CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Quanto eu preciso vender para pagar os meus gastos?

 Em tempos de dificuldade, é essencial acertar os ponteiros do negócio, sobretudo em relação à gestão. É justamente para ajudar os pequenos varejistas da moda neste desafio que lançamos a série 'Estratégias de guerra para superar a crise’'.No terceiro post da série, vamos lhe ajudar a calcular o ponto de equilíbrio do seu negócio, ou seja, conhecer e controlar o quanto a loja precisa vender para pagar os seus custos e despesas. Confira:De olho na '‘margem de contribuição’'Para começar, o empreendedor deve conhecer a sua '‘margem de contribuição’'. Isso porque é este item de formação dos preços dos produtos (saiba mais no segundo post da série) que espelha o quanto a ...

Ler mais ou responder
Estratégias de guerra para superar a crise (pt. 1) – de olho no caixa

Está faltando dinheiro na sua empresa? Então, saiba o que fazer para resolver o problema, no primeiro post da série. A partir desta semana, vamos iniciar a série Estratégias de guerra para superar a crise, que trará dicas sobre gestão de empresa em cada post. O objetivo é fazer com que os empresários reflitam sobre questões como caixa, custos, vendas, compras e pessoas; e conheçam algumas soluções que podem tirar o negócio do vermelho. Todo o conteúdo da série será baseado nas informações da publicação Alavanque sua empresa em tempos de turbulência, produzida pelo Sebrae em SP. Este é o primeiro ...

Ler mais ou responder

O setor de panificação movimenta mais de um R$ 1,1 bilhão por ano no Rio Grande do Norte, no entanto, o segmento tem potencial para elevar ainda mais essa cifra com a diversificação de serviços e produtos, redução do desperdício e ampliação no número de novos clientes. Atingir esse patamar é o que pretende o programa Qualipão, uma ação do Projeto de Encadeamento Produtivo da Panificação, desenvolvido pelo Sebrae no Rio Grande do Norte em parceria com as grandes empresas do segmento, Sindicato das Indústrias de Panificação (Sindpan-RN), Associação da Panificação e Confeitaria (Aipan-RN) e padarias potiguares. A proposta da iniciativa é oferecer consultorias com foco no melhoramento do processo produtivo, aumento da ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce

Depois que o cliente clica no botão comprar de uma loja virtual, tem início uma complexa e delicada operação para qualquer e-commerce. Invisível aos olhos dos clientes, esta etapa inclui logística, gerenciamento de pedidos, estoque, relatórios, faturamento, entre outros. O back office ou “a parte de trás do balcão”, como também é chamado, representa toda a estrutura física atrás do website de uma loja virtual. É fundamental haver organização e agilidade nessa área para garantir que o produto adquirido pelo cliente seja entregue de acordo com as especificações e prazo combinado. Pensando nisso, o Sebrae elaborou uma cartilha onde apresenta a importância do back office, sua operação, o fluxo de ...

Ler mais ou responder
Gestão do back office no e-commerce: fluxo e dicas

Já sabemos que a operação de uma loja virtual é executada pelo back office. Geralmente, o fluxo de pedidos em um e-commerce tem a seguinte sequência: Pedido realizado > Análise de fraude > Cobrança do cartão > Separação dos produtos > Faturamento do pedido > Embrulho e envio do pedido. A gestão do estoque e do abastecimento é o pulmão de qualquer operação de e-commerce e deve ser executada com atenção pela equipe do back office. Por isso, fique atento a algumas dicas: Exibir somente os itens com disponibilidade no estoque. Utilizar um sistema de gestão de estoque pode ajudar a evitar erros, principalmente quando há um único estoque para as lojas física e virtual. Manter ...

Ler mais ou responder

Um faturamento de meio bilhão de reais com a Copa do Mundo. Este foi o resultado do programa Sebrae 2014, que envolveu a participação de 43.910 mil pequenos negócios e microempreendedores individuais (MEI) de todo o país. Esse balanço do desempenho dos empreendimentos de pequeno porte na Copa do Mundo foi apresentado nessa segunda-feira (8) pelo presidente do Sebrae, Luiz Barretto, no painel "A Copa do Mundo e o Aumento da Competitividade das Empresas", realizado nessa segunda-feira (7/7), no Centro Aberto de Mídia (CAM), no Forte de Copacabana. Para Barretto, este saldo positivo reflete a importância da preparação prévia e do comprometimento dos empresários das doze cidades-sede que investiram em capacitação empresarial para ...

