Amanda Fornazier
  • 1
Novo na comunidade

Com essa pandemia, sera que seria viável comprar a mesma? Qual custo inicial teria que investir?

  • 1

Boa tarde!

Na minha cidade, tem uma loja de material de construção aberta desde 2004. Ela não esta indo bem devido a ma administração e atendimento. Falta produtos e com tudo isso a empresa esta inadimplente.

Porem, é uma loja que se souber trabalhar, tanto na administração como no atendimento, agregar o serviço de entrega que a mesma hoje não tem, mix de produtos e marketing, eu acho bem viavel.

Sou de uma cidade no interior de Minas, onde todo mundo conhece todo mundo. Lá frequenta varios eletricistas e eles reclamam que não acham o que precisa.

Com essa pandemia, sera que seria viavel comprar a mesma? Qual custo inicial teria que investir?

Perguntas relacionadas

3 Respostas

  1. Boa tarde!

    Antes de mais nada, gostaria que você lesse as informações da ideia de negócio, cujo link disponibilizo abaixo, pois a matéria traz informações completas sobre essa matéria:

    https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-uma-loja-de-material-de-construcao,45287a51b9105410VgnVCM1000003b74010aRCRD

    2. Elabore também um plano de negócios, pois esse documento é de fundamental importância para a definição das estratégias de atuação, modelo de negócios, entre outras informações. Veja como proceder:

    https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/como-elaborar-um-plano-de-negocio,37d2438af1c92410VgnVCM100000b272010aRCRD

    3. Uma vez instalado o seu negócio, procure alternativas para aumentar suas vendas, utilizando as redes sociais para divulgar seus produtos/serviços:

    https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/sp/cursos_eventos/como-utilizar-as-redes-sociais-para-promover-o-seu-negocio,57215f43ae8cb510VgnVCM1000004c00210aRCRD

    Lembrem-se que o planejamento é essencial para que seu negócio dê certo e, com uma boa administração, certamente você vai erguer essa loja e obter boas vendas.

    • 0
  2. Amanda,

    Cliente e a palavra chave para qualquer negócio, a sua decisão depende de como chegará neles, a dificuldade ou oportunidade, você define no quanto você poderá usar o momento e apresentar o seu serviço. Saber o que eles precisam, o que estão procurando, o quanto estão disposto a pagar, são questões essenciais.

    Lembre-se não tem uma fórmula mágica, melhor ou pior momento, a venda se concretiza quanto você tem algo a oferecer, sempre uma solução para outra pessoa.

    Também sugiro aproveitar a oportunidade entender com o atual proprietário o que vem dando errado, qual é a visão dele,  tentar conseguir dele os motivos dos problemas, e com estas informações aprender e fazer as correções necessárias.

    O plano de negócio de dá o caminho, é o ponto inicial, e no meu entendimento o mais importante, um plano bem feito te responde as principais questões sobre o seu empreendimento, analisando os aspectos financeiros, administrativo, mercado,  vendas e investimento.. O plano pode te dar mais segurança, menos riscos, mais resultados pois ele tenta prever o caminho que pretende trilhar.

    Pensando de uma forma geral o SEBRAE disponibiliza um material rico com as principais dificuldade para empreender na crise. https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/sebraeaz/conheca-as-principais-dificuldade-dos-empreendedores-na-crise,7a7119a21f041710VgnVCM1000004c00210aRCRD

     

    Espero ter ajudado, e conte conosco

     

    José Roberto Cassiano

    http://www.talentsmanager.com.br

    • 0
  3. Abri um negócio próprio requer busca de informações necessárias para análise e decisão para implantar, e faz-se necessário a elaboração de um bom plano de negócio. O qual permitirá analisar pontos fundamentais para sua implantação, e busca do sucesso desejado com este negócio, vejamos alguns pontos do planejamento.

    Definição do negócio – escolha do produto ou serviço a ser executado, fundamentalmente pesquisar como esta atividade funciona, se você se identifica com este produto/serviço, gostar de fazer, se tem perfil.

    Pesquisar – pesquisa e organização informações do mercado que ira atuar, na sua cidade/região, tais como: localização, concorrentes, fornecedores, investimento e capital necessário para investir, capital próprio ou de terceiros “bancos”, marketing, custo de manutenção, capital de giro, clientes e volumes de clientes, retorno do investimento.

    Estes pontos e outros necessários, são elementos para montagem do plano de negócio, o qual terá também escolha e definição que tipo de empresa será aberta, como exemplo: Sociedade Ltda, EIRELI, Empresário Individual ou Microempreendedor Individual. Órgãos envolvidos no processo de abertura de sua empresa, custo/taxas para abertura, tempo hábil e documentos necessários.

    Busque uma capacitação, cartilhas, guias de informações, e outros para que tenha informações/roteiro para elaboração de um plano de negócio, e analise a viabilidade ou não de seu negócio.

    A sistemática de abertura de empresa ocorre de forma sincronizada, ou seja, registro nos diversos órgãos que a empresa deverá ter seu registro, como exemplo e de forma órgão a órgão: Junta Comercial, Receita Federal do Brasil, Secretária de Estado da Fazenda, Secretaria Municipal de Fazenda, Vigilância Sanitária, Bombeiros e entidade de classe, sendo que os três últimos são de acordo com tipo de atividade.

    Quanto ao Alvará de funcionamento e para as empresas na condição de Microempreendedor Individual – MEI, o Certificado de Microempreendedor Individual é considerado também como um alvará provisório com validade de 180 (cento e oitenta) dias. Devendo o proprietário solicitar o definitivo dentro deste prazo. Com o advento da Lei de Liberdade Econômica, as empresas com atividade de baixo risco, estão desobrigadas de ter o Alvará de funcionamento. Para tanto deverá ver com a prefeitura de seu Município quais são as atividades consideradas de baixo risco, e verificar se a sua está na relação, para que goze deste benefício.

     

    • 0

Deixe uma resposta

Você precisa se logar para responder