habitem e fiquem resistentes..Os componentes desses produtos criam um filme assim como deixam nos cabelos e mesmo com enxague abundante eles ainda são resistentes. Lembrando que a membrana plasmática das bactérias e envoltórios de virus possuem composição também lipopolissacárido, lipoproteínas e o envelope viral de dupla camada lipídica.

    A Associação do sabão antimicrobiano um uma pequena parte de detergente conseguimos juntar uma ação germicida mais eficiente e um tensoativo forte para remorção de resíduos, óleos e gorduras.

    Desde já fico a disposição para estudarmos juntos um conduta que possa ser acessível e facilmente praticável pela classe de Maquiadores, de forma que a rotina de lavagem e desinfecção seja algo fácil, prático e rápido assim como a obrigação ao ato automático de lavar as mãos

     

    • Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

      I> Denunciar
      Cancelar

      Oi Katia

      bom dia 😃

      você pode relatar quais os micro-organismos que foi encontrado na coleta dos swabs das cerdas e cabos dos pincéis?
      Agradeço!

      • Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

        I> Denunciar
        Cancelar

        Nós encontramos a maioria da Microbiota Residente com exceção da candica albicans. Foram: Propionibacterium acne, Staphylococcus epidermidis e aureus e Pseudomonas e candica albicans -Coleta feita em 2015.

        Visualizamos um pincel com herpes.

  3. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar

    Com o objetivo de orientar os pequenos negócios para a retomada segura das atividades econômicas, o Sebrae no Piauí lançou o e-book Guia de Protocolos de Prevenção e Enfrentamento à Pandemia. O guia traz orientações da OMS a serem adotadas no ambiente de trabalho, além de protocolos básicos multisetorias e protocolos específicos para cada tipo de negócio.

    O e-book conta ainda com uma seção com padrões de peças de comunicação visual para auxiliar na sinalização interna das empresas.

    Saiba mais e baixe o guia nesse link: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/pi/sebraeaz/protocolos-de-prevencao-e-enfrentamento-a-pandemia,2505b2a42cd32710VgnVCM1000004c00210aRCRD

  4. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar

    Realmente esses dias eu precisei de ir comprar o bottox caps que é um suplemento natural de beleza, para tirar rugas e sinais de expressão, e notei que alguns serviços de beleza estava voltando a funcionar.

  5. Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

    I> Denunciar
    Cancelar

    a partir de qdo poderemos reabrir?

    • Por favor, explique brevemente por que você acha que essa resposta deve ser relatada.

      I> Denunciar
      Cancelar

      Olá Luciana!

      Depende da autorização do seu município a liberação por meio de decretos locais. Confira a informação junto à prefeitura de sua cidade.

       

Deixe uma resposta