Ler mais ou responder
Minimercados: cenário geral

Publicação elaborada pelo Sebrae Nacional aborda diversos aspectos do universo dos minimercados brasileiros. De acordo com dados da Receita Federal do Brasil, organizados pelo Sebrae, em todo o país são mais de 300 mil estabelecimentos entre minimercados, mercadinhos ou armazéns. Este post inaugura uma série de textos com os principais tópicos abordados no documento. Dados divulgados pela ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) revelam que, em 2012, o segmento movimentou R$ 34 bilhões no Brasil. O mercado de vizinhança ou loja de vizinhança, como é chamado o pequeno varejo alimentar, é representado por minimercados, mercadinhos ou armazéns e é assim classificado por possuir de um a quatro checkouts, ou seja, de ...

Ler mais ou responder

Em artigo publicado no Portal do Franchising, o advogado Daniel Alcântara Nastri Cerveira esclarece os principais pontos em relação à cobrança dos royalties pelas redes de franquia. "Em que pese não ser obrigatória a sua cobrança, a maioria das redes de franquia adotam o royalty, em diversas modalidades, como a principal fonte de remuneração dos franqueadores", afirma. Daniel explica que, de acordo com a Lei de Franquia Brasileira (Lei 8.955/94), os royalties são definidos como sendo a “remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado”. De acordo com ele, porém, a mesma Lei não estabelece quais tipos ...

Ler mais ou responder

O faturamento do comércio varejista no estado de São Paulo cresceu 4,2% no ano passado em relação a 2012, aponta pesquisa divulgada hoje (7) pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Em 2013, a receita com vendas do setor atingiu R$ 513,2 bilhões, o que representa um incremento de R$ 20,7 bilhões. Somente em dezembro, o varejo paulista faturou R$ 52,1 bilhões, um aumento de 3,8% na comparação com igual período do ano anterior. O destaque em 2013 foi a expansão no varejo supermercadista, com aumento real de R$ 5,8 bilhões. De acordo com a FecomercioSP, o resultado foi superior à estimativa de elevação ...

Ler mais ou responder
Franquias com mulheres faturam 34% mais, diz pesquisa

Mais focadas, curiosas e atentas. Estas seriam as principais características de mulheres à frente de franquias. Hoje, elas representam 48% dos franqueados no Brasil. As unidades sob o comando feminino podem ter faturamento até 34% mais alto. Os dados são da pesquisa anual do perfil do franqueado brasileiro, realizada pela consultoria Rizzo Franchise, e divulgada com exclusividade a EXAME.com. O estudo mostra ainda que existem mais de 65 mil mulheres comandando franquias e quase 500 mil se candidataram à compra em 2013. A participação das mulheres neste mercado cresceu 6,9% no último ano. Para Marcus Rizzo, que comandou o estudo, as mulheres encontram nas franquias uma chance de desenvolver suas carreiras. “O ...

Ler mais ou responder
Para alavancar as vendas do seu e-commerce

Em artigo publicado no Webinsider, Luan Gabellini, sócio-fundador de empresa especializada em e-commerce, elenca cinco dicas fundamentais para quem deseja ter sucesso no universo do e-commerce. De acordo com previsão da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o e-commerce nacional fechou 2013 com um faturamento de R$ 31,11 bilhões. O resultado representa um crescimento de 29% em relação a 2012 e a expectativa para este ano é crescer ainda mais e chegar à casa dos R$ 39,5 bilhões. Diante desse cenário, as cinco dicas do especialista para incrementar as vendas no setor são: 1) Contrate as pessoas certas Vender de maneira mais eficiente exige muito conhecimento técnico. Desempenho, SEO, informações e ...

Ler mais ou responder

Há menos de cinco meses para a Copa do Mundo da FIFA 2014, o evento esportivo já rendeu cerca de R$ 280 milhões em negócios para micro e pequenas empresas. Até o final do mundial, a expectativa é que o faturamento chegue a R$ 500 milhões, segundo levantamento realizado pelo Sebrae com base nas rodadas de negociações promovidas nas 12 sedes do evento no Brasil. “Quem mais vai faturar com a Copa são as empresas que se prepararam antes e que estão pensando no pós-evento, no legado que ele vai deixar para a competitividade dos pequenos negócios”, explica o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. É o caso de setores como o ...

Ler mais ou responder