CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

A Lealdade do E-consumidor Brasileiro

Conquistar a lealdade dos consumidores é uma das grandes metas do varejo. Mais que um cliente fiel, o varejo espera que o cliente o recomende a seus amigos e que, com isso, consiga expandir o alcance de produtos e serviços em uma escala cada vez maior. Clientes que costumam repetir o consumo, comprando adicionais e recomendando a marca aos amigos, também fornecem bons feedbacks e custam menos para a empresa. Uma das ferramentas existentes no mercado que simplifica a medição das estratégias para atingir essa meta é o NPS (Net Promoter Score®). A metodologia consiste na obtenção de resposta a uma única questão: “em uma escala de 0 a 10, qual a ...

Ler mais ou responder
Empresas revelam suas principais atividades na internet

O mais recente estudo do Comitê Gestor da Internet no Brasil confirma: 98% das empresas brasileiras, com 10 ou mais pessoas ocupadas, têm posse de computadores em seus ambientes e 97% delas têm acesso à internet. Diante desse cenário de universalização, o Comitê identificou que, nas empresas brasileiras, houve aumento da capacidade de infraestrutura, mas não ocorreram mudanças expressivas nos indicadores sobre as atividades realizadas na Internet. Enfim, seja para rotinas administrativas, seja para o relacionamento com o mercado, as empresas brasileiras ainda estão usando a internet para realizar atividades consideradas básicas.   O envio de e-mail e o uso de serviços de governo eletrônico fazem parte da rotina da maioria das empresas brasileiras. ...

Ler mais ou responder
A presença das empresas brasileiras nas redes sociais

A forte tendência observada nos últimos anos da disseminação de redes sociais online, o Cetic (Comitê Gestor da Internet no Brasil) investigou o impacto desse fenômeno nas empresas brasileiras com 10 ou mais pessoas ocupadas. De acordo com o documento que divulga o resultado da pesquisa, enquanto cresce o uso das redes sociais pela população em geral (atualmente 73% dos usuários de internet no país, consideradas as áreas urbana e rural, participem de sites de relacionamento), 36% das empresas pesquisadas declararam ter uma conta ou um perfil num rede social. Nas pequenas empresas, esse percentual é menor: 33% possuem perfil em redes sociais. Já os estabelecimentos de porte médio e grande alcançam percentuais ...

Ler mais ou responder
Pesquisa de Mercado: Motivos e Impactos do Uso de Softwares

Recentemente, o Comitê Gestor da Internet no Brasil investigou se apropriação das ferramentas de tecnologia da informação e comunicação pelas organizações brasileiras está ocorrendo com finalidade estratégica.  Ou seja, se o uso da TIC está potencializando novas práticas de gestão e o desenvolvimento de novos produtos e serviços para melhoria do desempenho organizacional. De acordo com o relatório da pesquisa, há nas empresas preocupação em aprimorar processos e atividades gerenciais, com foco em benefícios como a redução dos custos de transação e a melhoria da produtividade e crescimento das empresas. O estudo especificou que: Um terço das empresas brasileiras introduziram softwares novos ou realizaram algum aperfeiçoamento significativo nos existentes (33%). Postura que tem relação ...

Ler mais ou responder

Se em 2012 as empresas brasileiras preocupavam-se com a questão da computação na nuvem, no ano de 2013 o tema perdeu completamente sua força. A revelação que, hoje, 73% das organizações do país têm percepção de melhor segurança do ambiente da nuvem que no passado acontece ao mesmo tempo em que a preocupação com a perda de dados ganha maior relevância. A prevenção contra o vazamento de informações ganhou expressiva importância na pauta dos executivos não só pelo crescimento do número desses incidentes, mas também pelo aumento paralelo do volume de dados de negócios compartilhados digitalmente. Em 2013, a detecção de ocorrências negativas ameaçando algum aspecto da segurança dos ativos da ...

Ler mais ou responder

Para a grande maioria dos executivos mundiais suas iniciativas relacionadas à atividade de segurança são eficazes e os gastos e as políticas de segurança estão alinhados com os negócios. Porém, essas organizações estão utilizando defesas do passado, geralmente ineficazes, perante a evolução e intensificação dos riscos de segurança da informação. Na prática, elas estão se fiando em estratégias de segurança do passado para travar uma batalha contra inimigos altamente qualificados que utilizam as ameaças e as tecnologias do futuro. Poucas organizações estão se mantendo atualizadas em relação aos riscos crescentes – e menos ainda estão preparadas para administrar as ameaças futuras. Deixando de tratar a defesa de suas informações como uma questão de gestão de risco corporativo, ameaçando seriamente a reputação empresarial ...

