CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Os 4 erros mais comuns dos pequenos empreendedores

Os 4 erros mais comuns dos pequenos empreendedores

Empreender é o sonho de muita gente, mas pode se tornar um pesadelo ao não tomar cuidado com alguns aspectos. Conheça os 4 erros mais comuns dos pequenos empreendedores.

Montar um negócio próprio é o sonho de milhares de brasileiros. Na hora de empreender, só uma ideia boa não basta: é preciso estar bem preparado com exemplos do que fazer e do que não fazer. Pensando nisso, selecionamos os 4 erros mais comuns dos pequenos empreendedores, para você evitar.

Esses erros, na maioria dos casos, acontecem por pura desinformação. Com frequência as pessoas começam a empreender sem um preparo prévio, o que acaba acarretando “confusões” comuns, mas que poderiam ser evitadas com simples atitudes.

Ao saber desses erros frequentes, você pode fazer diferente na sua empresa e ter maiores chances de sucesso à longo prazo!

  1. Não ter um plano de negócios

É muito comum que uma pessoa comece a empreender a partir de um momento específico na vida, como uma demissão em um trabalho tradicional ou por ter uma ideia que parece revolucionária. 

Porém, na pressa de colocar a ideia em prática, muitas vezes o plano de negócios não é feito, um erro comum entre os pequenos empreendedores.

O plano de negócios é fundamental para entender se o seu projeto tem os requisitos necessários para ter sucesso, especialmente ao longo dos anos. 

A principal vantagem de elaborar esse plano é que, ao colocar as informações no papel, você consegue ter uma previsão realista sobre o negócio, sem fazer investimentos.

Para fazer o projeto da sua empresa, existem artigos completos no Sebrae, com o passo a passo para elaborar o plano de negócios e ter a segurança necessária para tirar a sua ideia do papel.

  1. Desorganização em documentos

Toda empresa, independentemente do seu tamanho, precisa lidar com uma série de documentos no dia a dia. São notas fiscais, recibos, comprovantes de pagamentos, impostos, enfim. 

Acontece que um dos erros mais comuns dos pequenos empreendedores é justamente não dar a devida atenção para a documentação. Com essa atitude, não é difícil perder comprovantes importantes, que podem ser necessários em fiscalizações ou na hora de declarar o imposto de renda.

Por isso, desde o primeiro dia de funcionamento, considere dedicar algum tempo para organizar os documentos do seu negócio. Especialistas recomendam até mesmo criar cópias digitais em PDF e já existem boas opções de editores PDF grátis para utilizar.

A indicação do PDF não é à toa. Além de ser um formato bastante leve, que ocupa pouquíssimo espaço na memória de um computador ou HD, o PDF consegue manter a qualidade de imagens escaneadas ou textos redigidos nos programas de edição. 

Outro ponto positivo é que vários contratos já podem ser assinados de forma virtual no formato PDF, um aspecto facilitador na rotina dos empreendedores.

A verdade é que por mais que essa seja uma função totalmente burocrática, ela tem extrema importância para organização da empresa. É preciso atenção para evitar cometer o erro de não manter seus documentos em ordem.

  1. Não cuidar da parte financeira

Não é incomum que o empreendedor realize diferentes funções em seu negócio, atividades que vão das vendas à administração da parte financeira. Por absorver tantas tarefas, uma área pode ser deixada de lado, geralmente, a área das finanças.

Compreender como o sistema da sua empresa funciona é fundamental. Além do capital de giro, é preciso aprender a trabalhar com o fluxo de caixa diário do seu negócio, as receitas e despesas que acontecem diariamente.

Além disso, é interessante criar um sistema que permita separar o que é lucro da empresa e o que é o pagamento do empreendedor. Pequenos negócios geralmente não estabelecem regras claras nesse sentido, fazendo com que seja difícil identificar qual é a condição financeira real de um negócio.

  1. Ignorar o poder das redes sociais

As redes sociais têm um impacto significativo no mundo nos negócios e é ainda mais importante quando falamos de pequenos empreendimentos. Seja por desinteresse ou por falta de tempo, se você está ignorando o poder das redes, está cometendo um erro.

Pesquisas apontam que 58% dos brasileiros tem ao menos um perfil em redes como Facebook, Instagram ou Tik Tok. Esse público, além de compartilhar seu próprio dia a dia, acessa as plataformas para descobrir novos produtos e fornecedores.

Quem quer ter sucesso no seu negócio precisa construir uma presença digital – hoje, mais do que nunca. Para quem não tem conhecimento no assunto, cursos na internet podem oferecer uma boa base para começar a trabalhar com as ferramentas digitais.

Aproveite a internet para obter mais informação sobre como empreender. Não faltam plataformas e sites que oferecem treinamentos completos de forma gratuita. A informação é a melhor ferramenta de um empreendedor para lidar com os desafios diários.

Assim, ao buscar informação, você ganha mais preparo e consegue aumentar as possibilidades de sucesso do seu negócio. 

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Luana BiralBoas respostas