CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

10 dicas para abrir um minimercado

Minimercados são estabelecimentos de pequeno porte com boa variedade de itens que atendem as necessidades básicas de abastecimento doméstico de alimentos. Geralmente estão localizados em bairros e por isso são também conhecidos como Mercado de Vizinhança.   O fato de as lojas serem próximas das residências torna este tipo de empreendimento promissor por atender as necessidades básicas e de urgência dos consumidores. O número de vezes que um consumidor visita um minimercado por semana é de 5 vezes/semana. Nas grandes redes de supermercados e hipermercados esse número é bem menor.   10 passos para abrir um minimercado   1- Conheça bem o negócio

Ler mais ou responder
Boletim- A Internet e os Empreendimentos Criativos no Brasil

A relação existente entre Internet e Economia Criativa fica clara, segundo diagnóstico feito pelo John Howkins – consultor britânico especializado em Economia Criativa. Ele afirma que a imaginação humana é a maior fonte de criatividade. A internet virou o melhor meio de se vender esta criatividade, como textos on-line, livros, músicas, filmes e televisão. A economia criativa está distribuída em 13 áreas. São elas: arquitetura, publicidade, design, artes e antiguidades, artesanato, moda, cinema e vídeo, televisão, editoração e publicações, artes cênicas, rádio, softwares de lazer e música. A internet tornou-se um aliado imprescindível de empresas que atuam com economia criativa e permite um modelo de negócio novo, que poupa ...

Ler mais ou responder
Boletim- Valor Cultural como oportunidade para o design

Hoje os consumidores buscam nos produtos algo que os agrade e estão cada vez mais conscientes da ética do  consumo e dos valores socioambientais das empresas. O produto nacional adquire valor cultural quando explora a riqueza de detalhes do universo brasileiro, como matérias-primas originárias das diversas regiões do país, cores vibrantes, texturas que remetem a sentimentos como alegria e espontaneidade e, que, além disso, agregam valores socioambientais. Esta é uma excelente oportunidade os pequenos negócios que atuam na área do design estabelecerem parcerias com artesãos para o desenvolvimento de produtos com valor cultural. Quando a prática artesanal agrega os preceitos do design, muda-se a leitura que o consumidor faz do ...

Ler mais ou responder
Boletim- Espaços culturais

A cultura brasileira é diversificada. Alia originalidade, inovação e versatilidade. Sejam nas produções musicais ou nas expressões culturais, o artista brasileiro busca evidenciar seus diferenciais e mostra seu trabalho. Com a aproximação das Olimpíadas e Paraolimpíadas em 2016, diversas oportunidades surgem como forma de divulgação destas manifestações artísticas. Lugares públicos/privados darão espaço para as apresentações. Cantores consagrados dividirão espaço com novos artistas. Iniciativas que promovem a cultura brasileira surgem a partir de editais – lançados pela iniciativa privada ou órgãos públicos. Estar atentos a essas possibilidades torna-se uma oportunidade. Há espaços destinados para essas apresentações e verbas destinadas a esses artistas/produtores para viabilizarem seus espetáculos. Os editais de incentivo ...

Ler mais ou responder
Boletim- A internet como potencializadora das produções musicais

Atualmente, o ambiente digital surge como uma oportunidade para diferentes mercados do segmento da Economia Criativa. Dentre as chances de visibilidade dos trabalhos, o setor da música é um dos que mais apresentou mudanças no que diz respeito a produção, crítica e consumo. Com o avanço das ferramentas e plataformas que tornam possível o compartilhamento, o cenário musical foi modificado consideravelmente. Agora, novos protagonistas assumem os papéis de influência nos gostos e o mercado fonográfico toma um novo ritmo. Para propagar esses materiais, a internet se torna essencial. Novas ferramentas estão disponíveis, bem como novas abordagens de conquista do público. Disponibilizar os conteúdos musicais em locais passíveis de compartilhamento ...

Ler mais ou responder
Boletim- Viabilização de projetos culturais via financiamento coletivo – crowdfunding

Uma das grandes dificuldades enfrentadas pelos artistas é a viabilização dos seus projetos, para que esses se tornem passíveis de serem realizados. O patrocínio de empresas privadas e a procura em editais públicos segmentados são algumas das alternativas buscadas pelos artistas atualmente. Mas com a ascensão e forte influência das redes sociais e da internet, a busca pelo financiamento coletivo torna-se mais uma oportunidade. O crowdfunding desponta como uma alternativa relevante dentre as oportunidades artísticas, pois estabelece duas importantes relações: a viabilização das atrações artísticas e a fidelização dos que consumirão essas produções.Esses são alguns dos aspectos positivos do crowdfunding, ferramenta que otimiza a captação de recursos e possibilita a divulgação dos trabalhos antes mesmo de sua execução.

Ler mais ou responder
Boletim- Utilização da madeira certificada na construção civil- Um diferencial

O setor da construção civil é considerado o maior consumidor de madeira tropical do país. Para ela, esse mercado deve apropriar-se da consciência de que não basta preocupar-se somente com a qualidade e os custos da madeira, mas também com a sua origem. Políticas de compras responsáveis e sustentáveis são fundamentais para restringir a aquisição de madeira de desmatamento e de fontes ilegais ou desconhecidas. A aplicação da madeira pode variar desde peças com pouco ou nenhum processamento (madeira bruta e roliça) até peças com alto nível de beneficiamento (lâminas, madeira tratada com preservativos). A implantação de medidas visando o uso racional e sustentável da ...

Ler mais ou responder
Boletim- Bairros Planejados

Os bairros planejados são mais do que projetos de incorporação ou loteamentos. São cidades dentro de uma cidade que chegam ao mercado com planejamento urbanístico de um bairro inteiro, com o desenho de ruas, acessos e  iluminação pública, desenvolvido por empresas privadas (Exame, 2013). O mercado de bairros planejados vem despertando cada vez mais a atenção de grandes empresas como incorporadoras, construtoras, loteadoras e  companhias de urbanismo. E também significa oportunidade para os pequenos negócios da construção civil. O desenvolvimento dos bairros planejados demandam empresas de perfis diferenciados, que normalmente  constituem uma equipe multidisciplinar de trabalho. Construtoras, incorporadoras, imobiliárias, empreiteiras, arquitetos, paisagistas, urbanistas e até sociólogos podem ser envolvidos ...

Ler mais ou responder
Boletim- Impacto da Política Nacional de Resíduos Sólidos na cadeia produtiva de móveis e madeira

A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi instituída pela Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010, e contempla de  forma ampla as diretrizes para a gestão integrada e gerenciamento dos resíduos, as responsabilidades dos geradores, usuários, consumidores e serviços públicos. Resíduos sólido são qualquer material, substância, objeto ou bem  descartado resultante de atividades humanas em sociedade, nos estados sólido ou semissólido, bem como gases e líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos. De acordo com  levantamento sobre a geração de resíduos proveniente da atividade madeireira, realizado em 2009 pelo Ministério do Meio Ambiente, estimava-se na época que eram gerados anualmente 30 milhões de toneladas de resíduos de madeira no Brasil, tendo como ...

Ler mais ou responder
Boletim- Normas Técnicas na Cadeia Produtiva do Setor Moveleiro de Pequenos Negócios

A cadeia produtiva moveleira é reconhecida pelo seu dinamismo, devido ao grande número de fornecedores e  complexidade de processos que criam uma dependência entre os elos da cadeia. No que diz respeito ao setor, a estrutura produtiva tem como característica a predominância de pequenos negócios. A estruturação da cadeia de móveis possui vários processos de produção que têm início na extração de matérias- -primas brutas de diversos tipos (como madeiras brutas das áreas florestais, algodão e minérios) e continuidade na sua transformação em matérias-primas elaboradas (como tábuas de madeira maciça, chapas de madeira processada, metais, plásticos, tecidos etc.) nas diferentes indústrias (dos setores madeireiro, químico, têxtil e metalúrgico), sendo por sua vez, finalmente transformadas em produtos mobiliários na indústria principal: a de móveis. Esses ...

Ler mais ou responder
Boletim- Competitividade em móveis para dormitórios

Entende-se como móveis de madeira para dormitório todo e qualquer móvel desenvolvido sob medida, ou não, para compor quartos de meios de hospedagem, entre eles camas, roupeiros, mesas de cabeceira e de canto, cadeiras,  poltronas, bancos, baús, cômodas, etc. Esses novos entrantes trazem novidades em seu processo e produto, atraindo e conquistando o público final para o consumo, seja físico ou jurídico. Esses motivos justificam e orientam os principais determinantes de competitividade dos concorrentes    internacionais que entram no Brasil. E traz, também, impactos, mudanças e oportunidades geradas pela importação de móveis para dormitórios. Uma Pesquisa de Inovação Tecnológica 2008, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta o setor ...

Ler mais ou responder
Boletim- Design como Estratégia

Por meio do design uma empresa pode se diferenciar no mercado, aliando qualidade, estilo, função, forma e   engenharia, proporcionando produtos mais eficientes. Os pequenos negócios ligados à madeira e móveis precisam estar abertos para a renovação de estratégias, que possam garantir um diferencial competitivo e, assim, crescer cada vez mais e se sobressair no mercado. No Brasil, o setor moveleiro ainda tem um amplo mercado a ser conquistado, mas é preciso começar a trabalhar com o desenvolvimento de ideias e projetos próprios, possibilitando a criação de peças inéditas com identidade nacional. O design atua de forma a integrar ao produto as necessidades do mercado, demandas que são antecipadas por estratégias de ...

Ler mais ou responder