Ler mais ou responder
A experiência de navegação nos dispositivos móveis

O perfil e os hábitos de consumo dos usuários de dispositivos móveis não podem ser desprezados no planejamento da presença digital dos pequenos negócios. Uma pesquisa baseada na estimativa populacional do Censo IBGE 2010 para o ano de 2012 apontou que 84 milhões de brasileiros, com 12 anos ou mais, pertencentes a todas as classes econômicas, têm o hábito de acessar a internet. No recorte do uso de dispositivos móveis, a pesquisa revelou que: 67 milhões de pessoas conectam a rede em casa, local no qual o maior acesso é feito por meio dos dispositivos móveis.  43 milhões estão acessando a rede por meio de dispositivos móveis.     Outra ...

Ler mais ou responder

O Brasil é o quinto maior mercado consumidor de bicicletas do mundo. Entre nacionais e importadas que rodam pelo país, a (Abradi) estima que: 50% são usadas como meio de locomoção para o trabalho. 17% são utilizados para o lazer. Apenas 1% é para uso em competições. Os 32% restantes estão na posse das crianças brasileiras. A produção nacional gira em torno de 6 milhões de unidades. Os fabricantes vêm lutando pela redução de impostos – que atualmente são maiores que os tributos sobre carros – e, com isso alcançar uma produção de 10 milhões. Na esteira dessa produção roda também uma infinidade de artigos e acessórios que despontam pela característica inovadora que transportam em seus elementos e/ou funcionalidades. Como, por exemplo, os ...

Ler mais ou responder
Coloque sua ideia no mercado

O Crowdfunding é um novo caminho de formação de capital que surgiu em meio à crise financeira de 2008. Em poucos anos ganhou força em países como Austrália, Reino Unido, Itália, Holanda e Estados Unidos. Esse modelo de financiamento colaborativo emergiu organizado, permitindo que empresas possam arrecadar dinheiro na forma de doação ou investimento, no estágio inicial do negócio ou dos produtos. A publicação Crowdfunding’s Potential for the Developing World (Potencial do Crowdfunding para o Mundo em Desenvolvimento), do Banco Mundial publicado em 2013, relata que o Kicktaster, líder de mercado no segmento, arrecadou mais de 815 milhões de dólares por parte de 4,9 milhões de apoiadores espalhados em todo o mundo, desde 2009 – sendo que 29% investiram em mais ...

Ler mais ou responder
Mercado Aquecido: desenvolvimento de apps para smartphones

Em 2013, pela primeira vez, a venda de smartphone superou a venda de aparelhos celulares convencionais. Com as vendas de smartphones crescendo, as oportunidades alcançam, indiscutivelmente, os negócios voltados ao desenvolvimento de aplicativos (apps). Nesse segmento, o mercado vem percebendo que nem sempre os aplicativos desenvolvidos no mercado estrangeiro atendem às necessidades brasileiras. Um dos fatores que contribui para tal percepção é a questão sociocultural, uma vez que se difere bastante entre a população brasileira e os países mais desenvolvidos, onde os aplicativos geralmente têm sido produzidos. Visando a geração de aplicativos que atendam às necessidades do brasileiro, e também para incentivar o desenvolvimento do setor no Brasil, o Ministério das Comunicações lançou ...

Ler mais ou responder

Ram Charan, reconhecido como uma das maiores autoridades em gestão do mundo, em seu mais recente livro “Ruptura Global” define o tema englobando seis premissas. Entre elas, está o estímulo às mudanças radicais no pensamento estratégico, na liderança e no sistema social de uma organização. Pouco depois do seu “Bem-vindo ao mundo em mudança”, logo na primeira parte do livro, o autor alerta que há uma nova população de inovadores. Multidões de pessoas, trabalhadores do conhecimento que estão inovando ao redor do mundo, além de muitos que trabalham em grandes corporações. A questão aqui é: a mudança radical no pensamento estratégico incluiria empresas destemidas que inovariam desenvolvendo produtos sem obsolescência? Parece que sim. Afinal, aos poucos, um novo conceito empresarial, baseado em ...

Ler mais ou responder

Para ajudar aqueles que pretendem atuar no mercado da economia digital, sintetizamos algumas informações a respeito das atividades executadas e dos tipos de aplicativos mais usados pelo usuário de dispositivos móveis: 84% da população brasileira, com 16 anos de idade ou mais, usam telefones celulares. Na Coreia do Sul, esse índice é de 99%; na Rússia é de 98%; No Reino Unido e na Itália é de 97%; nos Estados Unidos 94%. Esses dados fazem parte do estudo “O consumidor móvel” – um panorama global – da Nielsen. Rico em informações para diversos segmentos econômicos, o documento afirma que, com sistemas operacionais e recursos nos aparelhos que possibilitam aos consumidores mais acesso a conteúdos e recursos multimídia, os smartphones estão transformando os ...

Ler mais ou responder