CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Você conhece os tipos de empilhadeiras?

Você sabia que são 6 classes diferentes de equipamentos para movimentação e armazenagem? Existem muitas variações na movimentação intralogística e aqui vai um breve resumo dos diferentes equipamentos disponíveis: Classe 1 : Empilhadeira de contrapeso autopropulsada com moteres elétricos utilizando baterias de Chumbo Ácido ou Ions de Lios ou Hidrogenio ( FULL CELL) com operador sentado. Possue caracterisitica geometricas similares dos equipamentos da classe 5 porem podem utilizar 3 ou 4 rodas com diverssos tipos de rodagens: pneumatico ou superelastico e tração dianteira ou traseira. Classe2 : Empilhadeiras autopropelidas com motores elétricos para operação em corredores estreitos utilizando baterias de de Chumbo Ácido ou Ions de Lios ou Hidrogenio ( FULL CELL) . Esta classe possem diversos tipos de equipamentos tais ...

Ler mais ou responder
Boletim- A logística do Agronegócio

As atividades de uma propriedade rural não se limitam apenas ao plantio ou à produção pecuária, elas vão além, e demandam do empreendedor conhecimento sobre o caminho que o produto percorrerá, desde os insumos até a mesa do consumidor. Ou seja, o produtor, além das atividades diárias, deve realizar uma série de esforços para que seu produto chegue até o consumidor final, mantendo o sabor do alimento e boa aparência. A propriedade rural está inserida em uma cadeia produtiva (supply chain) que é a união de empresas e outras  organizações que interagem no processo produtivo, desde os insumos, passando pelo produtor até chegar na mesa do consumidor. É possível perceber que a logística ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce

Depois que o cliente clica no botão comprar de uma loja virtual, tem início uma complexa e delicada operação para qualquer e-commerce. Invisível aos olhos dos clientes, esta etapa inclui logística, gerenciamento de pedidos, estoque, relatórios, faturamento, entre outros. O back office ou “a parte de trás do balcão”, como também é chamado, representa toda a estrutura física atrás do website de uma loja virtual. É fundamental haver organização e agilidade nessa área para garantir que o produto adquirido pelo cliente seja entregue de acordo com as especificações e prazo combinado. Pensando nisso, o Sebrae elaborou uma cartilha onde apresenta a importância do back office, sua operação, o fluxo de ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: estrutura

A empresa de comércio eletrônico deve ter uma estrutura adequada para realizar a encomenda dos pedidos, entregar com agilidade, efetuar o pós-venda e outros procedimentos inerentes ao processo de um e-commerce. A equipe de back office – ou retaguarda – é formada pelos profissionais responsáveis pela gestão interna de uma operação de e-commerce. Ela se diferencia do front office por manter-se invisível aos olhos do consumidor. Ela é a responsável pelo funcionamento harmonioso de toda a operação, permitindo que a empresa cresça de forma organizada e concisa. Sua atuação é tão importante para um e-commerce quanto a área de vendas ou qualquer outra da empresa e é diretamente responsável por logística, gerenciamento de ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: responsabilidades

Para que tudo funcione bem no e-commerce, a equipe precisa trabalhar como em qualquer outro tipo de negócio: organizada e com funções bem definidas. Para garantir que o pedido do consumidor seja entregue dentro do prazo acordado, e que o produto encaminhado seja exatamente o solicitado, é preciso estar atento para dividir a equipe em três etapas: gestão do pedido, gestão do estoque e gestão de logística e entrega. Abaixo, apresentamos as principais responsabilidades de cada uma dessas áreas: Gestão de pedido: engloba a recepção do pedido, avaliação financeira do cliente e a validação do pedido feito na loja virtual. É de responsabilidade dessa área avaliar e gerar um diagnóstico da compra efetuada, verificando ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: logística

A entrega é sem dúvida o elemento mais sensível do e-commerce. Na internet, a grande surpresa para o comprador é receber o que pediu o mais rápido possível. Portanto, a logística (processo de embalar, despachar e entregar ao cliente com segurança e no prazo) é tão importante quanto a conversão de vendas. Um planejamento adequado da operação logística realizado pela equipe do back office permitirá que o produto seja entregue no menor tempo possível e com o menor custo, gerando satisfação e confiança aos clientes do site de e-commerce. Geralmente as funções de transporte e entrega dos produtos aos clientes são terceirizadas para empresas especializadas existentes no mercado como, por exemplo, os Correios. É preciso haver ...

