Nimai Dasa
  • 0
Novo na comunidade

Como abrir um mercado automotivo?

  • 0

Perguntas relacionadas

4 Respostas

  1. Bom dia!

    Esta plataforma não tem propósitos comerciais e aqui trabalhamos aqui de forma voluntária , buscando oferecer orientações de forma gratuita, razão da criação deste Canal de Comunicação pelo Sebrae.  Para o seu propósito, sugiro que publique no plataforma Mercado Azul, a qual foi criada pelo Sebrae para aproximar fornecedores de produtos e serviços dos potenciais consumidores e clientes. https://mercadoazul.sebrae.com.br/

    • 0
  2. Boa tarde Nimai. Como em qualquer empreendimento, você precisa ter cuidado. Se investir sem pensar direito, é bem provável que não consiga se manter no primeiro ano — marca em que a maioria das novas empresas fecha. Sendo assim, se você considera entrar nesse ramo, é melhor estar preparado, seja para uma oficina, loja de acessórios ou algo do tipo.

    1. Verifique as condições do mercado

    Antes de pular de cabeça em qualquer investimento, a melhor coisa que você pode fazer é conferir suas chances de retorno. Muitos empreendedores cometem o erro de entrar em um negócio sem entender como ele funciona, e acabam à mercê de um momento ruim para investir, o que leva à perda do negócio rapidamente.

    Há várias coisas que você precisa saber antes de aplicar seu dinheiro nesse investimento. Por exemplo: há demanda para seu serviço? Existem muitos concorrentes já estabelecidos? O custo para abrir o negócio está muito elevado? O mercado passa por um período de recessão? Tudo isso deve ser levado em conta antes de começar.

    2. Tenha um plano antes de investir

    Digamos que você tenha feito sua pesquisa de mercado e ela mostrou que há sim uma boa oportunidade para abrir o próprio negócio automotivo. O que fazer agora?

    Em vez de começar a gastar seu capital a torto e a direito, o melhor é parar e desenvolver um plano de negócios minimamente detalhado. Mesmo que não haja uma ideia clara no longo prazo, você precisa saber por onde começar.

    Muitas empresas demoram mais tempo para se estabelecer quando sua estrutura não é definida desde o começo. Por isso, quanto mais destas questões você puder responder com antecedência, melhor: quais equipamentos são necessários? Quantas pessoas formarão a equipe? Como e quando todo o investimento retornará?

    3. Estude para oferecer um bom serviço

    Quando você contrata um pedreiro para fazer uma reforma em sua casa, por exemplo, é esperado que ele entenda como fazer o próprio trabalho, que possa explicar o básico e entregar o resultado previsto dentro do prazo estabelecido. O mesmo será exigido de você quando começar a atuar no ramo automotivo.

    Ter interesse em carros, motos e caminhões é um bom ponto de partida, mas você precisará de mais do que entusiasmo para oferecer um bom serviço e deixar seus clientes satisfeitos. Fazer cursos, buscar alguma experiência e se manter sempre atualizado em relação à sua área são exigências mínimas para atender às expectativas do seu público e manter a qualidade do negócio.

    4. Reúna uma equipe capacitada

    Claro, uma pessoa sozinha não é o suficiente para conduzir uma grande empresa. No começo, você pode dar conta de todas as tarefas, mas logo terá mais trabalho e precisará de ajuda. Por isso, é importante construir uma equipe de alta qualidade desde o começo. E quanto mais talentos você tiver, melhor tende a ser a performance do seu empreendimento.

    Investir nessa equipe pode ser um pouco diferente do que você pensa. Sim, há profissionais já capacitados que podem ser contratados, mas também é importante cultivar um time desde o início. Aceitar jovens esforçados, oferecer um curso de especialização para eles e recompensá-los sempre por um bom trabalho é um ótimo caminho para construir um time forte e unido.

    5. Não se esqueça da divulgação

    Na preocupação em montar o estabelecimento, contratar pessoas e lidar com todo o estresse de abertura, muitos empreendedores deixam de fazer algo muito importante: atrair clientes. A menos que sua empresa seja extremamente pequena e possa se manter apenas com as pessoas ao seu redor, você precisa investir um pouco em divulgação.

    Anúncios de jornal, cartazes e panfletos são formas válidas de atrair algumas pessoas, mas também são métodos menos eficientes. Anúncios em sites e redes sociais apresentam maior alcance e podem ser direcionados ao seu público específico. E, claro, não se esqueça que seus clientes também são seus melhores divulgadores.

    6. Crie um negócio com foco em uma área

    Já existe muita concorrência em todos os setores do mercado, incluindo o automotivo. Em parte, é isso que dificulta o processo de abrir o próprio negócio. Porém, há algumas maneiras de minimizar esse problema e manter suas chances de sucesso ao abrir o próprio negócio.

    Uma delas é especializar seu estabelecimento em um tipo mais específico de serviço, como acessórios, motos, carros etc.

