CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como preparar encomendas para envio?

A comercialização de produtos online vem se tornando cada vez maior no Brasil e o processo de preparação de encomendas para envio é essencial. Assim a segurança do produto é garantida, os prejuízos e transtornos diminuem e a credibilidade de quem está vendendo aumenta. O setor de e-commerce no brasil cresceu consideravelmente nos últimos anos. Empresas brasileiras, como Magazine Luiza, Casas Bahia, Netshoes entre outras, se tornaram referência no mercado digital. Com essa ascendência a necessidade de proteção das encomendas e o consumo de embalagens para proteção aumentou muito. Embalagens para proteção de cargas Para que os produtos sejam enviados de maneira segura é preciso saber quais embalagens utilizar para proteger as encomendas. A escolha do material é essencial, levando sempre ...

Ler mais ou responder
Logística: A importância da proteção de cargas e objetos com o filme stretch.

No setor industrial, o processo de preparação de carga no estoque, despache e recebimento de cargas, é conhecido como logística. A proteção das cargas é um fator de suma importância para garantir que as mercadorias enviadas não sejam danificadas. O filme stretch por sua vez é o material que protege a carga e garante que agente externos, como humidade e poeira não danifiquem o volume de carga. O crescimento da indústria no brasil nas últimas décadas, principalmente com a expansão do comercio digital, fez com que os processos de envio e recebimento de cargas se modernizassem. A busca por qualidade, eficácia e eficiência nos processos logísticos trouxe ao mercado soluções como o Filme stretch. O material é fabricado em PEBD ...

Ler mais ou responder
6 dicas para obter a melhor qualidade de código de barras

Os códigos de barras tornaram-se indispensáveis na fabricação, logística e comércio. Eles aceleram a coleta de dados, evitam erros de entrada e até controlam sistemas inteiros. Mas essa forma de automação industrial só funciona se os scanners e câmeras de código de barras puderem ler seus códigos de barras sem erros. Algumas empresas como CBBR e GS1 fornece a seus clientes todas as ferramentas certas para marcação e codificação de produtos: de impressoras de etiquetas e códigos de barras a sistemas de etiquetas e impressoras a jato de tinta. Portanto, conhecemos as armadilhas da legibilidade do código de barras e gostamos de compartilhar algumas dicas para você evitar causas comuns de falha do código de barras! Não viole as zonas silenciosas Para que o scanner reconheça com ...

Ler mais ou responder
Você conhece os tipos de empilhadeiras?

Você sabia que são 6 classes diferentes de equipamentos para movimentação e armazenagem? Existem muitas variações na movimentação intralogística e aqui vai um breve resumo dos diferentes equipamentos disponíveis: Classe 1 : Empilhadeira de contrapeso autopropulsada com moteres elétricos utilizando baterias de Chumbo Ácido ou Ions de Lios ou Hidrogenio ( FULL CELL) com operador sentado. Possue caracterisitica geometricas similares dos equipamentos da classe 5 porem podem utilizar 3 ou 4 rodas com diverssos tipos de rodagens: pneumatico ou superelastico e tração dianteira ou traseira. Classe2 : Empilhadeiras autopropelidas com motores elétricos para operação em corredores estreitos utilizando baterias de de Chumbo Ácido ou Ions de Lios ou Hidrogenio ( FULL CELL) . Esta classe possem diversos tipos de equipamentos tais ...

Ler mais ou responder
Boletim- A logística do Agronegócio

As atividades de uma propriedade rural não se limitam apenas ao plantio ou à produção pecuária, elas vão além, e demandam do empreendedor conhecimento sobre o caminho que o produto percorrerá, desde os insumos até a mesa do consumidor. Ou seja, o produtor, além das atividades diárias, deve realizar uma série de esforços para que seu produto chegue até o consumidor final, mantendo o sabor do alimento e boa aparência. A propriedade rural está inserida em uma cadeia produtiva (supply chain) que é a união de empresas e outras  organizações que interagem no processo produtivo, desde os insumos, passando pelo produtor até chegar na mesa do consumidor. É possível perceber que a logística atua desde os pontos ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce

Depois que o cliente clica no botão comprar de uma loja virtual, tem início uma complexa e delicada operação para qualquer e-commerce. Invisível aos olhos dos clientes, esta etapa inclui logística, gerenciamento de pedidos, estoque, relatórios, faturamento, entre outros. O back office ou “a parte de trás do balcão”, como também é chamado, representa toda a estrutura física atrás do website de uma loja virtual. É fundamental haver organização e agilidade nessa área para garantir que o produto adquirido pelo cliente seja entregue de acordo com as especificações e prazo combinado. Pensando nisso, o Sebrae elaborou uma cartilha onde apresenta a importância do back office, sua operação, o fluxo de ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: estrutura

