Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Tipos de currículo: como saber qual o melhor?

Tipos de currículo: como saber qual o melhor?

Conhecido popularmente como CV, o curriculum vitae costuma ser exigido de quem pretende se candidatar a um emprego. Esse documento tem se modernizado bastante, por isso é bom você conhecer os principais tipos de currículo e fazer uma escolha que otimize suas chances de sucesso em um processo de seleção profissional.

Já faz tempo que todos os CVs tinham o mesmo estilo. Ou falta de estilo. Hoje em dia, vale a pena descobrir qual o formato de currículo ideal para valorizar seus pontos fortes e mostrar que você tem o que é preciso para preencher a vaga desejada.

É claro que os responsáveis pelo recrutamento de profissionais têm certas expectativas, mas a forma como você apresenta sua candidatura pode ter um grande impacto na visão que essas pessoas vão formar sobre você antes mesmo da convocação para uma entrevista.

4 tipos de currículo que atendem ao padrão dos processos seletivos

Imagine que é você quem vai escolher a pessoa certa para um cargo. Pense no que chamaria mais a sua atenção e concentre-se nisso para decidir qual dos tipos de currículo pode ser mais atraente no seu caso:

1. Currículo Cronológico

No currículo do tipo cronológico, as informações são organizadas do modo tradicionalmente preferido pelas pessoas que trabalham com RH. Ainda assim, há espaço para inovar. Por exemplo, você pode incluir duas a três frases sobre a sua atuação em cada emprego usando bullet points (marcadores) ou mesmo colocar uma foto no CV — se isso for uma boa opção de acordo com o perfil da vaga e a cultura da empresa para a qual você for se candidatar.

A sua experiência profissional vai ganhar destaque nesse tipo de currículo porque suas ocupações anteriores devem ser apresentadas no formato cronológico inverso. Ou seja, começando a lista pelo emprego mais recente e “voltando no tempo”.  

2. Currículo Funcional ou Temático

O currículo funcional ou temático é um dos melhores tipos de currículo para primeiro emprego ou nos casos em que se planeja fazer mudança de carreira. Isso porque o conteúdo do documento pode ser organizado de modo a dar mais importância ao perfil profissional e às habilidades, abordando sua trajetória profissional sem destacar tanto a cronologia.

Isso é útil para quem passou por períodos de desemprego ou nunca teve uma contratação formal, mas desenvolveu experiências interessantes através do empreendedorismo ou trabalho informal. Por exemplo, as habilidades de uma revendedora de produtos podem ser desejáveis em um cargo que envolve noções de marketing e boa comunicação interpessoal.

3. Currículo Combinado ou Misto

Como o nome já entrega, no CV combinado ou misto você pode incluir as suas principais informações de modo cronológico e ainda adotar um estilo que dê valorize suas competências e habilidades. É uma boa ideia fazer essa mescla de tipos de currículo para jovem aprendiz, estágio ou emprego para recém-formado.

Se você se enquadra em um desses casos, saiba que também é possível colocar a seção sobre escolaridade ou formação acadêmica antes da seção sobre a experiência profissional. Assim, você ressalta o seu nível educacional ou a área de estudos a que se dedica — e isso pode interessar aos contratantes que preferem treinar profissionais para determinadas funções.

4. Vídeo Currículo

Como muitas empresas estão adotando o trabalho remoto de uns tempos para cá, é natural que também haja um uso mais amplo dos meios eletrônicos no processo de seleção profissional. Isso pode envolver o envio de um vídeo currículo, que nada mais é do que uma gravação com duração entre 30 segundos e 3 minutos na qual você apresenta sua candidatura.

No vídeo, CV você vai dizer seu nome, citar suas informações de contatos e falar sobre objetivo, experiência profissional, educação e habilidades. O diferencial nesse caso é o modo de preparar o documento usando uma tecnologia que não é “estática”, mas que segue um roteiro bem parecido com o conteúdo dos outros tipos de currículo. Capriche na sua linguagem corporal e na qualidade de áudio e imagem desse material… e boa sorte!

You must login to add a comment.

Posts relacionados