    Com uma área de atuação menor, você também poderá focar em um público mais restrito em seus planos de divulgação. Além disso, é mais fácil ter uma equipe de alta qualidade em uma área, do que esperar que seu negócio automotivo dê conta de todas as demandas possíveis.

    7. Invista em tecnologia de alta qualidade

    Por fim, mas não menos importante, você deve sempre usar a tecnologia para facilitar e melhorar seu serviço. Boa parte das tarefas de uma oficina, por exemplo, exigiriam muito mais tempo e esforço se fossem feitas sem a ajuda de uma máquina. Hoje, isso é a melhor forma de manter seu diferencial competitivo.

    Além dos próprios equipamentos básicos da oficina, você também deve levar em conta outras formas de tecnologia, como softwares de gestão, scanners de diagnóstico de motor etc. Essas ferramentas aceleram o trabalho da equipe, compensando rapidamente seu investimento e tornando sua empresa mais rentável no médio e longo.

    Fonte: https://chiptronic.com.br/blog/7-dicas-para-abrir-o-proprio-negocio-automotivo

    • 0
  3. Abri um negócio próprio requer busca de informações necessárias para análise e decisão para implantar, e faz-se necessário a elaboração de um bom plano de negócio. O qual permitirá analisar pontos fundamentais para sua implantação, e busca do sucesso desejado com este negócio, vejamos alguns pontos do planejamento.

    Definição do negócio – escolha do produto ou serviço a ser executado, fundamentalmente pesquisar como esta atividade funciona, se você se identifica com este produto/serviço, gostar de fazer, se tem perfil.

    Pesquisar – pesquisa e organização informações do mercado que ira atuar, na sua cidade/região, tais como: localização, concorrentes, fornecedores, investimento e capital necessário para investir, capital próprio ou de terceiros “bancos”, marketing, custo de manutenção, capital de giro, clientes e volumes de clientes, retorno do investimento.

    Estes pontos e outros necessários, são elementos para montagem do plano de negócio, o qual terá também escolha e definição que tipo de empresa será aberta, como exemplo: Sociedade Ltda, EIRELI, Empresário Individual ou Microempreendedor Individual. Órgãos envolvidos no processo de abertura de sua empresa, custo/taxas para abertura, tempo hábil e documentos necessários.

    Busque uma capacitação, cartilhas, guias de informações, e outros para que tenha informações/roteiro para elaboração de um plano de negócio, e analise a viabilidade ou não de seu negócio.

    • 0
  4. O primeiro passo e montar o famoso plano de negócio, ele pode te mostrar o caminho sob todos os aspectos, responderá a grande maioria de suas perguntas e já antecipa plano de ação para os desvio, muitos empreendedores fogem deste planejamento sob a justificativa que é muito complexo, mas ele e essencial e com certeza você já tem a maioria das resposta, segue um breve questionário que o plano vai te ajudar a responder.

    1. Qual a descrição da Empresa?
    2. Quais são seus diferenciais Competitivos?
    3. Qual a sua Missão, Visão e Valores?
    4. Qual o seu Perfil empreendedor?
    5. Quais serão seus Produtos e Serviços?
    6. Qual será o seu mercado de Atuação seu nicho de mercado?
    7. Qual será sua localização?
    8. Qual será o Investimento Inicial?
    9. Qual a forma jurídica para iniciar o negócio?
    10. Qual deve ser o seu enquadramento Tributário?
    11. Quem será o seu cliente?
    12. O que ele está comprando?
    13. O que faz ele comprar, por que?
    14. Quais são os seus hábitos de compra?
    15. Qual é a sua renda do seu cliente potencial?
    16. Qual é o nível cultural?
    17. Qual a região ou local que pretendo encontra-lo?
    18. Qual é o estilo de vida?
    19. Quais serão seus fornecedores?
    20. Quem serão seus parceiros?
    21. Qual o fluxo operacional desde a compra até a entrega?
    22. Quais as plataformas necessárias para implantação do empresa?
    23. Quais as formas para captação de recursos?
    24. Qual o plano de comunicação? Com cliente? Com fornecedores? Com parceiros? Com colaboradores?
    25. Qual o plano estratégico? Administrativo? Tecnológico? Recursos Humanos?
    26. Qual o plano de crescimento? Primeiro mês? Primeiro Semestre? Primeiro Ano? Cinco Anos?
    27. Quais os investimento em capital fixo? Capital de Giro?
    28. Quais os riscos?
    29. Quais as contingências?
    30. Quanto você esta focada no seu negócio?

    Planejar-se é um dos passos mais importantes para começar a empreender. É a partir deste planejamento que você poderá definir o sucesso da sua empresa ou projeto. Assim você será capaz de antecipar possíveis problemas e erros, conhecendo os pontos mais fracos e fortes do seu negócio.

    Somos experientes e podemos te ajudar conte conosco e bons negócios

     

    José Roberto Cassiano

    Talentsmanger.com.br

     

    • 0

Deixe uma resposta

Você precisa se logar para responder