A empresa de comércio eletrônico deve ter uma estrutura adequada para realizar a encomenda dos pedidos, entregar com agilidade, efetuar o pós-venda e outros procedimentos inerentes ao processo de um e-commerce. A equipe de back office – ou retaguarda – é formada pelos profissionais responsáveis pela gestão interna de uma operação de e-commerce. Ela se diferencia do front office por manter-se invisível aos olhos do consumidor. Ela é a responsável pelo funcionamento harmonioso de toda a operação, permitindo que a empresa cresça de forma organizada e concisa. Sua atuação é tão importante para um e-commerce quanto a área de vendas ou qualquer outra da empresa e é diretamente responsável por logística, gerenciamento de ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: responsabilidades

Para que tudo funcione bem no e-commerce, a equipe precisa trabalhar como em qualquer outro tipo de negócio: organizada e com funções bem definidas. Para garantir que o pedido do consumidor seja entregue dentro do prazo acordado, e que o produto encaminhado seja exatamente o solicitado, é preciso estar atento para dividir a equipe em três etapas: gestão do pedido, gestão do estoque e gestão de logística e entrega. Abaixo, apresentamos as principais responsabilidades de cada uma dessas áreas: Gestão de pedido: engloba a recepção do pedido, avaliação financeira do cliente e a validação do pedido feito na loja virtual. É de responsabilidade dessa área avaliar e gerar um diagnóstico da compra efetuada, verificando ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: logística

A entrega é sem dúvida o elemento mais sensível do e-commerce. Na internet, a grande surpresa para o comprador é receber o que pediu o mais rápido possível. Portanto, a logística (processo de embalar, despachar e entregar ao cliente com segurança e no prazo) é tão importante quanto a conversão de vendas. Um planejamento adequado da operação logística realizado pela equipe do back office permitirá que o produto seja entregue no menor tempo possível e com o menor custo, gerando satisfação e confiança aos clientes do site de e-commerce. Geralmente as funções de transporte e entrega dos produtos aos clientes são terceirizadas para empresas especializadas existentes no mercado como, por exemplo, os Correios. É preciso haver ...

Ler mais ou responder
Já ouviu falar em marketing rural?

Segundo o Portal Educação, em artigo publicado este ano, o marketing rural pode ser definido como: “Todas as ações desenvolvidas com intuito de evidenciar os produtos e serviços agropecuários de forma positiva diante das empresas envolvidas nesse setor”. Basicamente, o marketing rural segue o preceito de entender e atender o mercado. [caption id="attachment_22976" align="alignleft" width="300"] Figura 2- do site www.abmra.org.br[/caption] O crescimento do agronegócio no Brasil, assim como em todo mundo, tem impulsionado cada vez mais as empresas a usarem o marketing rural. Diante da escassa literatura sobre o número de empresas brasileiras que o utilizam, foi realizada uma filtragem ...

Ler mais ou responder

Fonte: ABComm Um dos fatores mais importantes a ser levado em conta pelos lojistas virtuais é sem dúvida a questão da logística e do frete. Uma pesquisa recente da ABComm apontou que 93% dos varejistas online utilizam os Correios como transportadora e apenas 13% fazem a entrega por conta própria. O estudo entrevistou mais de 250 e-commerces e teve apoio da Brazil Panels e Ecommerce School. Três fatores foram levados em conta: a armazenagem, o frete e o manuseio. Armazenagem 82% das lojas virtuais possuem armazenagem própria, enquanto 10% trabalham com um misto própria e ...

Ler mais ou responder
O que fazer e o que não fazer se você deseja ganhar mercado no exterior

[caption id="attachment_20237" align="alignright" width="300"] Foto: Felipe Rau/Estadão[/caption] Idiana Tomazelli Estadão PME Vender para fora do País não é uma atividade impossível para empresas de pequeno ou médio porte. Mas a ausência de uma cultura exportadora entre os empreendedores é uma das razões para a baixa participação desses negócios nas estatísticas de comércio exterior do Brasil. Dados recentes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) mostram que, em 2011, as micro e pequenas empresas (que são 99% do total no país) foram responsáveis por apenas 0,79% das exportações (pouco mais de US$ 2 bilhões). Mesmo considerando as de médio porte, essa parcela fica em 4,23% (US$ 10,8 bilhões). No total, o ...

Ler mais ou responder