CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Copa? Olimpíadas? O que cartões têm a ver com isso?

Escrevi recentemente, neste espaço, um post sobre a importância dos cartões de crédito, ou melhor, da sua aceitação por parte dos pequenos negócios, especialmente em função dos eventos esportivos que o Brasil sediará a partir de 2013.

Naquela oportunidade, chamei a atenção para o fato de que os cartões de crédito são importantes instrumentos de pagamento do turista estrangeiro que virá ao nosso país para assistir a jogos durante a Copa das Confederações (2013), a Copa do Mundo (2014) e as Olimpíadas (2016). No entanto, tenho percebido, nas minhas andanças pelo país e em conversas com empresários de micro e pequenas empresas, um sentimento do tipo: “O que eu tenho a ver com isso?” ou “Esse negócio de Copa não é para mim”.

Mesmo acreditando no contrário, resolvi tirar a pulga de trás da orelha dos empresários (e da minha também) e fui pesquisar com as bandeiras o impacto dos eventos esportivos no consumo das pessoas que utilizam cartões de crédito como meio de pagamento. Achei um relatório realizado pela Visa cujos dados confirmam as minhas expectativas.

Nas Olimpíadas de Inverno ocorridas em Vancouver, no Canadá, em 2010, houve aumento de 93% na utilização de cartões de crédito com essa bandeira. Turistas americanos, britânicos e chineses lideraram os gastos naquele evento esportivo, aumentando, por exemplo, em 18% os gastos com viagens e entretenimento em território canadense e 15% em hospedagem.

Já na Copa do Mundo de Futebol realizada na África do Sul, em 2010, americanos, britânicos e australianos encabeçaram o aumento de 82% na utilização do cartão. No continente africano, os gastos com hospedagem cresceram 27% e no varejo em geral, 22%.

Mais recentemente foram realizados os Jogos Olímpicos em Londres, e os resultados também mostraram crescimento no uso dessa forma de pagamento. Para esse evento, um estudo (em inglês) da Visa divulgou os impactos das compras com cartão de crédito durante e após o evento, o que pode ser visto no gráfico a seguir:


O estudo mostra, por exemplo, que durante os jogos olímpicos a maior incidência da utilização do cartão de crédito pelos turistas estrangeiros se dá para saque de dinheiro em caixas eletrônicos (330,4 milhões de libras esterlinas) e em lojas de rua (323,9 milhões de libras esterlinas). Nesse ponto reside uma oportunidade para os pequenos negócios brasileiros, já que em nosso país é possível realizar saques de dinheiro nos estabelecimentos comerciais. Portanto, uma promoção do tipo “coma & saque” criaria um movimento maior de pessoas em um restaurante, por exemplo.

Por isso, amigo empresário, assim como para os atletas, é tempo de se preparar para marcar um gol de placa e levar o ouro nas vendas, aproveitando o fluxo de turismo internacional que teremos em nosso país e que impactará todos os segmentos e regiões.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae