CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como fazer a emissão de nota fiscal eletrônica?

Como fazer a emissão de nota fiscal eletrônica?

A nota fiscal eletrônica ou NF-e foi desenvolvida com o intuito de modernizar a forma de emitir nota fiscal no país, de uma forma mais prática e fácil.

 

Da mesma forma, ela gera economia por reduzir o uso de papeis e não ser mais necessário ter locais para armazenamento.

Neste sentido, se tornou um documento obrigatório e deve ser emitido nas transações de compra e venda de produtos.

O que é nota fiscal eletrônica?

A nota fiscal eletrônica é um documento gerado digitalmente afim de comprovar transações comerciais, como a venda de produtos.

Portanto, a emissão dessa nota é essencial e obrigatória.

É por meio dela que é possível determinar os tributos a serem pagos pela empresa. Além de ser um controle das transações.

Logo, a NF-e substitui o uso dos modelos antigos de papel, reduzindo gastos.

Como Emitir NF-e?

Antes de tudo, para emitir a nota fiscal eletrônica você deve saber qual tipo de nota fiscal se encaixa melhor no seu negócio.

Determine se é uma nota de produto, serviço ou do consumidor.

A pessoa ideal para te auxiliar nesses processo e com os documentos que virão é seu contador.

Em seguida você deve adquirir uma inscrição estadual, um número de 9 dígitos, que formaliza a comercialização de produtos físicos que necessitem de nota fiscal de venda ou produto.

Posteriormente, deve gerar um certificado digital de pessoa jurídica (Padrão ICP-Brasil), um documento eletrônico que representa empresas em atos praticados no universo digital.

Além de ser responsável por provar que a nota fiscal foi emitida.

Assim é necessário efetuar um credenciamento na Secretaria do Estado da Fazenda (SEFAZ), um órgão responsável pelo controle das fontes de receitas e despesas do Estado.

E por ultimo na documentação é necessario um Código de Segurança do Contribuinte (CSC – token), um código de segurança alfanumérico, que é utilizado para garantir a autenticidade do NFC-e.

Para todos os procedimentos certifique-se das regras de seu estado para a emissão, pois elas podem variar de estado para estado.

Logo depois, você precisará de um software emissor de NFC-e , eficiente que atenda suas necessidades e facilite o processo.

O sistema emissor irá efetuar o envio automático da assinatura digital e a transmissão do XML para SEFAZ, além de proporcionar o envio do XML por e-mail, como é o caso do Nota Varejo.

Por fim, a emissão da nota fiscal eletrônica, deve ser feita por meio de um sistema emissor, pago ou gratuito, com a assistência de uma impressora e acesso a internet.

Quais são os tipos de NF-e?

Nota Fiscal de Venda de Produto

A nota fiscal eletrônica (NF-e) é utilizada em situações de venda ou faturamento de produtos na empresa.

Deste modo, ela esta relacionada a cobrança do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e do Imposto de Mercadoria e Serviços (ICMS).

Assim a NF-e é para comércio de produtos após a industrialização ou revenda.

Contudo, além da nota fiscal eletrônica você deve garantir que seja enviado também o DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica).

Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica

A nota fiscal do consumidor eletrônica (NFC-e) é a nota para o varejo, emitida para o consumidor final.

Logo, ela é emitida apenas a pessoas físicas. Ao ser realizado a venda de um produto ou serviço, está nota é a responsável por comprovar a transação.

Nota fiscal de Serviço

A nota fiscal de serviço (NFS-e) é destinada as prestadores de serviço.

Como exemplo, assistências técnicas, revisões e outros serviços similares.

No caso esse tipo de notas, é um serviço municipal e cada município tem suas regras de emissão.

Dessa forma, por existirem vários modelos de notas é recomendado o uso de um software emissor de nota fiscal, ele irá aperfeiçoar a gestão do seu negócio, como o caso do Nota Varejo.

Nota Varejo já emite nota fiscal para mais de 600 cidades do país, emitindo todos os principais tipos de notas fiscais, assim como a NFC-e.

Por mais que, você possa utilizar um emissor de notas gratuito, é recomendado a utilização de um pago para evitar futuras falhas no processo.

Sendo assim, com o Nota Varejo você passará a ter agilidade e praticidade no seu negócio, cumprindo a todas as exigências legais.

Te possibilita o envio automático da assinatura digital e da transmissão XLM para a SEFAZ ou por e-mail para o cliente.

Com o emissor de notas você não precisará perder tempo calculando impostos, o Nota Varejo irá fazer isso para você de forma automática.

Nota Varejo fornece planos mensais, semestrais e anuais, com um valor que não pesa no seu bolso.

Afinal, deixar seu negócio dentro da lei e satisfazer suas necessidades e a do cliente não tem preço.

Não perca a oportunidade e experimente o Nota Varejo por 30 dias grátis de forma simples!

Afinal com o Nota Varejo, você estará investindo em uma melhor gestão do seu negócio!

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre GrandChefEspecialista


Me siga