Ler mais ou responder
Já ouviu falar em marketing rural?

Segundo o Portal Educação, em artigo publicado este ano, o marketing rural pode ser definido como: “Todas as ações desenvolvidas com intuito de evidenciar os produtos e serviços agropecuários de forma positiva diante das empresas envolvidas nesse setor”. Basicamente, o marketing rural segue o preceito de entender e atender o mercado. [caption id="attachment_22976" align="alignleft" width="300"] Figura 2- do site www.abmra.org.br[/caption] O crescimento do agronegócio no Brasil, assim como em todo mundo, tem impulsionado cada vez mais as empresas a usarem o marketing rural. Diante da escassa literatura sobre o número de empresas brasileiras que o utilizam, foi realizada uma filtragem ...

Ler mais ou responder

Fonte: ABComm Um dos fatores mais importantes a ser levado em conta pelos lojistas virtuais é sem dúvida a questão da logística e do frete. Uma pesquisa recente da ABComm apontou que 93% dos varejistas online utilizam os Correios como transportadora e apenas 13% fazem a entrega por conta própria. O estudo entrevistou mais de 250 e-commerces e teve apoio da Brazil Panels e Ecommerce School. Três fatores foram levados em conta: a armazenagem, o frete e o manuseio. Armazenagem 82% das lojas virtuais possuem armazenagem própria, enquanto 10% trabalham com um misto própria e ...

Ler mais ou responder
O que fazer e o que não fazer se você deseja ganhar mercado no exterior

[caption id="attachment_20237" align="alignright" width="300"] Foto: Felipe Rau/Estadão[/caption] Idiana Tomazelli Estadão PME Vender para fora do País não é uma atividade impossível para empresas de pequeno ou médio porte. Mas a ausência de uma cultura exportadora entre os empreendedores é uma das razões para a baixa participação desses negócios nas estatísticas de comércio exterior do Brasil. Dados recentes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) mostram que, em 2011, as micro e pequenas empresas (que são 99% do total no país) foram responsáveis por apenas 0,79% das exportações (pouco mais de US$ 2 bilhões). Mesmo considerando as de médio porte, essa parcela fica em 4,23% (US$ 10,8 bilhões). No total, o ...

Ler mais ou responder
6 dicas para um excelente serviço de entrega no seu e-commerce

Fonte: G1 / Blog Dotstore / Visolutions A etapa que mais recebe reclamações no processo de compra em e-commerce é a entrega de produtos. Qualquer descuido cometido em relação ao envio como ultrapassar o prazo de entrega, produto errado ou quebrado acaba na hora com o bom relacionamento entre a empresa e o cliente. E naturalmente o cliente vai falar da péssima experiência em redes sociais e sites na internet. Em pouco tempo várias pessoas podem estar sabendo da imagem negativa ...

Ler mais ou responder
Logística reversa: uma oportunidade, um desafio

Escrito por Elaine Medeiros Durante a palestra sobre “Logística Reversa – Recuperação dos produtos sob a ótica da sustentabilidade e negócios”, o palestrante Ricardo Tiltscher, diretor de divisão de customer service da Sansung, foi categórico ao afirmar que a partir do ano que vem o fabricante será o principal responsável pelos problemas ou descarte definitivo dos produtos que vende. “A marca pode ser autuada, por exemplo, se não proporcionar o descarte adequado dos objetos”, explica. Por conta disso, ele destaca que o papel da logística reversa – ...

Ler mais ou responder

Por Joselma da Rocha Carvalho O Nordeste é uma das regiões que mais tem crescido no Brasil nos últimos anos, consequentemente, tornou-se um pólo de investimentos e oportunidades. Foi neste bom momento que ocorreu, em Olinda (PE), o XV Encontro Internacional de Negócios do Nordeste. O evento contou a com a participação de cerca de 180 empresas nordestinas, que possuem na sua identidade regional um diferencial competitivo e mais valorização de seus produtos. Esse encontro já acontece há 15 anos no Brasil e tem como proposta estimular as exportações por meio da promoção de contatos diretos entre empresas compradoras estrangeiras e fornecedoras estabelecidas na região Nordeste. O Encontro contribui para a inserção ...

Ler mais ou responder