CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Oportunidades no novo contrato Petrobras

No Relatório de Inteligência de dezembro, você encontrará: os principais contratos assinados para 2015 e 2016, referentes a afretamento de embarcações; as demandas de produtos e serviços que as MPE podem fornecer aos players responsáveis pelos contratos; as certificações necessárias para fazer parte da cadeia; apoio ao desenvolvimento da cadeia de P&G: o trabalho da Rede Petro Rio; as ações recomendadas aos empresários que desejam aproveitar essas oportunidades e consolidar seu negócio. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Aumento de 66% na produção de Gás natural

O Relatório de Inteligência Trimestral faz uma análise geral da cadeia produtiva do setor de gás natural,com ênfase na região fluminense e apresenta uma visão do cenário econômico deste setor. "A adição de mais 700 mil consumidores e de mais 11 mil quilômetros de rede representam oportunidades de investimentos em diversas áreas." Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Convênio ONIP e APEX-BRASIL forma parcerias

No Relatório de Inteligência de fevereiro, apresentamos informações sobre o convenio da ONIP e Apex-Brasil com o objetivo de informar as MPE do setor naval sobre o funcionamento e oportunidades de negócio proporcionadas por esse projeto. O programa é aberto a empreendimentos de todos os portes, basta que a empresa esteja interessada em formar a parceria tecnológica. Sérgio Ferreira, analista da gerência de investimento produtivo da Apex-Brasil, em entrevista para o Sebrae Inteligência Setorial. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Oportunidades no segmento naval

No Relatório de Inteligência apresentamos: O impacto da fábrica norueguesa de tintas no Estado do Rio de Janeiro; A unidade da fábrica em Itaboraí; Impactos positivos na economia local; Oportunidades para as MPE fluminenses do setor; Ações recomendadas. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
BOLETIM TENDÊNCIAS – Estoque com código de Barras e QR Code

A demanda por alimentos seguros à saúde e de origem conhecida aumentou nos últimos anos. No caso específico de produtos apícolas, a ascensão do consumo, a preocupação na aquisição de alimentos certificados e com meios de produção sustentáveis criaram um ambiente que contribuiu ainda mais para esta procura. Com o objetivo de se aproximar desse público, produtores, processadores e vendedores iniciaram atividades para assegurar a qualidade de seus produtos e repassar essas informações facilmente ao consumidor. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Legislação para exportação de Mel

A evolução da produção apícola no Brasil tem se apresentado de forma crescente e exponencial. Esse fator pode ser devido às condições ambientais favoráveis (flora e clima), como também a melhorias tecnológicas no processo produtivo. Porém, o consumo per capita de mel entre a população brasileira não acompanha o atual estágio de evolução produtiva da atividade. Países europeus têm alto consumo per capita, chegando a Suíça, por exemplo, a consumir 25 vezes mais mel per capita que a maioria das regiões brasileiras. Excetuando o Sul do Brasil, que consome 150 gramas de mel por habitante/ano, o restante do País possui consumo relativamente baixo (60 gramas habitante/ano), se multiplicarmos pela população de 183.000.000 de habitantes, teremos ...

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Indicação geográfica na produção de mel e derivados

No mercado nacional e no exterior, muitos produtos são caracterizados não apenas pela marca que ostentam, mas também pela indicação da sua verdadeira origem geográfica. Esta indicação lhes atribui certa reputação, valor intrínseco e identidade própria que os distinguem dos demais produtos de igual natureza. No transcurso da história, o termo "indicação geográfica" foi se firmando quando produtores, comerciantes e consumidores começaram a identificar que alguns produtos de determinados lugares apresentavam qualidades particulares, atribuíveis a sua origem geográfica ou a processos específicos, e começaram a denominá-los com o nome geográfico que indicava sua procedência. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Mel fracionado

A comercialização de mel fracionado exige conhecimento mínimo do que realmente o consumidor deseja adquirir. Algumas vezes, é possível observar entrepostos comercializando mel fracionado sem o real conhecimento do que o mercado consumidor deseja, desde o tamanho da embalagem, a cor do produto, assim como a consistência do mesmo. Dentro de regras básicas de estudo de mercado, observando, ouvindo e tomando referenciais de quem consome mel, é possível determinar estratégias de apresentação do produto em alinhamento com a necessidade do comprador. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Investimento em flores para diferenciação de mel

O Relatório de Inteligência de junho, apresenta: Etapas da produção de mel Características do mel Néctar e pólen como alimento para abelhas Investimento em flores Tipos de planta Ações recomendadas Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Rotulagem do mel orgânico fracionado

A rotulagem de mel orgânico é controlada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e tem a finalidade de adequar o produto legalmente ao mercado. Os rótulos são analisados diretamente na central do MAPA, em Brasília, a partir de referenciais técnicos, a saber: a Lei n° 10.831; o Decreto n° 6.323; e as Instruções Normativas de nos 11, 16, 19, 22, 50, e 64. Existem dois requisitos específicos para proceder ao registro de rótulos de mel orgânico: os dizeres obrigatórios no rótulo, assim como a arte, e o preenchimento dos memoriais descritivos que acompanham o registro. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder