CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Tendências para o segmento da alimentação em 2014

O aumento do poder de compra e da escolaridade, o maior acesso à informação, a modificação na estrutura das famílias e o envelhecimento da população são fatores que afetam os negócios. Os fatores citados modificam diretamente as percepções e, consequentemente, as preferências e as escolhas em relação ao alimento a ser consumido. Novos hábitos de consumo O Brasil Food Trends 2020 (BFT) identificou as principais tendências da alimentação e os impactos delas nas diferentes atividades e setores de alimentos no Brasil. O levantamento é do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). As exigências e tendências dos consumidores mundiais de alimentos foram agrupadas em ...

Ler mais ou responder

Minas Gerais tem cerca de 3,6 milhões de empreendedores em estágio inicial ou já estabelecidos em suas atividades, o equivalente a 10% da população empreendedora do Brasil. É o que aponta a pesquisa GEM - Global Entrepreneurship Monitor, de âmbito mundial, realizada pela primeira vez no contexto de um estado. O projeto GEM em Minas é uma iniciativa do Sebrae Minas, em parceria com o Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade – IBQP. O objetivo de fazer o recorte estadual da pesquisa é entender melhor a realidade dos empreendedores mineiros: suas motivações, os ramos de negócio mais procurados, o nível de escolaridade, renda, idade, grau de inovação e internacionalização dos empreendimentos, entre outras características ...

Ler mais ou responder
Empresário escolarizado comanda negócios mais duráveis

Estudo inédito do Sebrae, baseado em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), constatou que, na última década, enquanto o percentual de empresas que sobreviveu até o segundo ano de atividade saltou de 51% para 73%, o retrato da escolaridade dos donos de negócio também passou por grande transformação. Em 2001, 62% dos donos de negócio tinham somente até o ensino fundamental e apenas 38% haviam atingido o ensino médio ou mais. Já em 2011, o número de empresários com ensino médio ou mais cresceu para 53%, em contrapartida à redução para 47% daqueles que pararam os estudos durante o ensino fundamental. A relação entre o aumento do índice de escolaridade ...

Ler mais ou responder